Voodoopriest: "não me passava pela cabeça uma volta tão rápida"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Breno Airan, Fonte: Rock na Velha
Enviar correções  |  Ver Acessos

O TORTURE SQUAD teve uma baixa em abril último, que pegou a todos os fãs de surpresa: o vocalista VICTOR RODRIGUES dava adeus à banda, mas não à carreira.

Prontamente, ainda em dezembro de 2012, ele anunciou um novo projeto, o VOODOOPRIEST. "Pra falar a verdade, não me passava pela cabeça uma volta tão rápida, mas como recebi muitas mensagens na minha página no Facebook e e-mails de fãs, amigos e músicos me perguntando sobre, comecei a pensar nos integrantes que poderiam fazer parte dessa nova banda", conta ele em entrevista para a revista Rock Meeting.

E adianta: "A primeira coisa que fiz foi uma lista com alguns caras que eu já conhecia e que eu considerava bons instrumentistas, além de serem pessoas legais".

O quinteto tem Rodrigues nos microfones, CÉSAR COVERO (Endrah, ex-Nervochaos) e RENATO DE LUCCAS (Exhortation) nas guitarras, BRUNO POMPEO (Aggression Tales, ex-CPM) e EDU NICOLINI (ex-Nitrominds, ex-Musica Diablo).

Em um dos shows do Torture Squad na Europa, o nome do atual projeto já ficara na mente do vocalista.

"Eu tinha o costume de virar os olhos em alguns momentos dos shows, deixando só o branco do olho aparecer. Um dia, fizemos uma apresentação em uma cidade da Alemanha e havia uma luz vermelha em cima do palco. A certa altura da apresentação, me posicionei debaixo desse spot vermelho e virei os olhos. Deve ter sido uma visão assustadora [risos]. Depois do show, um alemão veio nos cumprimentar e me disse que, quando eu virava os olhos, eu parecia um 'voodoo priest', ou seja, um sacerdote vodu. Achei muito legal esse elogio [risos]. Desde esse dia, o nome Voodoopriest não saiu da minha cabeça", relata.

Segundo ele, o primeiro EP já está em fase de mixagem e masterização e deve sair ainda no início deste ano. Para matar a curiosidade do público, foi divulgada a faixa "Reborn" pela internet.

"A receptividade está sendo melhor do que esperávamos. Aliás, estamos bastante surpresos [...]. Não imaginávamos que essa nova banda iria causar tanta repercussão e ansiedade nas pessoas. Isso é muito bacana, porque a gente não lançou nada ainda", coloca Rodrigues, salientando que só saiu do Torture Squad porque precisava de novos ares, novos desafios.

A entrevista exclusiva na íntegra, feita pela Rock Meeting, o leitor pode conferir clicando no link abaixo:

http://migre.me/cH1Rx

E para fazer o download da edição de número 40 da revista:

http://migre.me/cH1bN




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Voodoo Priest"Todas as matérias sobre "Torture Squad"


Torture Squad: Invadindo camarim do Iron Maiden por engano (vídeo)Torture Squad
Invadindo camarim do Iron Maiden por engano (vídeo)

Torture Squad: capa, nome e músicas da coletânea que será lançada digitalmenteRock In Rio: filmagem profissional do Torture Squad, Claustrofobia e Chuck BillyTorture Squad: assista apresentação completa no Kiss ClubTorture Squad: "Blood Sacrifice", "Raise You Horns" e "Horror and Torture" no RIR

Rock in Rio: veja vídeos do show de Chuck Billy, Torture Squad e ClaustrofobiaRock in Rio
Veja vídeos do show de Chuck Billy, Torture Squad e Claustrofobia

Rock in Rio 2019: horários do dia do metal passam por pequena alteraçãoRock in Rio 2019
Horários do "dia do metal" passam por pequena alteração

Sepultura: Amilcar Christófaro substitui Eloy Casagrande durante show em festivalSepultura
Amilcar Christófaro substitui Eloy Casagrande durante show em festival

Scream Blog Gore: Copa do Brasil - E se os times fossem bandas?Scream Blog Gore
Copa do Brasil - E se os times fossem bandas?

Café com Ócio: 15 melhores discos do Metal Nacional - 2000 a 2010Café com Ócio
15 melhores discos do Metal Nacional - 2000 a 2010


Pensadores e autores que inspiraram o Heavy Metal: Friedrich NietzschePensadores e autores que inspiraram o Heavy Metal
Friedrich Nietzsche

Galeria: Musas do Rock e Heavy MetalGaleria
Musas do Rock e Heavy Metal


Sobre Breno Airan

Acima de tudo, um forte. Ser roqueiro no Nordeste é estar cercado de olhares de soslaio. Mas ele sabe ser simpático. Começou a escutar Heavy Metal ainda na barriga da mãe. A seu pai, uma verdadeira enciclopédia do estilo, deve tudo. Aos 14 anos, pediu para uma tia R$ 12 de presente de Natal, foi a uma loja de CDs usados e catou logo o "Rust in Peace", do Megadeth - em perfeito estado, inclusive. Daí por diante, a paixão só vem aumentando. É editor do blog Rock na Velha, integrante do blog Combe do Iommi e colaborador da revista alagoana Rock Meeting. Ainda tem tempo para ser jornalista e de tocar baixo em sua banda de Hard Rock, a Azul Manteiga.

Mais matérias de Breno Airan no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336