Slasher: em nome do Thrash Metal!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Rômel Santos, Fonte: Island Press, Press-Release
Enviar correções  |  Ver Acessos

Press-release - Clique para divulgar gratuitamente sua banda ou projeto.


Em contínuo crescimento após e bem recebido primeiro álbum de estúdio, "Pray For The Dead", Lucas Bagatella (guitarrra), Lúcio Nunes (guitarra) e Wellington Clemente (baixo) concederam uma entrevista ao blog Up The Metal Flag.

Slayer: Gary Holt é realmente um cara mal-agradecidoHumor: Não basta ouvir Master Of Puppets para ser Thrash

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Vocês já são bem conhecidos no cenário metal, mas é sempre bom relembrar a história da banda. Falem um pouco a respeito da trajetória do Slasher.

Lúcio Nunes: Começamos a trabalhar com a banda no ano de 2008 na cidade de Itapira/SP a partir o fim de outros projetos que tínhamos. De lá pra cá, lançamos um EP, um single, um álbum e amadurecemos muito como músicos. Obtivemos um reconhecimento considerável que veio na forma de novos fãs e destaques nas principais mídias especializadas do gênero como Whiplash.net, Roadie Crew e, recentemente, rolou até uma entrevista na EPTV, afiliada da Rede Globo. Passamos por duas mudanças de formação, sendo a mais recente a entrada do novo vocalista Skeeter que estreiou com a gente neste último sábado (N.R. 11 de agosto, à época que realizei a entrevista).

De onde vem as inspirações para a composição das músicas?

Lucas 'Lucão' Bagatella: Os absurdos da nossa sociedade são as maiores fontes de informações e ideias. Somados a outros temas que nos interessamos em filmes e livros de gêneros como Suspense, Terror, Ficção, Psicologia e Filosofia.

Wellington Clemente: O nome da banda originou-se exatamente por ser um sub-genêro do Terror que é o meu gênero favorito de filmes. Por isso, sugeri esse nome quando nos reunimos pela primeira vez. O conceito encaixou-se perfeitamente ao que queríamos, além de ser um nome direto e de fácil memorização.

Quais seriam os nomes que vocês citariam como principais influências do Slasher? E, na atual indústria musical, há algum artista que vocês têm como referência?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Lucão: Eu sempre curti do Blues ao Metal extremo. Todos na banda também têm gostos bem variados dentro do Rock. Apesar desta gama de vertentes apresentar contrastes e sonoridades diferentes, tudo isso acaba nos proporcionando novas ideias, tornando-se influências diretas ou indiretas pra nós e nos desprende das limitações de um estilo específico. Temos um consenso bem claro, fazer música pesada e agressiva. Naturalmente, bandas como Slayer, Sepultura, Testament, Exodus, Venon, Dorsal Atlântica, Korzus, Anthrax, Obituary, At the Gates e Kreator sempre foram parte dos nossos discos de cabeceira. Na indústria musical atual temos o Lamb of God, Chimaira, Nevermore, Opeth, Tool, In Flames, Kataklysm, entre outras.

Para ler a entrevista completa acesse: http://upthemetalflag.blogspot.com.br/2012/09/slasher-em-nome-do-thrash-metal.html




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Slasher"


Metal Nacional: Confira bandas que se destacaram em 2015Metal Nacional
Confira bandas que se destacaram em 2015

Thrash Metal: 20 bandas brasileiras de qualidade inquestionávelThrash Metal
20 bandas brasileiras de qualidade inquestionável


Slayer: Gary Holt é realmente um cara mal-agradecidoSlayer
Gary Holt é realmente um cara mal-agradecido

Humor: Não basta ouvir Master Of Puppets para ser ThrashHumor
Não basta ouvir Master Of Puppets para ser Thrash


Sobre Rômel Santos

Proprietário da ISLAND PRESS, empresa especializada na divulgação de grupos musicais e artistas pertencentes ao universo do Rock 'N' Roll, Heavy Metal e Música Instrumental. A ISLAND PRESS tem como objetivo principal de realizar um trabalho diferenciado e manter uma relação profissional e harmoniosa com os clientes, com base no respeito mútuo.

Mais matérias de Rômel Santos no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280