Matérias Mais Lidas

imagemVeja diz que David Coverdale só passa vergonha nas redes sociais

imagemMike Portnoy e a música do Rush que virou um grande sucesso do Guns N' Roses

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemKerry King explica por que não assumiu o posto de guitarrista do Megadeth

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemSlash explica por que rejeitou Corey Taylor no Velvet Revolver

imagemCinco álbuns que serão lançados no segundo semestre de 2022 e merecem a sua atenção

imagemComo Max Cavalera aprendeu inglês tendo abandonado a escola aos 12 anos de idade

imagemCinco músicas que são covers, mas você acha que são as versões originais - Parte 2

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1984 é um ano vital para o metal

imagemDepeche Mode divulga a causa oficial da morte de Andy Fletcher

imagemAmazon: seleção de CDs, LPs e livros de rock e metal com descontos e frete gratis


Rafael Bittencourt e Sérgio Sacani explicam como a música surgiu na humanidade

Por Gustavo Maiato
Em 14/03/22

O guitarrista Rafael Bittencourt, do Angra, recebeu em seu podcast Amplifica o cientista Sérgio Sacani e os dois conversaram sobre diversos assuntos. Em certo ponto, a dupla debateu sobre as origens da música e a importância desse tipo de arte para a própria ciência como um todo.

"Atualmente, existe uma metodologia de ensino muito aplicada nos EUA que se chama STEM - Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática, na sigla em inglês. Com o passar do tempo, colocaram STEAM - esse "A" é de Artes. Eles viram que tudo que você estuda tem que ter uma maneira de se expressar. Pode ser criando uma música contando fatos históricos ou uma peça falando sobre uma descoberta científica", disse Sacani.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ao falar mais especificamente sobre a origem da música, o cientista explicou que se trata de uma arte "matematicamente muito bem feita". Segundo ele, o músico que entende a maneira com que as notas musicais são divididas e como são formadas as tonalidades tem mais chance de achar fácil o processo de aprender teoria musical.

Rafael Bittencourt concordou que aprender a matemática da música é importante e disse que essa arte não foi inventada, e sim percebida.

"Os anjos cantam, é uma sensação de poder. Parece que posso dominar o mundo, por isso sou fascinado com a série harmônica. A música não foi inventada, foi percebida. Se você analisar a série harmônica, vê que é tudo intercalado. Você vai somando e dá um efeito acústico. Nós não inventamos isso. A história da música é o ser humano aguçando sua audição para perceber isso. Na idade das pedras, não precisava entender de música para caçar e se reproduzir, mas tivemos o luxo de perceber isso ao longo dos milênios. Esse efeito acústico acontece na natureza. Quando um trovão bate na montanha, gera reverberação", disse.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Entrando com mais exemplos sobre a importância da música para a humanidade e como os sons passaram a ser percebidos, Sérgio Sacani explicou que até mesmo no universo tudo está em ressonância.

"Quando você percebe que os sons da natureza podem ser mais graves ou agudos, isso vai tendo significados. Quando um trovão é mais alto, está mais perto. Hoje, é básico falar sobre isso, mas imagina o ser humano lá que não conhece nada e vem um trovão. Um dia, ouve algo mais alto, outro dia, mais baixo. Ele percebe que o barulho é o mesmo, mas com modulação diferente. Isso está muito ligado com a história da humanidade. Se você pegar os corpos celestes, eles estão em ressonância. Se você tem uma estrela com um corpo que dá três voltas ao redor dela, enquanto isso acontece, outro mais distante dá duas e outro mais distante dá uma volta. Então existe uma ressonância 3-2-1. Isso se repete em várias situações no universo. As luas de Júpiter estão em ressonância", concluiu.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Confira a entrevista completa abaixo.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Axl Rose: "ele é um fracassado", diz mulher de Slash


Sobre Gustavo Maiato

Jornalista, fotógrafo de shows, youtuber e escritor. Ama todos os subgêneros do rock e do heavy metal na mesma medida que ama escrever sobre isso.

Mais matérias de Gustavo Maiato.