Matérias Mais Lidas

imagemVeja diz que David Coverdale só passa vergonha nas redes sociais

imagemMike Portnoy e a música do Rush que virou um grande sucesso do Guns N' Roses

imagemKerry King explica por que não assumiu o posto de guitarrista do Megadeth

imagemQuando Jimi Hendrix chamou Eric Clapton para subir no palco e afinar sua guitarra

imagemA resposta de John Lennon quando perguntado se retornaria aos Beatles em 1975

imagemO clássico dos Paralamas que Gilberto Gil escreveu a letra e ditou pelo telefone

imagemCinco álbuns que serão lançados no segundo semestre de 2022 e merecem a sua atenção

imagemSlash explica por que rejeitou Corey Taylor no Velvet Revolver

imagemO clássico da Legião inspirado em novela da TV Globo e acusado de plagiar The Doors

imagemRoger Daltrey revela a música "amaldiçoada" que o The Who não toca mais ao vivo

imagemPaul Di'Anno recebe autógrafo de Rivellino e fica feliz da vida; "Te vejo ano que vem?"

imagemKiss comete "deslize geográfico" e mostra bandeira da Austrália durante show na Áustria

imagemSystem of a Down: por que Serj Tankian não joga mais nenhum vídeo game?

imagemTúnel do Tempo: 25 músicas que mostram por que 1984 é um ano vital para o metal

imagemRitchie Blackmore em 1978 sobre o Kiss, Fleetwood Mac, Yardbirds e Led Zeppelin


Stamp

Slash: "Demorou para eu me aceitar como alguém influente"

Por Kako Sales
Fonte: Blabbermouth.Net
Em 19/09/10

A Epiphone.com conduziu em setembro de 2010 uma entrevista com o lendário guitarrista Slash (VELVET REVOLVER, ex-GUNS N' ROSES). Trechos da conversa podem ser vistos a seguir.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Epiphone.com: Me fale sobre suas primeiras influências. Foram guitarristas específicos que o inspiraram a tocar guitarra?

Slash: Alguns dos guitarristas que me inspiraram são John Lee, Jeff Beck, Jimmy Page, os caras do AEROSMITH, Eric Clapton do CREAM, Rick Nielsen do CHEAP TRICK e Ted Nugent.

Epiphone.com: Existe algum novo guitarrista que te inspira hoje?

Slash: Os guitarristas que me inspiram hoje são basicamente todos os mesmos que me inspiraram quando eu comecei. Isso não mudou, mas além disso, eu acho que Tom Morello, Jack White e Jack Cantrell são ótimos e são alguns dos que têm inspirados guitarristas solo que têm aparecido nos últimos 20 anos.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Epiphone.com: Durante toda sua carreira você tem sido associado à Les Paul. Já houve uma época em que você tocava outra guitarra?

Slash: Minha primeira guitarra foi uma cópia de uma Les Paul, então eu fui atraído pelas Les Paul desde o começo. Eu passei por um período de tentativa e erro com várias guitarras diferentes, mas sempre corria de volta para a Les Paul. É como se a Les Paul me escolhesse. Tem muito a ver com o peso da guitarra, o visual da guitarra, e obviamente, o mais importante, o som da guitarra.

Epiphone.com: Eu sei que seus dois filhos são muito novos... Mas algum deles já mostrou interesse em tocar guitarra?

Slash: Não muito, tirando o fato de eles tocarem suas guitarras de brinquedo e ficar correndo ao redor da casa com elas... Mas demonstrar um interesse musical na guitarra, não. Embora um deles goste do piano.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Epiphone.com: Se a música não tivesse te escolhido... O que você acha que estaria fazendo hoje?

Slash: Se eu não fosse guitarrista, definitivamente estaria fazendo algo relacionado a ilustrações.

Epiphone.com: Quando eu era jovem, havia vários ícones das guitarras que eu classifiquei como uma influência para mim como guitarrista. Então vieram os anos 90 e nada. Você tem sido uma constante e um dos poucos caras que ainda fazer guitarra soar legal. Eu conheço guitarristas... Alguns com 50 anos e outros no inícios dos 20 os quais os olhos brilham quando escutam seus nomes. Como você se sente sendo uma influência para tantos guitarristas?

Slash: Quando você diz essas coisas, é um imenso elogio e as pessoas aparecem e me relembram disso às vezes... Que eu sou uma influência para jovens guitarristas... Mas eu sou tão inseguro como guitarrista, que demorou muito para eu me aceitar como alguém que é influente. Eu ainda estou me esforçando muito em ser melhor no que eu faço, então é muito difícil para eu dizer que tenho um impacto sobre outros guitarristas porque ainda estou me esforçando muito para atingir meus padrões como guitarrista.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Leia a entrevista na íntegra (em inglês) no Epiphone.com:
http://www.epiphone.com/news.asp?NewsID=1943

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp



Garimpeiro das Galáxias: Beldades globais e sua paixão pelo rock


Sobre Kako Sales

Mineiro de Januária, baterista autodidata, cresceu em ambiente familiar ligado à música popular e erudita. Seu pai chegou a fazer pequenas turnês com bandas da Jovem Guarda como tecladista no fim da década de 70. Aos 10 anos, iniciou os estudos de teoria musical e piano clássico. Teve o primeiro contato com o mundo do metal ao escutar o CD Angels Cry do Angra, aos 15 anos. Desde então tem se dedicado a conhecer, colecionar e difundir o melhor do metal brasileiro e mundial. Graduado em Letras/Inglês, principalmente por influência da língua-mãe do rock, tem como principais ícones do metal as bandas Angra, Symphony X, Dream Theater e Opeth.

Mais informações sobre

Mais matérias de Kako Sales.