JackDevil: André Nadler fala sobre a cena maranhense.

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Diogo Miranda de Azevedo
Enviar correções  |  Comentários  | 


André Nadler, vocalista/guitarrista da JACKDEVIL, fala com exclusividade para o Whiplash, sobre a DEMO "Under The Satan Command": novidades, shows, músicas e do novo clipe "Under The Metal Command". E também sobre o destaque na seção "Garage Demos - Roadie Crew", e as suas experiências na cena do metal maranhense: "(...) Tem mais gente preocupada com a vida dos integrantes das bandas preferindo falar mal deles a pagar os ingressos dos shows (...)".
4725 acessosJackdevil: Extremistas e homofóbicos deveriam largar o metal5000 acessosAxl Rose: sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley

Quanto tempo você toca guitarra?

André: Comecei bem jovem a tocar guitarra, tinha aproximadamente 13 ou 14 anos quando comprei minha primeira guitarra e depois disso nunca mais consegui parar de me dedicar a este instrumento.

De onde surgiu o gosto pelo metal e quais bandas/estilos você curte?

André: O primeiro álbum que ouvi foi o "Master of Reality - Black Sabbath" seguido do "Killers - Iron Maiden" e "Led Zeppelin IV - Led Zeppelin" que por acaso estavam abandonados pelo pai de um amigo meu de escola em sua casa. O mais interessante é que escutei estes três grandes álbuns em vinil, pois naquela época o CD ainda não era tão popular quanto hoje.

Quais as bandas que você já tocou?

André: Já toquei em algumas bandas da cidade e de vários estilos, até porque comecei bem cedo, mas bandas sérias e com materiais mais concretos, digamos assim, participei da MARTHIRIA (Thrash Metal) e da MADAME CAOS (Rock N’ Roll/Hard Rock).

Por que o nome "JackDevil"?

André: O nome jackdevil surgiu de um filme que assisti. Um filme do Zé do Caixão tinha um personagem com esse nome, e com o passar do tempo o nome foi pegando e acabamos ficando com ele mesmo. Algumas pessoas que curtem a banda geralmente nos chamam "carinhosamente" de Zeca Diabo, ou seja, até em português o nome pegou mesmo (risos).

Qual o seu objetivo com a JACKDEVIL?

André: Bem, creio que hoje o nosso maior objetivo hoje é espalhar e promover o nosso estilo para o maior número de pessoas possíveis. Gostamos e nos dedicamos muito, e fazemos nosso trabalho de coração, tudo por puro amor ao Heavy Metal e não existe recompensa maior do que ver as pessoas retribuindo o nosso trabalho quando nos parabenizando e nos motivando a sempre continuar.

Você e Renato Igor são os idealizadores da banda. Conte um pouco dessa amizade e com os outros membros: Filipe e Ricardo.

André: Sempre pensamos parecido e sempre tivemos vontade de montar um projeto no qual nós pudéssemos mesclar nossas ideais, conheço o Renato já faz uns 10 anos e é sempre bom subir aos palcos com alguém que você admira como músico e como pessoa, então é uma satisfação minha tê-lo como companheiro. A banda é sempre muito unida nas decisões, nos gostos musicais, em tudo, e sabemos administrar isso muito bem. E acredito que essa seja a fórmula da gente funcionar tão bem, o Ricardo e o Filipe são fundamentais; demoramos muito para encontrar pessoas que pensassem como nós, mas hoje digo que encontramos, pois esses dois também vivem esta história.

E a Demo "Under The Satan Command". Como foi todo o processo de criação/gravação?

André: Queríamos gravar algo bem "old school" mesmo, não queríamos uma grande produção de primeira, pois apenas queríamos mostrar os nossos primeiros passos com esta formação tanto que gravamos o instrumental do CD todos juntos, sem cortes, e depois apenas editamos e colocamos a voz e fizemos alguns reparos finais. Hoje estamos preparando algo mais trabalhado e bem mais nivelado do que o "Under The Satan Command", mas confesso que me orgulho muito de ter participado da criação desta DEMO.

Quais as influências da JACKDEVIL?

André: Em comum gostamos muito do "Thrash Metal" americano da "Bay Area", bandas como; METALLICA, SLAYER, TESTAMENT e ANTHRAX (Nova Iorque) sempre estão na nossa "playlist" no dia-a-dia, mas também somos eternos discípulos do NWOBHM (New Wave Of British Heavy Metal), tendo exemplo bandas como; ANGEL WITCH, TANK e DIAMOND HEAD, também estão encravados em nossos ouvidos.

Todos nós sabemos como é difícil manter uma banda, ainda mais, de Metal em São Luís – MA. Conte um pouco dessa experiência.

André: Realmente é muito complexo "sobreviver" as dificuldades de montar uma banda em nossa cidade, infelizmente São Luís não é uma cidade conhecida por lançar grandes bandas e artistas de Heavy Metal e estamos muito longe do eixo das grandes metrópoles de nosso país, porém com a internet e seus artifícios hoje podemos chegar bem mais longe e alcançar um público bem maior. Apesar de todas as dificuldades, a nossa cidade conta com diversas pessoas talentosas; fotógrafos, moderadores de sites, músicos, artistas e profissionais em geral que possuem talento de sobra, e é daí que levanto a hipótese de que São Luís, em relação a talentos e destaques, não deixa nada a desejar a outras grandes cidades.

O que acha da cena maranhense?

André: Sinceramente acho que podia ser bem melhor, poderíamos (vou generalizar, pois acho que todos nós somos responsáveis) ser mais coerentes e profissionais, e tratar a cena em si com mais atenção e profissionalismo. Não acredito muito nessa ideia de que devemos unir todos os estilos e vertentes, união nem sempre é bom, mas respeito sim. Existem várias bandas e pessoas engajadas no trabalho de levantar o "Rock n’ Roll" em nossa cidade, mas contamos com alguns posers (esses sim são posers pra mim!) que perdem tempo com inveja, com disse-me-disse e coisas que não cabem ao Heavy Metal conter. Tem mais gente preocupada com a vida dos integrantes das bandas preferindo falar mal deles a pagar os ingressos dos shows; e muita gente gosta de reclamar. Estamos muito avançados em relação a outras cidades se pararmos para analisar, pois temos várias lojas de rock, produtores e grandes shows em nossa cidade, mas alguns empecilhos não deixam a cena crescer mais, porém espero muito que isso mude em breve.

No mês de Agosto a DEMO conquistou uma inédita façanha para uma banda maranhense: Foi destaque na Seção Garage Demos da Roadie Crew. Fale dessa experiência.

André: Foi à realização de um sonho, desde mais jovem, quando eu comprava a Roadie Crew, sempre almejei sair com uma banda na Garage Demos, mesmo que não fosse como destaque. Mas sair como destaque, para mim e a meus companheiros, foi uma emoção única que nos deu a sensação de que estamos no caminho certo.

Fale sobre as novidades: shows, turnês, projetos...

André:
Temos muitas novidades e muitas coisas acontecendo, algumas só vamos poder revelar mais na frente: Shows por muitos lugares no ano que vem. Mas agora mesmo, nos concentramos na produção do novo material que se chamará "Faster Than Evil" e na divulgação do videoclipe de "Under The Metal Command". Também estamos fazendo algo histórico no próximo mês (outubro). Iremos fazer um show chamado "Devil 'Em All", onde a JACKDEVIL tocará o primeiro álbum do Metallica na íntegra, o "Kill 'Em All - Metallica", na mesma ordem do CD. Com certeza vai ser um show bem interessante, pois esse foi um dos álbuns que mais ouvimos para criar o "Under The Satan Command".

A JACKDEVIL lançou o clipe da "Under The Metal Command" faixa três da DEMO. Conte sobre o processo de produção/gravação.

André:
Demos a mesma cara da DEMO ao clipe, queríamos algo simples, direto, rápido e certeiro. Daí nós gravamos alguns "takes" pelo centro histórico em homenagem aos 400 anos de São Luís, de caos que vivemos nesta ilha e o resto foi em estúdio com a banda tocando.

Finalizando. Pra quem quiser conhecer ou contratar a banda. Quais os endereços, telefones...?

André: Para quem quiser saber mais sobre a JACKDEVIL temos alguns links que vou repassar abaixo, inclusive, com o link para download grátis de nosso primeiro trabalho, o "Under The Satan Command", e para quem quiser contratar a banda, basta acessar nossa pagina no facebook ou entrar em contato pelos números (98)8254-0245 ou (98)8122-6256.

LINKS:

FACEBOOK:
http://www.facebook.com/jackdevilband
TWITTER:
http://www.twitter.com/JACKDEVIL666
MYSPACE:
http://www.myspace.com/jackdevil666
DOWNLOAD:
http://www.mediafire.com/?9qdv27jx7dgcpeg

Muito obrigado por reservar um pouco do seu tempo pra dá essa entrevista esclarecedora, sempre é bom conhecer pessoas que estejam envolvidas com um trabalho sólido, como é o da JACKDEVIL. Esta banda que vem crescendo muito na cena maranhense e surgindo aos poucos na cena nacional, ganhando destaque em mídias importantes como a Roadie Crew e o Wikimetal, além de outros blogs especializados. Alguma consideração final?

André: Queria agradecer todos àqueles que nos ajudam direta e indiretamente. Queria agradecer também à nossa família e amigos que nos suportam, e principalmente, a oportunidade de falar sobre esta banda que integro com muito orgulho. E pedir para a galera, que puder ajudar a espalhar nosso som, que nos ajude divulgando para seus amigos, colegas de escola, de serviço... Enfim, precisamos muito propagar o nosso Heavy Metal, e é isso aí! Continuamos do lado daqui, eternamente sob o comando do metal!

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

JackdevilJackdevil
Extremistas e homofóbicos deveriam largar o metal

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Jack Devil"

NordesteNordeste
Cinco bandas que estão retomando o Old School

Metal NacionalMetal Nacional
As 10 melhores músicas de 2015

JackDevilJackDevil
Não somos cristãos, mas se fôssemos, qual o problema?

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Jack Devil"

Axl RoseAxl Rose
Sugerindo prática oral sexual a Paul Stanley

LuxúriaLuxúria
Uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história

Corey TaylorCorey Taylor
"Não comprem a playboy da Lindsay Lohan"

5000 acessosAlice in Chains: mensagem subliminar na capa de "The Devil Put Dinosaurs Here"5000 acessosMetallica: a regressão técnica de Lars Ulrich5000 acessosGhost: Nergal revelou a identidade de Papa Emeritus II?5000 acessosMetal Hammer: As melhores músicas da história do Death Metal5000 acessosWikimetal: os 100 maiores álbuns ao vivo já feitos5000 acessosHeavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1982

Sobre Diogo Miranda de Azevedo

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online