Lita Ford: casamento feliz com sexo anal selvagem

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Nacho Belgrande, Fonte: Bizarre Magazine, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

A revista inglesa BIZARRE, especializada em bizarrices e fetiches, conduziu em fevereiro de 2010 uma entrevista com a americana LITA FORD, onde destalhes escatológicos e peculiares de sua vida foram revelados. Segue a tradução do texto na íntegra.

1409 acessosSteel Panther: sutiãs foram ao alto durante show no Hellfest5000 acessosSlipknot: veja a evolução das máscaras de cada integrante da estreia aos dias atuais





A entrevista mais estranha de Lita Ford até hoje; ânus fedorentos, engolimento de vespas e sexo com gorilas!”

Por Alix Fox, janeiro de 2010

LITA FORD foi a guitarrista-solo da banda feminina dos anos 70 THE RUNAWAYS, que está prestes a ganhar sua própria cinebiografia estrelando Kristen Stewart de 'Crepúsculo' como a vocalista JOAN JETT. Lita disse que apesar dela gostar da atriz que a interpreta, Scout Taylor-Compton, ela não apoia o filme de modo algum.

Após a separação das Runaways, Lie embarcou em carreira solo, lançando sucessos como 'Kiss Me Deadly' e 'Close My Eyes Forever', um dueto com OZZY OSBOURNE. Ela acaba de lançar seu primeiro disco de estúdio em 14 anos, 'Wicked Wonderland'.

Oi Lita. A Bizarre quer conhecer você... intimamente. Que parte de seu corpo fede mais?

"Eu acho que não é minha bunda, porque meu marido (Jim Gillette, ex-líder da banda de glam rock Nitro) não enjoa nunca do meu rabo! Ele ama meu cu. Eu nunca enfiei minha cara lá como ele fez, então talvez Jim seja o cara pro qual você deva perguntar sobre o cheiro da minha bunda. Ele também ama chupar meus dedos do pé".

Se você tivesse que dormir com um animal, qual seria?

"Um gorila, porque Jim meio que parece com um – ele é grande e peludo. E barulhento. Como parte do show dele, ele costumava cantar altas incrivelmente altas, que, quando amplificadas, estilhaçavam taças de cristal espalhadas pelo palco. Meus filhos James e Rocco estão acostumados a nos ouvir trepando, apesar de que essa manhã Rocco perguntou se era lua cheia noite passada, porque ele achou que tinha ouvido lobisomens uivando. Isso era o Jim. Ele parece estar sendo assassinado em nossos momentos mais passionais".

Seus vizinhos se incomodam?

"Nós moramos no Caribe, e nossa casa é longe demais de qualquer outra pra que os uivos sexuais sejam um incômodo. Nós temos um daqueles sistemas de segurança que automaticamente aciona a polícia se for disparado de certo modo, e nós acidentalmente o ativamos com nossa prática amorosa recentemente. Nós temos uma cama realmente robusta, mas estávamos mandando ver tão forte que quebramos algumas das ripas de madeira que dão sustentação ao colchão, e elas caíram com tanta força no chão que o alarme soou. A gente só se deu conta quando os policiais apareceram. Eles levaram numa boa, felizmente. Eles eram meus fãs, então eu dei um CD pra eles".

Você coleciona alguma coisa?

"Porcos de cerâmica. Eu tenho uns 100. Eu adoraria ter um porquinho de verdade. A porra da Paris Hilton acabou de comprar uma daquelas cruzas de miniatura que cabem numa bolsa chamada 'porcos de xícara de chá' e eu estou insanamente enciumada".

Então você curte porcos e 'porking' (nota do tradutor: eufemismo pro ato sexual em inglês). Você já se deparou com um pênis de aparência estranha em suas aventuras sexuais?

"Eu só tenho visto o pau do Jim pelos últimos 16 anos, e fico feliz em dizer que é perfeito. Eu já vi alguns paus estranhos de animais. O pau dos porcos torce na ponta, parece um saca-rolhas".

Saca-pintos até! Você tem algum desses na sua coleção?

"Não, mas eu tinha uma perturbadora coleção de itens que um fã desequilibrado do tipo obsessivo me mandou por um tempo. Ele me postava vídeos dele brincando com facas e machados, e lingerie feminina suja que fediam a esperma e suor. Ele também dizia que ele era o 'pai verdadeiro' de meus filhos, apesar deles terem o nome errado. Nós tivemos que envolver as autoridades nisso pra dar um basta a toda essa coisa louca que ele estava fazendo, porque começou a ficar realmente amedrontador".

Porra. Saindo de coisas nojentas que você tinha no correio, qual a coisa mais nojenta que você já teve na sua boca?

"Eu tomei um gole duma garrafa de água um dia desses e senti algo raspando minha bochecha, e então eu cuspi. Era uma vespa viva que tinha caído na minha bebida. Ainda bem que não me picou. Eu fiquei bem, assim como a vespa, que voou aparentemente ilesa".

Ela vai se gabar disso no bar dos insetos, contando papo sobre como recebeu oral da Lita Ford.

"Há! Poderia ter dado tão errado se eu tivesse sido picada e minha garganta inchasse. Por sorte, eu nunca tive um acidente sério ou fui severamente machucada. Meu pai morreu em 1988, e minha mãe em 1990, e eu acho que eles estão me observando e protegendo".

Então você acredita em fantasmas, ou num pós-morte?

"Sim, acredito. Eu sou muito intuitiva também – eu tenho estado certa tantas vezes quando eu tenho um mau pressentimento sobre coisas que Jim agora apenas confia em meus instintos até mesmo sem questioná-los. Nós estamos estranhamente em sintonia um com o outro em geral – quando eu estava esperando nosso primeiro filho, Jim ganhou peso também, como uma gravidez fantasma. Ainda que eu tenha ganho apenas 11 kg, Jim ganhou 27 kg!"

Lita Ford com sua família
Lita Ford com sua família

Finalmente, a pergunta clássica da Bizarre: se você tivesse que escolher entre bestialismo, coprofilia ou necrofilia, qual você escolheria e por que?

"Necrofilia. Alice Cooper fez uma canção sobre transar com uma garota morta chamada 'Cold Ethyl'. Eu vou fazer um show com ele em breve, então talvez eu pergunte se podemos fazer um novo vídeo pra ela, comigo interpretando o personagem principal 'parada congelada', “fazendo amor sob a luz do refrigerador”.

BÔNUS!

O filho mais novo de Lita, Rocco, de 8 anos, nos conta o quão bizarro é ter uma mãe estrela do rock.

“É incrível sair em turnê com a mãe e o pai – eu visito países no estrangeiro e como comidas loucas como cascavel e crocodilo, e eu estou aprendendo bateria. Meus pais estão sempre fazendo sexo barulhento, mas eu não me importo – eles estão só fazendo o que eles curtem. Se você quiser saber, eu estava brincando fora do ônibus da turnê uma vez e ele estava balançando tanto que eu tenho certeza que eles quebraram o eixo traseiro.”

Para mais informações sobre Lita Ford, visite Litaxx.tv/lita.

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

1409 acessosSteel Panther: sutiãs foram ao alto durante show no Hellfest0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Sexo"

Sexo e SatãSexo e Satã
As mensagens subliminares em capas de Rock

Mötley CrüeMötley Crüe
Um compêndio de devassidão e falta de moral

Rob HalfordRob Halford
"Não sou daqueles que defendem a causa Gay!"

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Sexo"0 acessosTodas as matérias sobre "Lita Ford"0 acessosTodas as matérias sobre "Runaways"

SlipknotSlipknot
Veja a evolução das máscaras de cada integrante da estreia aos dias atuais

MegadethMegadeth
"Aos 15 entrei na magia e conheci o lado negro!"

Power MetalPower Metal
Os dez álbuns essenciais do gênero

5000 acessosFotos de Infância: Red Hot Chili Peppers5000 acessosRock in Rio: algumas das maiores vaias em edições nacionais5000 acessosOcultismo e Satanismo no Rock e Heavy Metal2923 acessosVideo Games: um impressionante tributo Heavy Metal aos clássicos5000 acessosRock e Heavy Metal: E se as capas dos álbuns fossem honestas?5000 acessosAngra: anjo da capa de "Rebirth" aparece em outras duas?

Sobre Nacho Belgrande

Nacho Belgrande foi desde 2004 um dos colaboradores mais lidos do Whiplash.Net. Faleceu no dia 2 de novembro de 2016, vítima de um infarte fulminante. Era extremamente reservado e poucos o conheciam pessoalmente. Estes poucos invariavelmente comentam o quanto era uma pessoa encantadora, ao contrário da persona irascível que encarnou na Internet para irritar tantos mas divertir tantos mais. Por este motivo muitos nunca acreditarão em sua morte. Ele ficaria feliz em saber que até sua morte foi motivo de discórdia e teorias conspiratórias. Mandou bem até o final, Nacho! Valeu! :-)

Mais matérias de Nacho Belgrande no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online