Grand Funk: apresentando novas canções ao vivo

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Douglas Dorsa, Fonte: Brave Words, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

Don Brewer, baterista do GRAND FUNK, foi entrevistado pelo BW&BK e, dentre outras coisas, comentou a possibilidade do grupo vir a lançar um trabalho novo de estúdio.

Please Come To Brazil: 5 bandas de Classic Rock que nunca nos visitaramLegião Urbana: Eduardo e Mônica, uma análise psico-neurótica

"Nós estamos remexendo nas coisas que fizemos no passado, temos algumas novas canções que estamos tocando nos shows, como 'Bottle Rocket', 'Sky High' e 'Lightning And Thunder', e ainda tocamos nosso grandes hits... 'I'm Your Captain', 'Closer To Home', 'Some Kind Of Wonderful', 'We're An American Band', 'Inside Looking Out', 'Locomotion'... pois é, um Grand Funk Rock'N Roll Show (risos)"

Voce sente que existe um fundo político nisso tudo? Vocês usaram muito a bandeira americana!

"Bom, nós nos intitulamos como 'The American Band' e isso ficou mais forte com o lançamento da música e do álbum 'We're An American Band' em 1973, parece que isso ficou definitivo, e sim claro, nós usamos a bandeira um pouco, mas isso reflete o que nós somos realmente. Sempre preferimos tocar em cidade pequenas, voce sabe, sempre obtemos mais sucesso em DesMoines, Iowa do que em Nova York (risos), isso é o que somos".

Estão tendo retorno dos fãs? Eles estão achando que é um tipo de show patriótico?

"Não, não penso deste modo, não vamos para e guerra com isso, isso é o caráter da banda, nós nascemos em pequenas cidades do interior dos EUA como Flint, Michigan, e tocando 'We're An American Band' pelo país afora, acho que os fãs encaram isso como se fôssemos uns de seus conterâneos que conseguiram fazer um grande sucesso".

"Sempre fomos chamados de banda de Hard Rock, acho que um pouco mais complicado do que isso, nós viemos de Flint, Michigan e o que realmente nos influenciou foi a Motown e o R&B. Quando ainda éramos o THE PACK e TERRY KNIGHT AND THE PACK, nós fazíamos muito R&B, e depois quando nos tornamos o GRAND FUNK nós ficamos de fora do que se chamou de Power Trio Band, o sabor do R&B apareceu. E eu realmente acho que o GRAND FUNK é uma combinação única de R&B, Soul e Rock, como foram CREAM, HENDRIX, BLUE CHEER, e muitas daquelas bandas, nossa estrutura era mais Blues, digamos que éramos uma banda de R&b mal-humorada e com músculos".

Para uma banda que vendeu 25 milhões de discos, é um tanto supreendente como a nova geração de fãs não tenha tanto conhecimento da carreira do GRAND FUNK, em especial se compararmos com as outras bandas dos anos 70.

"Sabe, essa é uma opinião dos fãs mais fervorosos, mas acho que com o passar dos anos as pessoas tem identificado mais as nossas músicas como 'I'm Your Captain', 'Closer To Home', em especial 'We're An American Band', 'Locomotion' e 'Some Kind Of Wonderful' (com uma versão gravada por Joss Stone no álbum "Soul Sessions"). Eu acho que ainda falam muito do GRAND FUNK, sei que vários músicos se identificam com o nosso som e vão aos nossos shows".

Voce não acha que grande parte disso aconteceu porque tudo transcorreu muito rápido, os álbuns eram lançados com pouco intervalo de tempo, afinal são onze discos de estúdio em sete anos, sem mencionar dois registros ao vivo...

"Yeah, nós éramos realmente uma banda dos 70's. O tempo de vida do nosso catálogo realmente é de 69 até 76, depois disso nós só lançamos dois álbuns, no começo da década de 80, que são bem obscuros, mas realmente a maioria das músicas que criamos e a fase que mais nos representa é de cerca de 6 ou 7 anos da nossa carreira".

"Mas estamos apostando no futuro, estamos escrevendo novo material, estamos tocando coisas novas no show, mas não temos nenhum plano para um novo álbum, nós não encontramos uma situação correta para que isso aconteça atualmente, quero dizer, existe um abismo entre as rádios e o Classic Rock hoje em dia, é realmente muito difícil lançar algo novo, claro que poderemos lançar algo pelo website, mas não é nosso interesse fazer isso agora. Nós queremos ter uma real distribuição e que de algum modo nossa música seja ouvida e condições para isto parece que não existem no momento..."




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Grand Funk Railroad"


Please Come To Brazil: 5 bandas de Classic Rock que nunca nos visitaramPlease Come To Brazil
5 bandas de Classic Rock que nunca nos visitaram

Grand Funk Railroad: Arnold Schwarzenegger e Franco Columbu em capaGrand Funk Railroad
Arnold Schwarzenegger e Franco Columbu em capa

Heavy Metal (o filme): trilha sonora do caralho!Heavy Metal (o filme)
Trilha sonora do caralho!


Legião Urbana: Eduardo e Mônica, uma análise psico-neuróticaLegião Urbana
Eduardo e Mônica, uma análise psico-neurótica

Covers: alguns dos mais legais feitos por bandas de MetalCovers
Alguns dos mais legais feitos por bandas de Metal


Sobre Douglas Dorsa

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adClio336|adClio336