Nightwish: "acertamos na mosca com a Anette!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Bruno Asfora, Fonte: About Heavy Metal, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 


Chad Bowar do About Heavy Metal recentemente conduziu uma entrevista com o líder e tecladista do NIGHTWISH Tuomas Holopainen, que falou, dentre outras coisas, sobre o processo de escolha da nova vocalista.
4041 acessosFinlândia: as dez melhores bandas de Heavy Metal do país5000 acessosKiss - Perguntas e Respostas

About Heavy Metal: Fale-nos sobre o processo de encontrar uma nova cantora depois da saída de Tarja.

Tuomas Holopainen: "Aqui vão algumas estatísticas: em um período de cerca de 14 meses nós recebemos em torno de duas mil demos de 55 países diferentes. Dessas 2000, cerca de 50 eram promissoras o bastante para que entrássemos em contato e as enviássemos um CD instrumental, então elas poderíam cantar três músicas e nós poderíamos ouvir como as suas vozes soariam em uma música do NIGHTWISH. Dessas 50 nós nos encontramos cara a cara com umas dez. Então, uma por uma, nós acabamos escolhendo a Anette".

About Heavy Metal: Como foi a decisão de selecionar Anette?

Tuomas Holopainen: "Nós tivemos uma votação formal, mas era unânime que ela deveria ser a escolhida. Era uma questão de coração. Sentíamos que ela era a pessoa certo, e todos concordaram".

About Heavy Metal: Vocês estavam procurando por alguém com um estilo vocal diferente da Tarja, ou simplesmente aconteceu de ser assim?

Tuomas Holopainen: "Definitivamente nós queríamos ter algo diferente. Esse era o nosso único critério. Nós não criamos um perfil de como a nova vocalista deveria soar, como seria a sua aparência ou de onde deveria ser proveniente. Apenas confiamos que a pessoa certa estaria por aí. A única coisa que sabíamos com certeza era que não queríamos outra cantora treinada em ópera clássica na banda. Nós achamos que era o tempo de se mover e não de encontrar uma cópia. O trabalho duro era encontrar alguém que tivesse o mesmo poder, paixão e emoção em sua voz, mas ainda soar diferente. Eu pessoalmente acho que acertamos na mosca com Anette porque sua voz é realmente forte, mas ela também pode fazer interpretações maravilhosas. Ela tem muita variedade em sua voz. Ela tem a voz de uma contadora de estórias e de modo algum soa como a Tarja".

About Heavy Metal: Vocês também decidiram não anunciar quem era a nova vocalista até depois do álbum ter sido gravado. Foi difícil manter o sigilo?

Tuomas Holopainen: "Sim, foi como brincar de agente secreto. Estávamos sempre em aviões e hotéis diferentes e coisas assim pois a mídia, especialmente na Finlândia, estava ávida por descobrir quem era ela. Haviam Paparazzi em todos os lugares. Tínhamos que ser realmente cuidadosos. Realmente era uma coisa muito suculenta para a imprensa. A mídia dizia que essa coisa de esconder era por publicidade, mas esse nunca foi o caso. Era apenas para protegê-la, de modo que tivéssemos alguma paz e quietude no processo de gravação. Quando revelássemos a identidade dela para o mundo já teríamos algum material novo do NIGHTWISH para tocar para as pessoas. Se tivéssemos apresentado Anette já em janeiro as pessoas teriam cinco meses para julgá-la apenas pela sua aparência e pelo que ela tinha feito antes. Eu não acho que teria sido justo".

About Heavy Metal: Como tem sido a sua turnê norte-americana até aqui?

Tuomas Holopainen: "Estamos aqui há cerca de uma semana e meia, e é incrível, principalmente a reação dos fãs. É algo que nós nunca esperávamos. Ao mesmo tempo as pessoas têm muita fé em relação a coisa toda. Os shows têm sido realmente ótimos".

About Heavy Metal: Vocês já agendaram uma outra turnê americana para a próxima primavera.

Tuomas Holopainen: "Queremos nos concentrar um pouco mais na América do Norte para este álbum. Na verdade haverá uma terceira turnê americana vindo no ano que vem".

About Heavy Metal: Vocês assinaram com a Roadrunner nos EUA para tentar desencantar nesse mercado e ganhar mais exposição?

Tuomas Holopainen: "Nos juntamos com eles para o álbum anterior e realmente fizeram um bom trabalho. Eles parecem ter o que se precisa nesse continente. Está parecendo bom. Não estamos aqui porque queremos nos tornar grandes estrelas. Eu encaro mais como um desafio porque todos na Europa dizem que o mercado americano é o mais difícil do mundo, especialmente para bandas européias. Então, se você quer alcançar alguma coisa nesse continente, você tem que dar em você mesmo um bom cafuné nas costas".

About Heavy Metal: O seu calendário da turnê está bastante cheio para o futuro próximo.

Tuomas Holopainen: "Sim, até o outono de 2009, então a turnê vai durar cerca de dois anos ininterruptos. O ano que vem será incrivelmente ocupado, mas vamos acalmar um pouco em 2009. Tudo funciona em ciclos, então estaremos em turnê por 4 ou 5 semanas, daí vamos para casa por 10 dias e etc. Você tem que lembrar que nesta banda há três membros com filhos, e as famílias sempre são mais importantes que a banda. Nós fazemos disso uma prioridade".

About Heavy Metal: Esta é a primeira turnê americana de Anette com a banda. Como ela está se adaptando até aqui?

Tuomas Holopainen: "Realmente bem. Nós sempre dissemos que ela não tinha idéia do que tava se metendo. Ela nos disse que tinha uma boa idéia, mas me confessou há dois dias atrás de que eu estava certo, ela não tinha idéia de que haveria tanta pressão o tempo inteiro. Mas ela definitivamente está se divertindo e entrando na coisa toda. Leva algum tempo, o que é bastante natural".

About Heavy Metal: A voz dela dá uma cara nova ao material antigo de vocês?

Tuomas Holopainen: "Sim, dá. Ela interpreta as coisas antigas de maneira única. Eu entendo que esteja sendo um choque para os fãs mais radicais ouví-la cantando as músicas antigas. Mas eu acho que ela vem se saindo incrivelmente bem com elas".

About Heavy Metal: Eu li em alguns lugares diferentes que "Dark Passion Play" custou mais de um milhão de dólares para ser gravado. Isso é exato?

Tuomas Holopainen: "A gravação do álbum custou cerca de 500.000 Euros, o que dá em torno de US$800.000. Somando-se a isso, nós fizemos dois clipes em Los Angeles que custaram 300.000 euros, que são $500.000. Então o custo da gravação de dos videoclipes estão bem acima de um milhão de dólares".

About Heavy Metal: Isso aumenta pressão em vocês para vender mais álbuns e ingressos de shows para recuperar todo esse dinheiro?

Tuomas Holopainen: "Não realmente, nós temos fé de que tudo vai sair bem. Nós não queríamos nenhum compromisso quando viesse a hora de gravar o álbum. Nós queríamos usar um coral e orquestra completos e ir para o Abbey Road studio em Londres e passar dez meses em estúdio, não importando o custo. A banda estava no limiar de sua carreira, o que era uma hora ruim para assumir qualquer tipo de compromisso".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

FinlândiaFinlândia
As dez melhores bandas de Heavy Metal do país

0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Nightwish"

NightwishNightwish
Marco Hietala responde perguntas de fãs

NightwishNightwish
Anette Olzon: "Às vezes é preciso ser malvada!"

NightwishNightwish
Marido de Tarja Turunen responde a 150 perguntas dos fãs

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Nightwish"

KissKiss
Perguntas, respostas e curiosidades diversas

MetallicaMetallica
Ulrich comenta os motivos da saída de Jason Newsted

RammsteinRammstein
"Se alguém rir das gordinhas, eu quebro a cara dele!"

5000 acessosDimmu Borgir: Silenoz se considera um satanista?5000 acessosPink Floyd: o maior concerto de rock já produzido5000 acessosDeep Purple: Gillan fala sobre Ritchie, Coverdale e Hughes5000 acessosOzzy Osbourne: "tive muitas overdoses e não morri"5000 acessosRock e Metal: os dez maiores Deuses dos Riffs5000 acessosMoshpits: uma análise séria do ritual headbanger

Sobre Bruno Asfora

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Bruno Asfora no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em junho: 1.119.872 visitantes, 2.427.684 visitas, 5.635.845 pageviews.

Usuários online