Dave Mustaine: "ainda tenho muito para fazer"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Paulo Nesso, Fonte: Megadeth World, Tradução
Enviar correções  |  Comentários  | 

O autor e jornalista Joel McIver, da revista Record Collector, recentemente entrevistou Dave Mustaine (MEGADETH), que está promovendo o novo box set “Warchest”.

3336 acessosMegadeth: cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica5000 acessosDinheiro não é tudo mas ajuda: 5 Rock Stars que nasceram ricos

McIver: O quão importante foi a turnê “Clash Of The Titans” (1990) para a carreira do Megadeth?

Mustaine: "Muito. Eu me lembro daquela turnê com muito carinho, embora houvesse algumas diferenças de opiniões entre as bandas e alguns conflitos de personalidade, mas aos meus olhos foi um tremendo sucesso. Tenho amizade com Chuck Billy (TESTAMENT), o vejo a toda hora, mas com o pessoal do SLAYER realmente não, porém somos cordiais. E também vejo Scott Ian (ANTHRAX) sempre. Infelizmente, com o que aconteceu com o ALICE IN CHAINS [a morte de Layne Staley] não vejo todos, mas eu encontrei Jerry Cantrell recentemente. Acabei de ver Mike Muir do SUICIDAL TENDENCES também, e ele parece intimidante como sempre!"

McIver: Teremos uma Gigantour inglesa?

Mustaine: "Seria um prazer algo assim. Eu sonho ao falar de uma Gigantour internacionalizada. Sinto um parentesco para com o Reino Unido e quero fazer tudo que fazemos com nossos fãs lá. Então se vamos fazer algo desse tipo temos que ter certeza de ocupar o nosso tempo e pegar as bandas certas nos lugares certos com um preço justo. Às vezes você tem que perder dinheiro para tomar consciência sobre os preços dos ingressos que os fãs estão pagando, então eu tenho que correr esse risco também se quiser manter o espírito da Gigantour vivo. As pessoas gostam da idéia da Gigantour – soa bem, uma divertida turnê de Metal.

McIver: Você se acha um bom guitarrista?

Mustaine: "Sim, eu acho que sou bom. Eu gosto de tocar como estou tocando agora: gosto de descer a guitarra quando estou terminando a música, e então olhando pra alguém.... 'vamos ver você fazer isso!' No entanto existem centenas e milhares de guitarristas que são melhores do que eu. É legal perceber essas minhas limitações como guitarrista".

McIver: Você está com 46 anos. Isso faz de você um cara velho?

Mustaine: "É, acho que estou velho. Não pareço velho, e não toco como se estivesse, estou em boa forma agora – mas existem manhãs quando eu acordo, em que me sinto como se alguém tivesse enxugado o óleo de minhas dobradiças, ha ha! E vou rangendo de um lado para o outro até que os movimentos fluam de dentro de mim. Acho que isso é um risco ocupacional: esse trabalho é tão desgastante para seu esqueleto e seu sistema respiratório que a maioria das pessoas estariam mortas. Eu fico bem, porém trabalho fora, vou a academia e faço testes cardíacos e então, claro, existe a obrigação de duas horas de 'calistenias' de Metal toda noite!" [Nota do editor: a palavra de origem grega significa algo como "cheio de força" ou "cheio de vigor"].

McIver: Por quanto tempo acha que ainda poderá manter sua carreira musical?

Mustaine: "Oh, eu saberei a hora de parar. Eu achei que fosse hora de parar antes, quando machuquei meu braço. Honestamente achei que tivesse perdido o fogo, mas então pensei: 'acho que vou fazer isso um pouco mais, porque existe algo incompleto dentro de mim'.

McIver: O seu melhor trabalho está atrás ou à frente de você?

Mustaine: "Acho que está à minha frente. Eu não sei se o próximo álbum vai ser bom, ou se haverá um, ou se será com a Roadrunner, ou o que vai acontecer. Haverá outra emanação de minha música, mas qualquer que seja ela, ou será outro álbum do Megadeth ou serei eu saindo em carreira solo... Porque todos os meus compromissos estão completos com o Megadeth. Eu amo tocar com os irmãos Drovers [o guitarrista Glen Drover e o baterista Shawn Drover] e com James Lomenzo [baixo], e eu poderia ver isso continuar por um longo tempo, porque esses caras são muito funcionais. Embora exista uma aura juvenil que permanece, também há um tremendo respeito de um com o outro e com nossas famílias, que tornam a turnê muito 'limpa' e respeitosa para todos".

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

MegadethMegadeth
Cinco vezes onde a banda foi melhor que o Metallica

3048 acessosHeavy Metal: os 10 melhores riffs dos anos noventa504 acessosMarty Friedman: ouça "Miracle", single do novo álbum solo3508 acessosMetallica: e se James Hetfield cantasse no Megadeth?0 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Megadeth"

MegadethMegadeth
Eterno Harry Potter se inspira em canção para papel

MegadethMegadeth
As pérolas mais polêmicas ditas por Mustaine

Marty FriedmanMarty Friedman
10 álbuns que mudaram a vida do guitarrista

0 acessosTodas as matérias da seção Entrevistas0 acessosTodas as matérias sobre "Megadeth"

Dinheiro não é tudo mas ajudaDinheiro não é tudo mas ajuda
5 Rock Stars que nasceram ricos

Fotos de InfânciaFotos de Infância
Steven Tyler, do Aerosmith, muito antes da fama

SlayerSlayer
Tom Araya revela seus ídolos do baixo

5000 acessosMotörhead: em 1995, Lemmy comenta versão do Sepultura5000 acessosMetallica: NME elege as 10 melhores músicas do grupo5000 acessosFotos de Infância: Cradle Of Filth4661 acessosStone Sour: Corey Taylor acha que o Grammy é ridículo5000 acessosKorn: Jonathan Davis ficou chocado com comentários de Obama5000 acessosCasamento homoafetivo: rockstars postam mensagens sobre decisão

Sobre Paulo Nesso

Paulo Nesso, ou apenas Nesso, é paulista, mora em Americana-SP, profissional da área de T.I. Sempre trabalhou com informática. Aos 13 anos conheceu o metal e ao ouvir os primeiros acordes de "Holy Wars" apaixonou-se pelo thrash do Megadeth. Fundador do megadethworld.com, um portal com mais de uma década de história, acompanha a evolução do Whiplash! desde seu início. São Paulino doente, adora carros e tecnologia, faz de suas paixões seus hobbies e tem um enorme prazer em levar conhecimento aos fãs de Dave Mustaine & Cia.

Mais informações sobre Paulo Nesso

Mais matérias de Paulo Nesso no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online