Metallica: Kirk fala sobre novo disco e downloads ilegais

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por André Biasuz, Fonte: The Pitch, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

Saby Reyes-Kulkarni, do site “The Pitch”, recentemente entrevistou o guitarrista do METALLICA, Kirk Hammett, que dentre outras coisas, falou mais uma vez sobre a questão dos downloads ilegais.

4594 acessosMetallica: Lars Ulrich lamenta a morte de Chester Bennington5000 acessosLuxúria: uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história

The Pitch: Voltando ao “Black Album”, por que vocês começaram a escrever músicas mais curtas? A banda tinha composto três álbuns consecutivos com músicas progressivas e muito envolventes, e a base de fãs da época tinham sido atraídos por causa destas características.

Kirk: "Simplesmente nos cansamos daquilo. Queríamos fazer algo com mais groove e que tivesse um pouco mais de alma. O que tínhamos feito nos anos 80 tinha muito a ver com apenas mostrar o quanto éramos rápidos".

The Pitch: Então porque voltar a essa fórmula com o “Death Magnetic”?

Kirk: "Nos cansamos de novo (rindo). Quando começamos a compor o 'Death Magnetic', nos demos conta que nosso lado progressivo estava soando bem de novo. Não tocávamos assim fazia um tempo, e de repente tudo parecia soar bem fresco. Muito disso tem a ver com o fato que Rick (Rubin, o produtor do disco) disse que queria fazer o álbum definitivo do METALLICA. Na cabeça dele, este trabalho teria que seguir o direcionamento do que fazíamos nos anos oitenta".

The Pitch: No documentário de 2007 “Get Trashed” você disse que o “METALLICA inventou o Thrash Metal.” Eu queria te perguntar sobre o EXODUS, onde você esteve antes do METALLICA. Seu antigo companheiro de banda Gary Holt disse que quem estava lá no começo de tudo sabe o papel que o EXODUS teve no processo.

Kirk: "Quer saber (rindo)? Eu acho que estive no centro de duas tempestades. Se eu ainda estivesse no EXODUS na época, eu diria que foi o EXODUS que criou o Thrash Metal. Eu falei aquilo porque estava no METALLICA. No início foi tudo passo a passo, e tinham um grupo de músicos que estavam andando por eles. Eu diria que METALLICA e EXODUS praticamente juntos, ANTHRAX e SLAYER também, estávamos todos apenas tendo idéias a partir do que ouvíamos e de como estava a cena Heavy na época. Era algo que todos sentíamos juntos".

The Pitch: Depois da reação negativa dos fãs em relação à briga com o Napster, como você vê hoje a tentativa da banda de combater os downloads ilegais?

Kirk: "Ainda sou contra tudo isso. Eu ainda acho que as pessoas deveriam respeitar o conceito de propriedade intelectual. Eu não acho ruim baixar essa 'propriedade intelectual' quando quem tem que ser pago por ela de fato é. Tecnologia é uma faca de dois gumes. É conveniente e rápida, mas pagamos um preço alto por essa conveniência, esta impaciência. Eu acharia muito melhor sair para comprar um CD com uma qualidade ótima do que um MP3 péssimo. Todos esse e-mails e programas de mensagens instantâneas – eu acho que isso não nos aproxima mais e sim nos isola. Eu sinto um pouco de falta de como as pessoas se relacionavam antigamente".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MetallicaMetallica
Lars Ulrich lamenta a morte de Chester Bennington

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Metallica"

MetallicaMetallica
James Hetfield, o fanfarrão, tira sarro de segurança

MetallicaMetallica
Leitores da Metal Hammer escolhem dez melhores músicas

Dave MustaineDave Mustaine
Falando como foi tocar com o Metallica

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Metallica"

LuxúriaLuxúria
Uma lista de alguns dos clipes mais sexys da história

DécadasDécadas
Você percebe que ouve Heavy Metal há muito tempo...

Lars UlrichLars Ulrich
"Eu era o maior fã do Iron Maiden"

5000 acessosSemelhança: vocalistas de rock com vozes quase iguais5000 acessosRegis Tadeu: "Lemmy era tão poderoso que seu corpo não teve coragem de contrariá-lo"5000 acessosEntrevistas: Coices e tretas entre artista e entrevistador5000 acessosEm cana: bandas que gravaram video clipes em presídios de verdade5000 acessosIron Maiden: a outra banda anterior ao grupo de Steve Harris5000 acessosAlice In Chains: "está cada vez mais difícil manter este negócio"

Sobre André Biasuz

Com 5 anos já incomodava seus pais com uma guitarra de brinquedo verde lilas muito hard rock. Ainda se lembra do dia que, com 13 anos, seu amigo o apresentou à donzela de ferro. Hoje, depois de varias tentativas frustadas de matar os vizinhos com seu alto grau de excelência guitarrística, deixou um pouco de lado as 6 cordas e estuda Automação Industrial na faculdade. Tem 19 anos e ouve muito Iron Maiden, Dream Theater, Megadeth, Metallica, Arch Enemy, Rammstein, Pantera e Black Sabbath.

Mais matérias de André Biasuz no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online