Pantera: em 1986, a aversão ao mainstream ainda no underground

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Playa Del Nacho
Enviar correções  |  Comentários  | 


4110 acessosPantera: qual a verdade sobre a imagem do Vulgar Display of Power?5000 acessosDavid Bowie: a última foto pública e a última foto privada

Em 1986, a revista METAL FORCES entrevistou o então ascendente ao trono PANTERA, que ainda era uma banda do underground texano lançando discos independentes. A banda, que já chamava bastante atenção no circuito, impressionou o jornalista estadunidense Dave Reynolds, que os entrevistou para o #16 da revista, logo após lançarem “I Am The Night”. O que segue abaixo são trechos traduzidos da entrevista:

[...] “I Am The Night” é um disco que fez as cabeças balançarem aqui na Metal Forces de um modo que não rolava desde, vamos dizer, ’Kill’Em All’ do METALLICA. O que há de tão especial no PANTERA? Muita coisa, eu digo, mas você tem mesmo que ouvir o disco deles antes de ler mais.” [...]

[...] O que eu não entendo é porque vocês ainda não assinaram com uma gravadora grande ainda.

Vinnie: “Também não conseguimos entender! Mas finalmente fizemos uns contatos com grandes gravadoras. A Gold Mountain está interessada em nós, e também a Jet, a Geffen e a Atlantic, então ainda estamos esperando. Quem sabe, quando chegar o verão, teremos um contrato.”

Darrell: “Não rolava nada até que o LOUDNESS e o KEEL tocaram aqui alguns meses atrás. Eu dei uma fita para Marc Ferrari do Keel com o nosso som, e ele tem sido de grande ajuda, porque ele curtiu e ele deve ter levado pra alguém na Gold Mountain ouvir.”

Então quem sabe vocês gravem o próximo disco por um selo grande?

Vinnie: “Bem, se não tivermos assinado um contrato até o verão, então lançaremos outro disco pela Metal Magic. Vamos deixar rolar, e estamos compondo material novo no momento.”


Se vocês tiverem sorte o suficiente para assinar um contato, eu espero que eles não aboiolem vocês, como a Geffen fez com o Black N’ Blue!

Vinnie: “Se de fato formos contratados, só vai ser pra tocar heavy metal. Sem essa de se aboiolar. Quando o primeiro disco do Black N’ Blue saiu, era legal, mas o último foi muito ruim. Não tem essa de sucessos Top 10 com a gente!” [...]

[...] Vocês acham que podem ficar no Texas, ao invés de se mudarem para Los Angeles?

Vinnie: “Não queremos mudar pra LA a menos que tenhamos. Entretanto, criamos o maior mercado que podemos no Texas tocando em Houston, Dallas, Austin, etc. nos últimos três anos. Nós poderíamos encarar uma mudança só pra ver como nossa música funciona em Los Angeles ou Nova Iorque. Não nos importaríamos de nos mudar pra NYC.”

Darrell: “Somos muito felizes por sermos do Texas e somos uma banda radical de metal! Nunca fomos influenciados pelo que está acontecendo em LA ou começamos a tocar Mötley Crüe e Ratt. A gente bota pra fuder mesmo e sempre fazemos com que o público venha pra frente do palco e se divirta.” [...]


[...] Vocês parecem ter uma pegada bem heavy, e ainda assim possuem a melodia que mesmo o Crüe e o Ratt não conseguem bater.

Vinnie: “A gente é pesado! Nossa música é o que nos torna pesado, mas nosso vocalista [Terrence Lee] é o que nos torna melódicos. Gostamos mesmo é de thrash, mas há tantas bandas com esse tipo de som. Então queremos fazer algo mais tipo VAN HALEN/JUDAS PRIEST, que é o que nos arrebatou anos atrás, mas o metal só ficou mais pesado. Nós não escutamos death metal, mas não vamos nos afrescalhar. O Metallica é nossa banda favorita atualmente, e tem outras bandas muito boas nesse estilo.” [...]

[...] Vocês parecem estar desenvolvendo um visual bem chamativo, eu notei isso também.

Vinnie: “Eu acho que é porque começamos ouvindo Van Halen, mas nós não queremos uma imagem extravagante e não queremos que ninguém nos diga que devemos usar isso ou aquilo. Talvez quando assinemos um contrato possamos trabalhar num visual ou algo do tipo, mas é a música que realmente importa. Não queremos parecer com nenhuma outra banda e com certeza não somos glam.”

Transcrição da entrevista- em inglês - na íntegra:
http://playadelnacho.wordpress.com/2013/01/30/classic-panter...

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 31 de janeiro de 2013
Post de 06 de julho de 2016

PanteraPantera
Qual a verdade sobre a imagem do Vulgar Display of Power?

560 acessosPantera: Rex diz que "Buried Alive" não é um tributo a Dimebag1289 acessosGuitarristas: em vídeo, 5 fodões do instrumento quando bem jovens594 acessosRex Brown: ouça "Buried Alive", do seu primeiro álbum solo0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Pantera"

AnselmoAnselmo
"Se Dimebag fosse vivo, estaríamos tocando juntos!"

Phil AnselmoPhil Anselmo
"Pouco se fodendo" para haters de Internet

Guns N RosesGuns N' Roses
Pantera tocava todas as músicas do "Appetite For Destruction"

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Pantera"

David BowieDavid Bowie
A última foto pública e a última foto privada

A7XA7X
Curiosidades sobre a banda que talvez você não saiba

MetallicaMetallica
Os fantasticos carros de James Hetfield

5000 acessosReligião: os rockstars que se converteram5000 acessosO Whiplash.Net protege quem anuncia no site?5000 acessosRhythm: os bateristas mais influentes de todos os tempos5000 acessosMais true que o original: Gangnam Style em versão Metal4326 acessosHeavy Metal: M. Shadows do A7X elege seus 10 discos preferidos5000 acessosGinger Baker: ele odeia profundamente o Heavy Metal

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online