Matérias Mais Lidas

imagemO reencontro entre Steve Harris e Paul Di'Anno na Croácia

imagemA fundamental diferença entre Paulo Ricardo e Schiavon que levou RPM ao fim

imagemA opinião de Arnaldo Antunes sobre a competição interna que havia nos Titãs

imagemO dia que Serguei fez um react do clipe de "Recomeçar", o hit do Restart

imagemAdrian Smith conta como Iron Maiden permaneceu forte e era grunge passou

imagemNicko McBrain, do Iron Maiden, mostra o seu novo (e enorme) kit de bateria

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemDee Snider cutuca bandas com falsas aposentadorias e ingressos caros

imagemMetade das pessoas com menos de 23 anos desconhecem Pink Floyd, David Bowie e Bon Jovi

imagemEddie aparece em versão samurai no primeiro show do Iron Maiden em 2022; veja foto

imagem"Metal Tour Of The Year" chega ao fim e Megadeth agradece bandas participantes

imagemAngra: Quantos shows seguidos a voz aguenta sem restrições? Fabio Lione responde

imagemFrank Zappa disse a Steve Vai que ele soava como "um pão com mortadela elétrico"

imagemOzzy Osbourne diz que "tinha muito o que provar" com "No More Tears"


Evil Emperor - metal extremo direto do Sul

Por Vitor Franceschini
Fonte: Blog Arte Metal
Em 24/01/13

publicidade

Há bandas em que a persistência somada à fidelidade pelo Metal extremo é um dos principais combustíveis para continuar a árdua caminhada que se trilha no underground. Esse é o caso da banda gaúcha Evil Emperor, que surgiu há mais de dez anos e já passou por diversos problemas na sua carreira, desde os comuns entre as bandas do gênero até acidentes físicos. Talvez isso se reflita no excelente "Evil Emperor", primeiro trabalho do quinteto lançado em 2011, onde as raízes do Metal extremo se juntam com a aura maléfica que o som pesado tupiniquim sempre dispôs aos nossos ouvidos. Com Rodrigo Volkweis (vocal), Rikardo Schroeder e Eduardo Fallavena (guitarras), Rodrigo "Lamazuus" Linn (baixo) e André Rodrigues (bateria), o Evil Emperor deu seu primeiro grande passo e agora procura se estabilizar como um dos maiores nomes do Death/Black Metal nacional. Falamos com o dono das baquetas sobre seu mais recente trabalho e tudo mais que envolve e envolveu a banda nos últimos anos em uma conversa direta. Confira nas linhas abaixo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O Evil Emperor iniciou sua trajetória investindo em uma sonoridade voltada para o Black Metal. Hoje a banda soa mais Death Metal do que nunca, mesmo ainda possuindo algumas características do Metal negro, como a temática por exemplo. Essa mudança de estilo foi proposital ou fluiu naturalmente durante a caminhada da banda até então?

André Rodrigues: A banda iniciou focando mais na sonoridade Black Metal com pitadas de Thrash também, mas com o tempo as composições foram aparecendo e a mudança aconteceu naturalmente. Hoje a sonoridade assemelha-se mais no Death Metal, porém ao escutar nossas músicas, pode-se notar diversas influências, desde o Black até o Grind.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Mesmo sendo formada em 2002 o primeiro full length só saiu quase dez anos depois da fundação da banda. Por que tanta demora em lançar um álbum oficial?

AR: Esse material já era para estar pronto faz muito tempo, mas muitos imprevistos fizeram com que esse lançamento atrasasse. Passamos por uma troca de formação, acidentes físicos, problemas com a prensagem dos CDs... Enfim, passamos por todo tipo de azar imaginável. Mas, finalmente estamos com o disco em mãos! Para nós é um grandioso feito conseguir lançar esse material e seguir com o trabalho há mais de dez anos, buscando melhorar cada vez mais!

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

"Evil Emperor" foi lançado há quase dois anos e foi um trabalho totalmente independente em termos de produção e composição. Como foi a concepção deste álbum?

AR: O disco foi finalizado em 2011 e disponibilizado para audição na internet, mas só saiu de maneira física em 2012 pelo selo paulista Rotten Foetus. A concepção foi fácil, pois sabíamos exatamente o que queríamos e tínhamos ao nosso lado o grande produtor Fábio Lentino. O cara manja do assunto, trabalha muito bem com as nossas opiniões e sempre se empenha para que o resultado seja o melhor possível.

"Evil Emperor" traz uma sonoridade mais focada nas raízes do Metal extremo e tem aquele clima típico de bandas de Death Metal brasileiras do final da década de 80 e início da de 90. O que vocês podem nos falar a respeito?

AR: Na verdade, nunca nos preocupamos com o que soava parecido com o nosso som. Tocamos assim, pois gostamos dessa sonoridade e ela aparece naturalmente durante as nossas composições. Além disso, é um grande elogio saber que as nossas músicas são comparáveis a tal clima de antigamente do cenário brasileiro. Esperamos sempre agradar o público e receber mais comparações desse tipo!

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Devoured by Inner Bestiality, Black Death e Living Machines são meus destaques no trabalho. Vocês tem predileção ou um carinho especial por alguma faixa?

AR: Bah, obviamente cada membro tem a sua preferida! Eu curto muito a Maldição e Evil Emperor. Mas de maneira geral o público elogia bastante a Devoured By Inner Bestiality e a Black Death, executada ao vivo, que sempre faz com que todo mundo sempre agite muito.

Além disso, há uma faixa cantada em português, Maldição. Por que incluir uma composição cantada em nossa língua pátria? Há possibilidades de isso acontecer em um futuro trabalho?

AR: A música Maldição já era cantada em português e estava na demo "Butcher of Souls" (2007). Apenas regrávamos ela com uma letra nova. Gostamos de fazer sons em português e pretendemos colocar pelo menos um som em nossa língua nos novos trabalhos. Para o próximo disco já temos o som pronto com letra em português e quem sabe futuramente até lançamos um disco todo em português.

Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

Como vocês vêem este trabalho hoje? Já dá pra ter uma noção melhor do que ele representa?

AR: Desde o início sempre fizemos o nosso trabalho focando um resultado bacana para o público e que fosse algo que nós realmente gostamos de estar tocando. Então, o que posso dizer é que somente quem já penou para lançar um material independente sabe como é satisfatório poder dizer que concluiu um grande objetivo.

Qual foi e como está a repercussão do trabalho? Como tem sido a crítica e a receptividade do público perante a ele?

AR: Tivemos uma receptividade excelente do público e da crítica, colhendo diversos elogios e, principalmente, vendo cada vez mais pessoas curtindo nosso trabalho. Esperamos evoluir ainda mais nas nossas próximas composições, para que a repercurssão seja cada vez maior.

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

Recentemente vocês disponibilizaram "Evil Emperor" para download gratuito na internet. O que levou a banda a tomar essa decisão e o que vocês pensam a respeito dessa nova era do download?

AR: Resolvemos colocar o álbum para download para o pessoal conhecer mais o nosso trabalho e assim poder divulgá-lo para o mundo todo, já que com a internet é muito maior o alcance. Sou a favor do download, com ele é mais fácil o acesso às bandas e mais fácil de conhecer os seus trabalhos. E acredito que download não diminui a venda de disco, pois quem quiser comprar o material físico irá adquirir mesmo tendo ele em download ou não.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A banda já tem material novo composto, há previsão de lançamento de mais um trabalho? Enfim, quais os planos da Evil Emperor para 2013?

AR: Sim, já temos alguns sons novos, pretendemos fechar uns 10 sons e começar a gravar. Quanto ao lançamento acredito que saia no final de 2013 ou começo de 2014! Para 2013 iremos continuar fazendo shows, divulgar o nosso 1º disco e assim que o material novo estiver pronto vamos gravar!

Como está a agenda da banda para este ano?

AR: Por enquanto nenhum show agendado, mas já estamos em negociação de alguns. Quem tiver interesse de levar a Evil Emperor para sua cidade é só entrar em contato.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Podem deixar uma mensagem aos leitores.

AR: Primeiro, queremos agradecer pela força e espaço que o Blog Arte Metal tem nos dado. Além disso, gostaríamos de dizer para o pessoal que continuem apoiando o underground! Vão aos shows! Conheçam mais sobre as bandas! Divulguem e curtam! Afinal, as bandas existem por causa de vocês, que apoiam e curtem o trabalho delas! E para quem quiser adquirir nosso CD, ficar por dentro das novidades e tudo mais, basta acessar os links abaixo. Valeu! Grande abraço!

http://www.facebook.com/evilemperorband
http://www.myspace.com/evilemperorband
http://www.youtube.com/evilemperorband
E-mail: [email protected]

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini.