DJ Ashba: "Não tenho adjetivos para descrever Axl Rose"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Nathália Plá, Fonte: Blabbermouth.net, Tradução
Enviar Correções  

Steven Rosen do Ultimate-Guitar.com entrevistou em maio de 2011 o guitarrista do GUNS N' ROSES/SIXX: A.M. DJ Ashba. Seguem alguns trechos da conversa.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ultimate-Guitar.com: É uma experiência totalmente diferente trabalhar com o GUNS N' ROSES comparada a trabalhar com o SIXX: A.M.?

Ashba: São duas feras totalmente diferentes. Eu sei que o Axl [Rose, frontman do GUNS N' ROSES] tende a estabelecer má reputação porque as pessoas acreditam na mídia e eles acreditam no que querem acreditar. Porque eu acredito que quando qualquer um chega a ser tão grande, é o trabalho da mídia, eles acham que se não os destruírem não estarão fazendo seu trabalho direito. A mídia adora construir pessoas só para derrubá-las. Nunca vou entender isso porque se você realmente conhecer o Axl, ele é muito inteligente, muito talentoso e provavelmente um dos caras mais divertidos que já conheci na vida. Ele está constantemente contando piadas a torto e a direito; ele é realmente uma pessoa de bom coração.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ultimate-Guitar.com: Ninguém teria sobrevivido todos esses anos sem um monte de talento.

Ashba: Ele é como qualquer um; o que gosto do Axl é que ele é autêntico. Ele te dá a opção – você pode ser amigo dele ou fuder com ele. Então acho que ele é como qualquer um só que ele não fica fazendo tipo. Se você avacalhar com ele, ele vai te chamar pro pau. Mas ele dá a todos a oportunidade de ser legal; ele te trata como você o trata. Ele é um cara bacana pra caralho e não tenho adjetivos o bastante para qualificá-lo. Ele tem mais talento no dedinho do pé do que a maioria das pessoas por aí. É de enjoar sentar e ver esse cara tocando piano no quarto de hotel e ele canta coisas tão boas quanto a "November Rain" que nunca foram gravadas. Eu simplesmente fico lá boquiaberto e tipo, "Puta merda". Ele fica "Isso é legal". Então ele tem um monte de ótimas músicas guardadas na manga que peço a Deus que o mundo possa ouvir algum dia porque vai ser de enlouquecer.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ultimate-Guitar.com: Você traz uma personalidade diferente na guitarra para as músicas do GUNS em comparação com as músicas do SIXX: A.M.?

Ashba: Sim! Minha abordagem é completamente diferente. Obviamente eu cresci sendo fã do GUNS N' ROSES e eu respeito o que eles fizeram para o mundo da música. Eu sempre encaro a coisa como "Escuta, eu estou entrando em algo que está por aí por muitos, muitos anos que já é enorme" e é uma das maiores bandas do mundo. Estou seguindo os passos de um guitarrista lendário então é como separar você da música. Eu podia encarar da seguinte forma "Quer saber? Eu quero tocar os meus solo e fazer do meu jeito na "Sweet Child 'O Mine"." Mas para mim como fã, se eu fosse aparecer e ver um cara novo no palco, o que eu realmente ia querer ouvir? Bem, você iria querer ouvir alguém autêntico ao que você cresceu escutando. Então para mim com todas músicas que já foram gravadas, é claro que eu trago meu toque pessoal e estilo mas estou tentando fazer jus à coisa permanecendo autêntico a essas músicas até onde posso. Porque eu sinto que eles merecem isso; eles são tão clássicos que você não pode ficar variando muito porque em certo ponto fica exagerado e parece que é só para aparecer.

Ultimate-Guitar.com: Você era fãs do GUNS antigamente?

Ashba: O GUNS foi uma grande influência na minha vida. É fácil para mim me perder porque é parte do meu estilo, também, então é muito natural para mim tocar de forma semelhante ao que o Slash toca. Ele tem uma base no blues e eu cresci com isso. Não é como se estivesse tocando num estilo estranho com que não estou acostumado.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E você? Quais adjetivos acha que descrevem Axl Rose?

Leia a entrevista na íntegra (em inglês) no Ultimate-Guitar.com.




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Sabaton: Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda suecaSabaton
Exército brasileiro retribuiu homenagem da banda sueca

Gigwise: as capas mais polêmicas dos anos 2000Gigwise
As capas mais polêmicas dos anos 2000


Sobre Nathália Plá

Mineira de Belo Horizonte, nasceu e cresceu ouvindo Rock por causa de seu pai. O som de Pink Floyd e Yes marcou sua infância tanto quanto a boneca Barbie, mas de uma forma tão intensa que hoje escutar essas bandas lhe causa arrepios. Ao longo dos anos foi se adaptando às incisivas influências e acabou adquirindo gosto próprio, criando afinidade pelo Hard Rock e Heavy Metal. Louca e incondicionalmente apaixonada por Bon Jovi, não está nem aí pras críticas insistentes dirigidas à banda. Deixando a emoção de lado e dando ouvidos à técnica e qualidade musical, tem por melhores bandas, nessa ordem, BlackSabbath, Led Zeppelin, Deep Purple, Metallica e Dream Theater. De resto, é apenas mais uma apreciadora do bom e velho Rock'n'roll.

Mais matérias de Nathália Plá no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 Cli336 GooAdHor Goo336