Dave Mustaine: "eu não sou um bom mentiroso"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nathália Paccelly, Fonte: ChartAttack, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Matt Blair, do site ChartAttack.com, entrevistou Dave Mustaine recentemente. Alguns trechos da conversa seguem abaixo.

48 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa5000 acessosMetallica: a lista de exigências da banda em 1983

ChartAttack.com: Você está equilibrando uma turnê e o lançamento do seu livro. E você mencionou no livro que você tem um foco renovado em sua família, mas você faz um trabalho que o mantém na estrada devido à sua natureza. Que tipo de mudanças você teve que fazer para manter sua família em foco?

Mustaine: Bem, muito disso foi - você sabe, apenas através de minha fé e resolvendo a minha vida - isto me fez parecer mais agradável para minha família. Eles querem estar mais perto de mim agora. Há um monte de coisas que transpareceram depois desse processo de recuperação que fez de mim um marido melhor e um pai melhor. A resposta para a sua pergunta é que eles querem estar perto de mim agora e já demonstraram isso ao ingressar na turnê comigo. Nós temos passado mais tempo juntos na estrada esse ano do que passei com a minha esposa em qualquer ano anterior, sabe? Uma família é como ter os quatro pneus indo na mesma direção. Quando um se desloca um pouco para a direção errada, e está fora de alinhamento, impede o progresso da família. Então todos nós temos que trabalhar juntos, e eu acho que pelo fato de eu ter estado fora por um bom tempo, isso obrigou a minha mulher a ser um pai também. E esse não é o papel para o qual as mulheres foram criadas.

ChartAttack.com: Uma coisa que define o livro, além das memórias típicas do rock n' roll é que, enquanto ele começa dando dicas de “como ser uma estrela do rock”, no fim, você se aproxima do “como ser um pai e viver uma vida em família”. Você espera que outras pessoas, como os seus fãs à medida que crescem, possam seguir o exemplo?

Mustaine: Eu realmente não estava fazendo um livro "Dave Mustaine para Iniciantes”. Mas sim, se ele ajuda as pessoas, isso é ótimo. Eu acho que é da natureza humana querermos ajudar as pessoas, faz com que nos sintamos melhor. Isso me ajudou muito em muitas situações como quando sentia pressão da indústria da música e ao falar com um fã sobre o que está acontecendo com a sua vida. Falar com alguém do mundo da música que é menos sortudo que você. Tirar um minuto para falar com uma banda, sabe, uma banda iniciante e compartilhar algo com eles. Agora, fatidicamente, a probabilidade de dar certo no meio da música ainda é baixa, porque é um negócio difícil de decifrar. É engraçado, eu alcancei um espaço na indústria da música em que tudo me parece tão normal e natural para mim que eu meio que esqueci o quão difícil é para alcançar isto. E eu estou muito, muito grato por isso.

ChartAttack.com: No livro, você não fala sobre a maneira como você lidou com seus vícios como um modelo que vá funcionar para todos. E com a sua religião, você disse que é o que funciona para você, mas não necessariamente funciona para todo mundo. Você basicamente disse que não vai dizer a ninguém como viver a sua vida, mas é desta forma que está vivendo a sua. É apenas um produto de...

Mustaine: [Risos] O que, ser capaz de ser real?

ChartAttack.com: Bem, vivendo de acordo com suas próprias regras, com certeza.

Mustaine: Eu só acho que, você sabe, você merece o melhor. Quero dizer, olho no olho, neste exato momento? Eu não sou um bom mentiroso. Eu não gosto de mentir. Eu já menti, eu não sou bom nisso, como eu disse, eu simplesmente não gosto disso. Então, fazer um livro baseado em mentiras teria comprometido a minha integridade. E eu sei que com a minha carreira eu cometi um monte de erros, e acredito que os fãs foram bastante compreensivos, porque eu aprendi com isso. E eu disse: "Olhe, você sabe, é por isso que nós somos muito parecidos, porque eu sou humano. E é por isso que eu nunca vou desistir de vocês, porque você porque vocês são compreensíveis. E isso por isso que eu espero que vocês nunca desistam de mim, porque eu sou honesto".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MegadethMegadeth
Dave Mustaine classifica os guitarristas da banda

48 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa446 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3351 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

Dave MustaineDave Mustaine
James Hetfield e eu éramos uma excelente dupla de guitarristas

Dave MustaineDave Mustaine
Arrependimentos, Oriente Médio, bandas satânicas

Heavy MetalHeavy Metal
As 10 melhores bandas de todos os tempos

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

MetallicaMetallica
A lista de exigências da banda em 1983

Musas do MetalMusas do Metal
Confira as 10 mais lindas atualmente

Tirando a poeira do tímpanoTirando a poeira do tímpano
20 novas bandas de rock pra curtir

5000 acessosGuitarristas: 15 músicos que provavelmente você não conhece5000 acessosRoqueiros conservadores: a direita do rock na revista Veja5000 acessosLGBT: confira alguns músicos que não são heterossexuais5000 acessosChris Cornell: as dez canções mais subestimadas com o vocalista5000 acessosAxl Rose no AC/DC: o que Ozzy Osbourne achou disto?5000 acessosGuitarristas: os 10 maiores de todos os tempos segundo a Time

Sobre Nathália Paccelly

Nathália Paccelly é brasiliense e jornalista. Nascida em 1989, foi apresentada ao Rock ainda no colégio por intermédio dos colegas que formavam bandas. Isso a estimulou a aprofundar seu conhecimento a respeito da música, possibilitando que adquirisse um gosto próprio. "Metal, Power Metal, Hard Rock, Heavy Metal, Trash Metal, Progressive Metal... gosto de todos, aprendi a ser eclética dentro do rock!" Ainda adolescente, escrevia sobre bandas iniciantes e divulgava em seu fotolog. A prática da escrita motivada pela música a ajudou a escolher sua profissão, e é agregando as duas paixões que decidiu colaborar com o site. "A ideia de ter minhas matérias publicadas neste veículo, para este público, é incrivelmente gratificante". A autora também está no twitter: @NatchyPaccelly.

Mais matérias de Nathália Paccelly no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online