Joe Satriani: "ninguém pode ser maior que o Led Zepellin"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Diego Camara, Fonte: KNAC, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O guitarrista do CHICKENFOOT, Joe Satriani, foi entrevistado por Krishta Abruzzini do KNAC.com em junho de 2009. Ele falou, entre outros temas, sobre o projeto CHICKENFOOT, sobre a crítica e sobre a possibilidade de largar sua carreira solo. Trechos da conversa podem ser vistos abaixo.

1363 acessosVan Halen: Simplesmente "FUCK"5000 acessosAs novas caras do metal: + 40 bandas que você deve conhecer

Um dos fãs fez a seguinte declaração: "Esta será a coisa mais legal que Sammy Hagar fez desde o primeiro álbum do MONTROSE. Hagar precisa voltar ao hard rock, Satriani precisa ser mais comercial e Chad Smith apenas ficará feliz em fazer algo mais do que aquelas merdas de rock de surfista. Este álbum será maravilhoso!" Como você se sente sobre isto?

Satriani: "Wow, você sabe, eu nunca entrei na mente da crítica, dos resenhistas ou dos fãs, pois você apenas pode ser você mesmo. Eu aprendi isso faz um bom tempo. Você pode se imaginar embarcando em uma carreira de guitarrista de rock instrumental? Este é o tiro mais distante que você pode tentar. Então eu cheguei à conclusão que você apenas deve fazer o que você faz e acreditar no que você faz, e não tem que acreditar em boas resenhas, como também não tem que acreditar em más resenhas. O ponto da coisa toda é quando estes quatro caras pouco comuns se juntam e percebem que têm tantas raízes em comum que é até surpreendente, e isso impulsionou a excitação que cada um teve nesta reunião. Nós começamos tocando, e todos sabiam, essa música do BLACK SABBATH, ou aquela do CHUCK BERRY, ou aquela do ROLLING STONES. Quero dizer, todos sabem o mesmo tipo de músicas. E nós fomos surpreendidos por isto. Eles olharam para mim tipo: 'Joe Satriani conhece CHUCK BERRY? Eu não posso acreditar nisso!' E eles olharam para Chad tocando: 'Você sabe como tocar BLACK SABBATH? Eu não posso acreditar nisso!' (Risos) E Sammy, se eu puder mencionar alguma música obcura de Jimmy Reed, ele irá dizer: 'Eu conheço essa'. Nós ficamos chocados em quanto nós tinhamos em comum, pois eu nunca pensaria nisso se eu tivesse apenas ouvido o catálogo deles. Eu sei que individualmente esses caras são maravilhosos. Chad é um maravilhoso baterista, Mike é um super músico e é muito divertido tocar com ele, e eu não podia imaginar o quanto Sam pode cantar".

Se essa banda conseguir grande sucesso, você considera a possibilidade de deixar sua carreira solo? E isso já foi discutido com todos, respectivamente?

Satriani: "Eu acho que ninguém precisa pensar em deixar nada. Há tempo o bastante para tudo. As pessoas me perguntam isso muito, e eu penso sobre isto, e eu quero ouvir um novo disco do CHILI PEPPERS, eu quero ver a formação do VAN HALEN com o retorno de Sammy, então eu iria comprar um ingresso. E eu gostaria também de me juntar aos meus companheiros e fazer algum material solo, eu não posso ver o motivo disso não acontecer. A vida é um pesadelo sincronizado, mas é algo que nós devemos trabalhar".

Sammy falou que vocês quatro poderiam rivalizar com LED ZEPPELIN. Uma declaração bastante forte!

Satriani: "(Rindo) Eu amo Sammy. Ele diz as coisas mais loucas. O LED ZEPPELIN é a maior banda de todas. Ninguém pode ser melhor do que eles neste tipo de música na minha opinião. Eu digo, eles simplesmente a criaram. Se há algo que nos mantém juntos é que nós pertencemos a esta tradição de sermos abertos às nossas raízes. O LED ZEPPELIN era assim, realmente aberto às suas raízes do blues, e isso se tornou parte da identidade deles. Eu acho que isso deu validade a eles enquanto banda. Esta banda, não pelo propósito, mas simplesmente pela maneira que ela aconteceu, somos bastante abertos com as raízes que temos. Estamos um pouco deslocados no tempo, então nós citamos LED ZEPPELIN, e os ROLLING STONES, e o SABBATH, e o DEEP PURPLE, HUMBLE PIE, mas somos abertos com relação a isto. É isso que nos torna uma banda de rock clássico, somos abertos em nossas influências".

A entrevista completa (em inglês) pode ser vista neste local.

Foto: Fernanda Zorzetto
Foto: Fernanda Zorzetto

Foto da chamada na página principal: Antonio Cesar

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Van HalenVan Halen
Em "5150", uma banda mais compacta e divertida

1363 acessosVan Halen: Simplesmente "FUCK"474 acessosLoudwire: em vídeo, 10 maiores riffs de metal dos anos setenta0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Van Halen"

Rock e MetalRock e Metal
Algumas das exigências bizarras das turnês

Van HalenVan Halen
Ouça o teste de Mitch Malloy para vocal em 1996

FrontmenFrontmen
Quando os originais não eram as melhores opções

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Chickenfoot"0 acessosTodas as matérias sobre "Van Halen"0 acessosTodas as matérias sobre "Joe Satriani"

As novas caras do metalAs novas caras do metal
Mais 40 bandas que você deve conhecer

LoudwireLoudwire
As dez melhores bandas da era Grunge

Iron MaidenIron Maiden
Bruce Dickinson diz não haver muito diálogo na banda

5000 acessosMegadeth: "Magia negra arruinou minha vida", diz Mustaine5000 acessosMetallica: por que 9 entre 10 fãs odeiam "Load" e "Reload"?5000 acessosVício: Phil Anselmo relata como é ser viciado em heroína5000 acessosNightwish: Participação de Dawkins em álbum irritou alguns fãs5000 acessosTragédias: 10 das piores ocorridas em shows de Rock e Metal5000 acessosPink Floyd: as 10 melhores escolhidas pela Ultimate Classic Rock

Sobre Diego Camara

Nascido em São Paulo em 1987, Diego Camara é jornalista, radialista e blogueiro. Seu amor pelo metal e rock começou há 6 anos. Um amante da nova geração, é um grande fã de Arjen Lucassen, Andre Matos e bandas como Nightwish, Hammerfall, Sonata Arctica, Edguy e Kamelot. Também não deixa de ter amor pelos clássicos, como Helloween, Gamma Ray e Iron Maiden e do Rock de bandas como Oasis, Queen e Kings of Leon. Atualmente seus textos podem ser lidos no blog OCrepusculo.com sobre assuntos diversos, além de planos para criação de um projeto totalmente voltado aos blogs de Rock e Metal.

Mais informações sobre Diego Camara

Mais matérias de Diego Camara no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online