Rob Halford: aposentadoria, "British Steel", casamento gay

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Karina Detrigiachi, Fonte: Blabbermouth, Tradução
Enviar Correções  

Rob Halford, vocalista do JUDAS PRIEST, recentemente concedeu uma entrevista ao site SignOnSanDiego.com e abaixo podem ser conferidos alguns trechos da conversa.

Sobre seu apartamento em Hillcrest, Califórnia nos EUA próximo ao Balboa Park, onde ele pode passar praticamente despercebido:

Halford: "Se não pudesse ser assim, eu acho que me mudaria para outro lugar. Eu não quero ser um recluso, mas preciso ser capaz de fazer as coisas que quero sem ser seguido por paparazzis até a morte. Eu quero poder ir até o Ralph (supermercado) e empurrar meu carrinho para cima e para baixo pelos corredores. Eu nunca fui atraído pela figura do ‘rockstar’.

publicidade

É ótimo se as pessoas querem fantasiar ou pensar sobre como é a vida de uma estrela do rock... mas eu não eu não quero isso... Talvez seja devido às raízes do meu trabalho. Mas é importante eu poder ir até o Ralph e ao Ichibans (restaurante)."

Sobre tocar o álbum "British Steel" na íntegra na atual turnê da banda:

Halford: "Tudo o que me lembro sobre as gravações do 'British Steel' é que nós tínhamos um compromisso contratual com a gravadora para entregar o álbum na data estipulada. Simplesmente saímos de uma seção de mixagem (no estúdio) que ficava em uma casa que havia pertencido ao John Lennon (no Tittenhurst Park), na qual agora Ringo Starr morava. Perguntamos a ele se poderíamos escrever as músicas e gravar o álbum lá e ele disse: ‘Vão em frente’.

publicidade

A estrutura do 'British Steel' foi escrita naquela casa. Não tivemos tempo para pensar. Literalmente escrevemos dia e noite, e unimos nossas idéias o mais rápido possível... Me atrevo a dizer que este foi o álbum que levou a banda a ser reconhecida nacionalmente na América".

Sobre ser o único integrante de uma grande banda de Metal a se revelar abertamente como homossexual:

Halford: "Eu acho que toda essa coisa de Proposição 8 (projeto que tenta proibir casamentos gays) é inútil. Porque foram seqüestrados mais uma vez pelos fanáticos religiosos. Por quê o casamento, por definição, é uma experiência religiosa? Eu não acho que seja. É um contrato entre duas pessoas que se amam e querem demonstrar ao mundo o que sentem uma pela outra."

publicidade

Sobre o futuro:

Halford: "Se eu perder minha voz, serei inútil. Felizmente, minha voz ainda faz seu trabalho, então eu não penso em me aposentar. Depois que você faz isso, você começa a se descomprimir, e você não pode mais fazer rock n roll. Você tem de manter o fogo aceso. Eu não bebo, não fumo e não me drogo. Tudo o que tenho é o meu Metal e estou feliz com isso".

publicidade



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Slash: A lição aprendida após espalhar que Paul Stanley era gaySlash
A lição aprendida após espalhar que Paul Stanley era gay

Metallica: os motivos da saída de Jason NewstedMetallica
Os motivos da saída de Jason Newsted


Sobre Karina Detrigiachi

Designer, nascida na cidade de São Paulo, Kari como é mais conhecida, cresceu ouvindo Deep Purple, Led Zeppelin, Skid Row e Alice Cooper. É apaixonada por todas as vertentes do Metal, porém ouve de tudo um pouco sem se prender a rótulos.

Mais matérias de Karina Detrigiachi no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin