[an error occurred while processing this directive]

Matérias Mais Lidas


Stamp

Dolores O'Riordan, do Cranberries, não imaginou que "Zombie" fosse fazer tanto sucesso

Por Mateus Ribeiro
Postado em 04 de outubro de 2023

"Zombie" é a música mais conhecida da banda The Cranberries e um dos hits mais populares dos anos 1990. Lançada em 1994, como faixa do álbum "No Need To Argue" (segundo trabalho do grupo irlandês), "Zombie" é uma composição que fala sobre um tema delicado: o conflito etno-nacionalista que se arrastou por 30 anos na Irlanda do Norte e envolveu a Irlanda e a Inglaterra.

Cranberries - Mais Novidades

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A saudosa Dolores O'Riordan, compositora de "Zombie" e vocalista do The Cranberries, falou sobre sua obra mais famosa em texto publicado no site da Songwriting Magazine.

Bomba, morte e tristeza: a história por trás de "Zombie"

"Na época em que ‘Zombie’ foi escrita, estávamos em turnê pelo Reino Unido. Foi antes do tratado de paz e houve muitos problemas. Havia muitas bombas explodindo em Londres e lembro-me de uma vez em que uma criança foi morta quando uma bomba foi colocada em uma lata de lixo (...).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Estávamos em um ônibus de turnê e eu estava perto do local onde tudo aconteceu, então isso realmente me impressionou – eu era muito jovem, mas lembro de ter ficado arrasada com as crianças inocentes sendo arrastadas para esse tipo de coisa.

Eu me baseio em muitas experiências de vida diferentes: nascimentos, mortes, guerra, dor, depressão, raiva, tristeza. Também sou obcecada pela mortalidade. Tenho transtorno bipolar, então luto contra mudanças de humor – vou de um extremo ao outro. Mas acho que isso foi irrelevante ao escrever ‘Zombie’, porque o evento era muito massivo na época – estava em todos os jornais. Só me lembro de ser jovem e espirituoso, sem problemas, não tinha nenhuma pressão e apenas escrevia o que pensava" , disse a cantora e compositora.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - DEN
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O processo de composição de "Zombie"

Dolores também detalhou o processo de composição da música que se tornou a sua obra mais conhecida. Segundo o relato da cantora, "Zombie" não levou muito tempo para criar vida.

"Eu tinha os acordes principais que escrevi no meu violão e estava de volta à Irlanda quando tudo foi criado. Eu morava em um pequeno apartamento com meu primeiro namorado em Limerick e lembro que voltei para casa depois de uma noitada. Sentei-me com meu violão e comecei a dedilhar aqueles acordes e o refrão saiu bem rápido.

Depois que peguei o gancho e o refrão, comecei a pensar nos versos e eles vieram com bastante facilidade na época. Achei muito fácil escrever letras quando era mais jovem porque não tinha inibições – elas simplesmente apareciam. Acho que à medida que envelheço, fica mais difícil: você desenvolve medos e pensa: ‘O que as pessoas vão pensar disso?’. Mas é importante não pensar muito no que as pessoas vão achar, porque então você nunca escreverá!", complementou Dolores, que não sabia que a música em questão se tornaria um grande sucesso.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Eu não tinha ideia, na época, de que faria tanto sucesso. Você nunca sabe realmente. Até hoje, quando escrevo, não consigo dizer se parece bom ou ruim!"

Apesar da incerteza de Dolores, "Zombie" se tornou um música muito famosa, que até hoje faz muito sucesso, como prova o alto número de reproduções tanto no Spotify quanto no Youtube.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal
Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Summer Breeze 2024

Cranberries: divulgado áudio da última mensagem de Dolores O'Riordan

Grandes covers: cinco versões para o hit noventista "Zombie"


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Mateus Ribeiro

Fã de Ramones, In Flames e Soilwork. Ouve (quase) tudo, desde rock clássico até black metal.
Mais matérias de Mateus Ribeiro.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS