Matérias Mais Lidas

AC/DC: as ordens de Malcolm para quem ia subir ao palcoAC/DC
As ordens de Malcolm para quem ia subir ao palco

Iron Maiden: As 44 músicas nunca tocadas ao vivo, segundo a LoudwireIron Maiden
As 44 músicas nunca tocadas ao vivo, segundo a Loudwire

AC/DC: a reação de Angus Young quando ouviu Jimi Hendrix pela primeira vezAC/DC
A reação de Angus Young quando ouviu Jimi Hendrix pela primeira vez

David Ellefson: a diferença de trabalhar com Max Cavalera e Dave Mustaine, segundo eleDavid Ellefson
A diferença de trabalhar com Max Cavalera e Dave Mustaine, segundo ele

Metallica: a fortuna que Robert Trujillo recebeu só para se juntar à bandaMetallica
A fortuna que Robert Trujillo recebeu só para se juntar à banda

Metaleiro também ama: músicas escritas por bandas de metal que falam de amorMetaleiro também ama
Músicas escritas por bandas de metal que falam de amor

Guns N' Roses: quando a banda ajudou Ian Astbury, do The Cult, a fugir da políciaGuns N' Roses
Quando a banda ajudou Ian Astbury, do The Cult, a fugir da polícia

Gene Simmons: como Paul Stanley teve a ideia do nome KissGene Simmons
Como Paul Stanley teve a ideia do nome Kiss

Nightwish: As 10 músicas que mudaram a vida de Floor JansenNightwish
As 10 músicas que mudaram a vida de Floor Jansen

Motorhead: 10 das frases mais marcantes de Lemmy KilmisterMotorhead
10 das frases mais marcantes de Lemmy Kilmister

Pitty: cantora publica foto nua na internet e bate recorde de curtidasPitty
Cantora publica foto nua na internet e bate recorde de curtidas

Dia dos Namorados: 15 músicas para você ouvir junto com mozão nesta data especialDia dos Namorados
15 músicas para você ouvir junto com "mozão" nesta data especial

Brian May: por que ele prefere tocar com moeda ao invés de palhetaBrian May
Por que ele prefere tocar com moeda ao invés de palheta

Andre Matos: músicas gravadas em 2019 chegaram a reuni-lo com Rafael BittencourtAndre Matos
Músicas gravadas em 2019 chegaram a reuni-lo com Rafael Bittencourt

Sepultura: Wacken Open Air compartilha quatro clássicos da banda do show de 2018Sepultura
Wacken Open Air compartilha quatro clássicos da banda do show de 2018


Blind Guardian
Stamp

Yngwie Malmsteen: Meu livro é uma carta de amor para a América

Por Janine Nogueira
Fonte: Blabbermouth
Em 06/06/14

John Parks, da Legendary Rock Interviews, recentemente conduziu uma entrevista com o legendário guitarrista sueco Yngwie Malmsteen. Alguns trechos da conversa a seguir:

Legendary Rock Interviews: queria começar perguntando a você sobre sua autobiografia, "Relentless", lançada ano passado. Escrever um livro pode ser bastante revelador e também pode responder muitas questões que fãs ou jornalistas perguntam a você repetidamente por anos. Você descobriu que esse é realmente o caso em se tratando de documentar a história de sua vida?

Yngwie: sim, mas eu acho que é ainda mais profundo do que isso. Foi uma longa experiência. Eu comecei a escrever o livro, mais ou menos, em 2006. Eu o escrevi, parei um pouco e, então, voltei a ele e coisa do gênero. Então...se você ler o livro, ou se acompanha minha carreira, ou sabe algo sobre mim, sabe que eu passei por muitas fases diferentes, por assim dizer. A coisa é, quando eu olho para trás, para o que eu fiz, algumas coisas me deixam tipo, "wow, isso não pode ser eu. Não pode ser algo que eu tenha feito. Tem que ser outra pessoa." Uma parte do livro, para mim, é quase como assistir a um filme, quase como "Wolf of Wall Street" ("O Lobo de Wall Street"), com esse estilo de vida totalmente louco e ultrajante. Um comportamento totalmente bizarro que não condiz com o meu hoje em dia [risos] Eu apenas vivo um estilo de vida limpo, normal, o qual muita gente chamaria de o de uma pessoa [risos] chata, porque eu não faço nada de mais hoje em dia. Apenas toco guitarra.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Legendary Rock Interviews: você é um homem de família.

Yngwie: Sim e, sabe, eu me sinto melhor do que nunca e em melhor forma do que nunca. Eu me sinto muito estável, muito focado e extraordinário. É muito bom, mas quando olho para as coisas que eu já fiz ou costumava fazer eu realmente fico "wow, eu realmente não posso acreditar nisso." Realmente parece inacreditável, como se estivesse assistindo a um filme, ou lendo uma história sobre alguém completamente diferente, então essa foi uma parte da reflexão de escrever o livro, sabe. A outra coisa é, eu fiquei surpreso que a minha memória é muito, muito boa. Eu lembro de tudo e alguns detalhes que são difíceis de acreditar porque algumas das coisas eu fiz durante os anos, mas é verdade que eu lembro de tudo. Tudo no livro é verdadeiro, também, o que é importante. Tanta coisa foi escrita sobre mim em revistas, na internet ou até em livros não autorizados e, a maior parte delas é completamente bobagem, então levar a verdadeira história à tona foi outra razão pela qual eu me senti fortemente motivado para lançar o livro. Eu também queria contar a história mais do ângulo da experiência pessoal de me tornar o que eu sou, tipo isso, ou ser o que eu sou se isso fizer mais sentido para você.

Legendary Rock Interviews: tem algumas coisas no livro sobre você que eu nunca saberia, ou saberia mas não entenderia, incluindo os seus primeiros anos como criança na Suécia. Você acha que muitos americanos cometem alguns equívocos sobre a sua terra natal ou sobre você quando criança?

Yngwie: Sim. Vindo de um lugar tão obscuro, para começar, e tendo crescido em um ambiente muito diferente disso na América. Muitos americanos, eu acho, não poderiam entender a sociedade na qual eu cresci. É uma filosofia completamente diferente da americana. O sistema educacional basicamente dita a você o que você pode ser. Nos Estados Unidos eles olhariam para você e diriam "ok, pequeno Johnny, você pode ser um médico, ou um músico, ou o presidente", mas na Suécia, eles iriam olhar para você e dizer "você é nada, você nunca será alguma coisa, você é um pedaço de merda. Agora cale a boca e fique na porra do seu lugar." É assim que eles faziam as coisas, mas isso não funcionou para mim. Eu sou um tipo de pessoa muito bombástica e determinada, eu sou inexorável, basicamente, e por mais que eles me empurrassem, eu os empurrava de volta mais forte. Então, obviamente, eu precisava sair dali. A coisa toda, que eu discuto bastante no livro, é que o que eu procurava fazer era basicamente impossível de ser feito na Suécia, motivo pelo qual eu tenho tanto amor pela América. Meu livro é basicamente uma carta de amor para a América. Eu amo esse país mais do que qualquer coisa na porra do mundo; você nem pode imaginar o quanto eu amo a América.

Legendary Rock Interviews: muito desse amor é baseado na liberdade musical e de carreira da qual você goza?

Yngwie: sim, mas é muito mais profundo que isso. Tudo o que eu penso que uma sociedade deveria oferecer a alguém, que nada mais é que a habilidade de ser capaz de fazer o que você quiser fazer, é oferecido pela América. Você não tem nada de graça. Eu não estou pedindo por nada de graça, e ninguém deveria ter nada de graça, mas o que eles devem ter é a oportunidade de fazer qualquer porra que eles quiserem fazer, e ninguém deveria ser capaz de te parar. Se você obtiver sucesso, maravilhoso, se não, é difícil, irmão, mas na Suécia, você não tinha sequer a habilidade ou a oportunidade para tentar, e a essa mentalidade eu sou contrário. Estou convencido de que tem poucos americanos, se não nenhum, que poderiam ao menos começar a acreditar ou entender o que viver em um país socialista faz com uma pessoa. Mata a pessoa, mata a alma, mata tudo, mata, só pra começar, todo o propósito de se estar vivo. É a pior coisa que você pode fazer a uma pessoa. Em uma situação como essa é como na Rússia, contanto que se esteja em um sistema societário será sobre isso. Uma mentalidade é embutida nas pessoas, como uma lavagem cerebral, e é ruim, cara. Nesse país, tudo, toda essa liberdade, é, às vezes, menosprezada e nem sequer discutida. É tipo, "Oh, você quer fazer isso? OK, faça isso!!" É como é na América, e eu amo isso."

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Blind Guardian
Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Yngwie Malmsteen: guitarrista compartilha tema gravado para lutador de pro wrestlingYngwie Malmsteen
Guitarrista compartilha tema gravado para lutador de pro wrestling

Yngwie Malmsteen: ouça Relentless Fury, faixa do próximo álbum de estúdioYngwie Malmsteen
Ouça "Relentless Fury", faixa do próximo álbum de estúdio

Yngwie Malmsteen sobre comparação com Van Halen: há artistas que criam tendênciasYngwie Malmsteen sobre comparação com Van Halen
"há artistas que criam tendências"

Yngwie Malmsteen: guitarrista anuncia novo álbum Parabellum e libera single; ouçaYngwie Malmsteen
Guitarrista anuncia novo álbum "Parabellum" e libera single; ouça

Yngwie Malmsteen: Mark Boals diz que gostaria de desouvir os vocais deleYngwie Malmsteen
Mark Boals diz que gostaria de "desouvir" os vocais dele

Rudy Sarzo: por que ele recusou deixar Yngwie Malmsteen para tocar com DioRudy Sarzo
Por que ele recusou deixar Yngwie Malmsteen para tocar com Dio

Yngwie Malmsteen: novo álbum muito extremo sai em julhoYngwie Malmsteen
Novo álbum "muito extremo" sai em julho


Yngwie Malmsteen: Joe Lynn Turner fala sobre ego do guitarristaYngwie Malmsteen
Joe Lynn Turner fala sobre ego do guitarrista

Disney: empresa lança disco com clássicos em versão power metalDisney
Empresa lança disco com clássicos em versão power metal

Yngwie Malmsteen: veja-o cantar Burn, do Deep Purple, em showYngwie Malmsteen
Veja-o cantar "Burn", do Deep Purple, em show


Slipknot: como são os membros da banda sem as máscaras?Slipknot
Como são os membros da banda sem as máscaras?

Steven Tyler: primeira vez aos 7 anos, com duas gêmeasSteven Tyler
Primeira vez aos 7 anos, com duas gêmeas


Sobre Janine Nogueira

Horns up! \m/ Meu nome é Janine (isso, tipo aquela atriz pornô da capa do Enema of the State, do Blink 182) e estou no finalzinho do curso de Jornalismo. Moro em Fortaleza-CE, sou apaixonada por música, Dante's Inferno, Lovecraft, sorvete de menta, pelo Geezer Butler e a lista continua. Come at me, bro!

Mais matérias de Janine Nogueira.