Ugly Kid Joe: entrevista exclusiva com a banda

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Paulo Finatto Jr.
Enviar correções  |  Ver Acessos

As vésperas de desembarcar no Brasil para uma nova turnê, a banda norte-americana UGLY KID JOE foi entrevistada com exclusividade pelo Whiplash.net! Na conversa, Whitfield Crane (vocal), Klaus Eichstadt (guitarra) e Shannon Larkin (baterista) contaram um pouco sobre a trajetória do grupo, que retornou à ativa recentemente, com o EP "Stairway to Hell". O álbum foi lançado em junho e possui uma característica nitidamente marcante: a sonoridade do grupo está mais crua e pesada. Confira abaixo também o que os caras têm na manga para mostrar em Florianópolis (9/8), São Paulo (11/8) e Porto Alegre (12/8).

Joe Satriani: por que ele não entrou no Deep Purple?"Cê tá de brincadeira, né?": quando grandes nomes vacilam

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash.Net: Antes do Brasil, o UGLY KID JOE se apresentou nos festivais Download (Reino Unido) e Sweden Rock (Suécia). A banda se sente mais confortável em grandes eventos ou em shows menores, como os da recente turnê pelo Brasil? Por que?

Whitfield Crane: Eu gosto de qualquer show que esteja lotado! Poder ser duzentas ou 60 mil pessoas. Apenas me entregue um microfone e deixe que o resto é com a gente.

Whiplash.Net: Por falar em festival: quais as recordações que vocês tem do Hollywood Rock, de 1994?

Whitfield Crane: Nós tínhamos passagens de primeira classe da Varig! Tocamos para públicos incríveis no Rio de Janeiro e em São Paulo. E durante a turnê brasileira comemorei o meu 26º aniversário!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Whiplash.Net: É impossível falar do UGLY KID JOE e não lembrar da música "Everything About You", que invadiu o Brasil nos anos noventa e foi executada à exaustão na MTV Brasileira. Como é para vocês tocar no Brasil vinte anos depois, mas para o mesmo público de duas décadas atrás?

Whitfield Crane: Nós acabamos de encerrar uma turnê pela Europa, em que conhecemos um público realmente novo. Tocamos para fãs novos e antigos. Portanto, não sei o que esperar da nossa nova turnê pela América do Sul. Apenas que o vento está levando o nosso barco para aí.

Whiplash.Net: O UGLY KID JOE possui influências de bandas como AC/DC e BLACK SABBATH, grupos que surgiram muito antes do grupo iniciar a sua carreira, em 1989. Hoje, por outro lado, vocês são referência para uma porção de músicos iniciantes, que cresceram ouvindo a MTV. Como vocês se sentem nessa condição de servir como exemplo para os mais novos?

Whitfield Crane: Isso é uma coisa que levamos com naturalidade e nos deixa muito contentes. De qualquer modo, BLACK SABBATH e AC/DC ainda servem como exemplo para a gente.

Whiplash.Net: Não são poucas as bandas que encerraram as suas atividades nos anos noventa e que retomaram recentemente os seus trabalhos. O SMASHING PUMPKINS e o UGLY KID JOE são dois exemplos. Para vocês, os treze anos de pausa foram importantes para o grupo chegar até o novo EP, "Stairway to Hell"?

Whitfield Crane: Para mim, com certeza. No começo de 1997, quando a banda tinha interrompido a sua trajetória, ninguém mais queria estar junto um do outro. Os anos se passaram e hoje todos da banda querem estar reunidos, seja no estúdio ou em turnê. É como se tivéssemos recarregado as baterias. O nosso trabalho também vai bem porque hoje contamos com o guitarrista Dave Fortman como produtor e com a nossa gravadora.

Whiplash.Net: Por falar no novo trabalho da banda, ela contém faixas mais pesadas e obscuras se comparado com os antigos trabalhos do UGLY KID JOE. Podemos dizer que a banda vai apostar em uma nova sonoridade mais heavy metal daqui para frente?

Shannon Larkin: Quando eu entrei para a banda, nós escrevemos "Menace to Sobriety". A música realmente foi envolvida com elementos mais pesados, fruto a influência que temos de bandas como JUDAS PRIEST e BLACK SABBATH. Na realmente, nós não tivemos a intenção de soar mais pesados, tampouco temos isso como meta para os próximos trabalhos. Nós apenas tentamos escrever o melhor e fazer a nossa música soar o melhor possível também.

Whiplash.Net: Uma das músicas mais comentadas de "Stairway to Hell" é a balada "Another Beer". Conte-nos um pouco sobre como ela surgiu.

Klaus Eichstadt: Primeiro foram cerca de 14.000 cervejas. Depois nasceu a música!

Whiplash.Net: Em "Stairway to Hell", o Ugly Kid Joe conta com três novos integrantes: Dave Fortman (guitarra), Cordell Crockett (baixo) e Shannon Larkin (bateria). Quais contribuições os novos músicos trouxeram ao som da banda?

Whitfield Crane: Na verdade, o Cordell Crockett sempre esteve com a banda. O Dave Fortman entrou em 1992 e o Shannon em 1994. Os três participaram dos últimos dois discos do UGLY KID JOE. Não podemos dizer que é uma nova banda.

Whiplash.Net: A expectativa para o show do UGLY KID JOE em Porto Alegre é enorme, sobretudo de fãs que esperam conferir ao vivo faixas como "Cat's in the Cradle" e "Neighbor". No entanto, vocês podem surpreender a plateia com o repertório do EP "Stairway to Hell". O que os fãs podem esperar do show?

Whitfiled Crane: Nós vamos tocar todas essas músicas, podem ter certeza! A ideia é montar um bom retrospecto da carreira da banda, com faixas de "America's Least Wanted", "Menace to Sobriety" e "Motel California". E claro, não vamos deixar o EP "Stairway to Hell" de fora.

Whiplash.Net: O curioso é o que o trabalho do UGLY KID JOE amadureceu sem perder o espírito jovem, já que dá para notar vocês ainda se divertem muito em cima do palco. Vocês se preocupam com a idade?

Whitfield Crane: Obrigado Mick Jagger e Steven Tyler, por mostrarem que a idade não é um problema para o rock n' roll!

Whiplash.Net: O UGLY KID JOE tem a pretensão de retornar ao estúdio para gravar um novo álbum? Quais os outros planos para o futuro da banda?

Shannon Larkin: Sim! Nós adoramos escrever juntos e pretendemos nos reunir para isso depois da turnê de "Stairway to Hell". Vamos ver o que a gente consegue preparar para um novo disco.




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Ugly Kid Joe"


Joe Satriani: por que ele não entrou no Deep Purple?Joe Satriani
Por que ele não entrou no Deep Purple?

Cê tá de brincadeira, né?: quando grandes nomes vacilam"Cê tá de brincadeira, né?"
Quando grandes nomes vacilam


Sobre Paulo Finatto Jr.

Reside em Porto Alegre (RS). Nascido em 1985. Depois de três anos cursando Engenharia Química, seguiu a sua verdadeira vocação, e atualmente é aluno do curso de Jornalismo. Colorado de coração, curte heavy metal desde seus onze anos e colabora com o Whiplash! desde 2000, quando tinha apenas quinze anos. Fanático por bandas como Iron Maiden, Helloween e Nightwish, hoje tem uma visão mais eclética do mundo do rock. Foi o responsável pelo extinto site de metal brasileiro, o Brazil Metal Law, e já colaborou algumas vezes com a revista Rock Brigade.

Mais informações sobre Paulo Finatto Jr.

Mais matérias de Paulo Finatto Jr. no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline