Matérias Mais Lidas

Angra: banda anuncia turnê para comemorar os 20 anos do clássico RebirthAngra
Banda anuncia turnê para comemorar os 20 anos do clássico "Rebirth"

Nervosa: ouça o novo álbum Perpetual Chaos, primeiro com nova formaçãoNervosa
Ouça o novo álbum "Perpetual Chaos", primeiro com nova formação

Eddie Van Halen: ele fez vários fãs queimarem amplificadores ao mentir sobre truqueEddie Van Halen
Ele fez vários fãs queimarem amplificadores ao mentir sobre truque

Gilby Clarke: Axl Rose foi quem te demitiu, certo?Gilby Clarke
"Axl Rose foi quem te demitiu, certo?"

Fear Factory: carro de Dino Cazares é baleado; guitarrista não sofreu ferimentosFear Factory
Carro de Dino Cazares é baleado; guitarrista não sofreu ferimentos

Guns N' Roses: por que Bumblefoot errou Welcome to the Jungle no Rock in Rio 2011Guns N' Roses
Por que Bumblefoot errou "Welcome to the Jungle" no Rock in Rio 2011

Rock In Rio: Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985Rock In Rio
Freddie Mercury desdenhou dos artistas brasileiros em 1985

Iron Maiden: vaquinha para ajudar Paul Di'Anno a fazer cirurgia ainda não atingiu 25%Iron Maiden
Vaquinha para ajudar Paul Di'Anno a fazer cirurgia ainda não atingiu 25%

Jon Bon Jovi: veja-o cantar Here Comes the Sun, hit dos Beatles, na posse de BidenJon Bon Jovi
Veja-o cantar "Here Comes the Sun", hit dos Beatles, na posse de Biden

Dallton Santos: Guitarrista brasileiro é o primeiro a tocar com duas palhetasDallton Santos
Guitarrista brasileiro é o primeiro a tocar com duas palhetas

Thin Lizzy: você sabe pronunciar o nome de Phil Lynott?Thin Lizzy
Você sabe pronunciar o nome de Phil Lynott?

Kerrang: do grunge ao death metal, 20 álbuns clássicos que farão 30 anos em 2021Kerrang
Do grunge ao death metal, 20 álbuns clássicos que farão 30 anos em 2021

Pantera: e se Vulgar Display Of Power fosse gravado pelo Metallica?Pantera
E se "Vulgar Display Of Power" fosse gravado pelo Metallica?

Lista: 15 covers gravados pelas bandas do Big Four do thrash metalLista
15 covers gravados pelas bandas do Big Four do thrash metal

Andreas Kisser: os álbuns que marcaram o guitarristaAndreas Kisser
Os álbuns que marcaram o guitarrista


Matérias Recomendadas

Slash: chapação, a louca e atraente Fergie e Axl RoseSlash
Chapação, a louca e atraente Fergie e Axl Rose

Rockstars: as filhas mais lindas dos astros do rockRockstars
As filhas mais lindas dos astros do rock

Em cana: os rockstars em suas fotos mais constrangedorasEm cana
Os rockstars em suas fotos mais constrangedoras

Você sabe que o rock está moderninho quando...
Você sabe que o rock está moderninho quando...

Top 5: Os roqueiros mais chatos da históriaTop 5
Os roqueiros mais chatos da história

Stamp
Tunecore
Malvada

Povos Indígenas do Brasil: Entrevista Arandu Arakuaa

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Jakline Costa, Fonte: Povos Indígenas do Brasil
Enviar Correções  

Povos Indígenas do Brasil: O que vocês pretendem alcançar com a temática da banda?

Nájila - Sempre fui apaixonada por toda essa diversidade de culturas que o nosso mundo possui, infelizmente ao longo da história da humanidade, muitas culturas foram dizimadas da terra e esse processo continua, infelizmente. A temática da Arandu Arakuaa busca resgatar um pouco da nossa cultura, tanto os indígenas como os povos do sertão do Brasil, merecem ser reconhecidos, é linda e riquíssima as formas de expressão cultural, pretendo levar um pouco disso a um grande número de pessoas e ajudar na conscientização, no respeito e preservação.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Povos Indígenas do Brasil: Como os povos indígenas encaram o trabalho de vocês?

Zândhio – Os que já tivemos contato ficam felizes por estarmos ajudando a passar a mensagem, inclusive temos alguns amigos indígenas que nos apoiam e é ótimo para nós termos esse respaldo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Povos Indígenas do Brasil: Pela cultura indígena ser subestimada e termos pouco conhecimento sobre o assunto, você acha que o som da Arandu Arakuaa sofre algum tipo de preconceito?

Zândhio – Sim. É uma junção de três coisas que o brasileiro tem preconceito enraizado: rock, indígenas e música regional. Acabamos por sofrer preconceito fora do rock por tocarmos rock e dentro do rock por incluirmos elementos da nossa cultura nativa. Mas por outro lado quem se dá ao trabalho de tentar entender a mensagem respeita muito e é isso que realmente importa. Toda mudança de cultura demanda tempo e estamos prontos para dar nossa contribuição.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Povos Indígenas do Brasil: Quais as fontes de informação que você utiliza para ter mais conhecimento sobre a cultura indígena?

Zândhio – Livros, contato direto com indígenas, vídeos... Aqui no Brasil em se tratando de material de pesquisa sobre povos indígenas o Instituto Sócio Ambiental é o que tem mais informações acessíveis.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Povos Indígenas do Brasil: Quais as dificuldades que cada membro enfrentou até se adaptar ao som proposto pela banda?

Saulo - Cada membro tem uma escola bem diferente da outra, mas acho que só fez com que acrescentasse novos elementos ao som. Claro que testamos tudo exaustivamente até acharmos o melhor resultado. Cada um sede um pouco a flui naturalmente.

Adriano - Particularmente não tive muitas dificuldades em adaptação ao som proposto, pois sempre tive a vontade de fazer algo diferente e inovador como o som da Arandu Arakuaa.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Nájila - Dificuldades na vida é inevitável, estamos constantemente sendo desafiados, isso é a essência, a base do crescimento pessoal, cantar em Tupi foi um desafio mágico de concretizar. Naturalmente tenho admiração por nossos povos indígenas, respeito e me preocupo com a situação que se encontram, quando fiz o teste o Zândhio me apresentou o projeto e as letras, senti que era o lugar certo para cantar e buscar realizar alguns dos meus sonhos e a positividade da banda faz com que busque mesmo enfrentar qualquer desafio que Arandu Arakuaa venha a enfrentar.

Povos Indígenas do Brasil: Quais os pontos altos e baixos em relação ao álbum Kó Yby Oré? No processo de gravação qual música sofreu mais mudança?

Zândhio – Os pontos altos foram todo o processo desde a composição até a masterização e a aceitação do público que foi fantástica. Ponto baixo é aquele velho problema que as bandas independentes têm de falta de estrutura para distribuição, divulgação e shows. As músicas não sofreram mudanças na estrutura, apenas nos arranjos e o produtor Caio Duarte fez um grande trabalho nos auxiliando nesse aspecto.

Povos Indígenas do Brasil: O que podemos esperar do novo álbum? Vocês tem uma data aproximada para o começo da gravação?

Zândhio – Muito peso, regionalismo, cânticos indígenas, melodias marcantes, ou seja, explorar mais ainda todos os elementos já presentes em Kó yby Oré tendo agora a experiência e a confiança do público a nosso favor. Ainda não temos uma data, mas o planejamento é iniciar o processo de gravação no começo de 2015.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Povos Indígenas do Brasil: Com o cenário nacional atual, como esperam garantir o espaço de vocês? Como tem sido a aceitação e o espaço para shows?

Adriano - O espaço para todas as bandas hoje em dia está muito difícil, porém esperamos garantir cada vez mais espaço com o nosso som, profissionalismo e dedicação. É até engraçado, temos tido muita aceitação nacionalmente e até internacionalmente, entretanto quando falamos em shows, ainda estamos com dificuldades de fazermos shows em outros estados. Já fizemos Anápolis (GO), Miracema (TO) e estamos com um show para 2015 em SP e queremos muito mais, nossa intenção é rodar esse Brasilzão lindo e levarmos nosso ao maior número de pessoas. Na nossa cidade natal (Brasília) a nossa aceitação é legal e já fizemos muitos shows legais por aqui também.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Najila- A cada dia me surpreendo com a demonstração de aceitação da galera, isso faz tudo valer a pena, estamos sendo requisitados em festivais grandes e a tendência é aumentar o número de shows, estamos evoluindo a cada dia e consequentemente a responsabilidade de apresentar para um público cada vez maior cresce, e assim segue Arandu Arakuaa.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Povos Indígenas do Brasil: Se você pudesse mudar ou acrescentar algo no som de vocês, o que seria?

Adriano - As palavras mudança e acrescer serão sempre muito bem vindas, pois acreditamos que o Metal e a identidade está sempre em mutação, transformação. O Rock de uma forma geral precisa disso. Queremos trabalhar ainda mais regionalismo, novos instrumentos de percussão e outros, colocar mais peso e talvez mais rapidez em algumas novas músicas, mas sem perder a nossa raiz e base construtora que é o Metal com nativismo/ regionalismo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Povos Indígenas do Brasil: Para finalizar, quais as expectativas e planos da banda para o futuro?

Saulo - Esperamos levar o nosso som ao maior número de pessoas possível, não só no Brasil, mas para o mundo que conhece tão pouco do nosso país.

Nájila - Com a temática da banda É POSSÍVEL tentar buscar levar um pouco da cultura do nosso país ao mundo, nacionalmente espero que o povo brasileiro preserve, apoie, respeite a nossa diversidade, internacionalmente tentar mudar esse conceito, BRASIL: país do futebol, bunda e sexo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal


Dead Daisies
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App
Anunciar no Whiplash.Net


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Creed: nomeada pior banda dos anos 1990 pela Rolling StoneCreed
Nomeada pior banda dos anos 1990 pela Rolling Stone

Death Metal: as 10 melhores bandas de acordo com a AOLDeath Metal
As 10 melhores bandas de acordo com a AOL


Sobre Jakline Costa

Formada em química, atualmente envolvida com qualquer tipo de trabalho literário. Meu primeiro contato com o rock foi por volta dos 12 anos de idade, quando fui em uma loja e comprei sem ao menos conhecer, uma camiseta do Iron Maiden. Chegando em casa meu tio todo orgulhoso ficou decepcionado ao saber que mesmo com a camiseta não conhecia nenhum som da banda e a partir daquele momento o objetivo de vida dele foi me ensinar os caminhos do rock. Graças a ele hoje conheço de Iron a Led e tenho todas as minhas influências musicas. Obrigada tio.

Mais matérias de Jakline Costa no Whiplash.Net.