Ozzy: "Eu gravei sóbrio antes; mas eu nunca escrevi sóbrio!"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Eduardo Miranda da Glória, Fonte: The News Tribune, Tradução
Enviar Correções  

Ernest A. Jasmin do The News Tribune recentemente conduziu uma entrevista com Ozzy Osbourne.

Black Sabbath: Sharon não entende como Dio substituiu Ozzy na banda

Gene Simmons: sexo com vocalista do Linkin Park na cadeia?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

The News Tribune: O primeiro show (Ozzfest 2007) é no White River Amphitheatre. E alguns anos atrás você teve um show delicado lá. (Ozzy pirou no camarim em 2005, depois de perder a voz.)

Ozzy: Eu tenho muitos problemas de voz. Você tem que gritar muito, saca. É por isso que acho que estamos marcados para os primeiros shows. Eu acabei de fazer a maior turnê européia que já fiz. E tive um pouco de problemas com minha voz. Mas parece estar melhorando agora, sabe.

The News Tribune: Considerando que nos últimos anos você teve problemas de voz, e as primeiras duas músicas do seu novo cd se chamam "Not Going Away" e "I Don't Wanna Stop", você pensou em parar?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ozzy: Todo ano eu penso. Eu estava ouvindo algumas demos de "No More Tears" hoje, que foi gravado tipo 15 anos atrás. E eu pensei, porra! Minha voz tinha um alcance muito maior. Eu estava conversando com Bob Seger alguns anos atrás quando sai com ele, e perguntei, "Você ainda consegue chegar lá? Como quando você canta ('Old Time Rock & Roll')". Ele disse, "Eu tenho problemas." Todos nós temos. Quando eu estou bem eu amo. Mas quando estou mau, eu odeio. Tem muitas pessoas fazendo várias trapaças, com essas máquinas e tudo mais. Como um amigo meu que foi ver a Madonna, e aparentemente ela fez todo o show com aquela merda de sincronia labial.

The News Tribune: Quando você irá saber que é a hora de passar a tocha?

Ozzy: Se eu tiver que parar de tocar em grandes shows para tocar em clubes - eu não irei fazer isso. Se o público diminuir, não vou curtir mais, vou parar, saca. Eu não quero tocar para uma sala vazia ou um teatro vazio. Bom, eles têm perguntado isso aos Stones pelos últimos 20 anos, e eles ainda estão ai.

The News Tribune: Eu li que esse é primeiro álbum que você fez completamente sóbrio.

Ozzy: Sim, sim. Eu gravei álbuns sóbrio antes. Mas eu nunca escrevi músicas ou qualquer outra coisa sóbrio antes. E eu fiz isso porque encontrei um amigo meu. Ele é bem mais experiente que eu. Eu disse a ele, "O álcool e as drogas abastecem minha criatividade". Ele disse, "É isso que o seu vício te diz. Mas o que você tem a fazer é não ter medo de pedir ajuda."

Ozzy: Quando estou fazendo um CD, e fico como se fosse uma grávida doentia. Eu não me deixo envolver muito. Quando tenho uma visão na minha cabeça - eu não toco. Eu não posso ler música. Eu mal posso ler em inglês, considerando a minha dislexia. Eu tive que me livrar disso, sabe. E o mérito do programa de TV foi me colocar nos trilhos, saca.

The News Tribune: Você estava apreensivo sobre como as pessoas receberiam o seu cd depois do show?

Ozzy: Bom, não. Pra minha sorte eu fiz alguns projetos de cover e coisas que foram bem vendidos. Mas isso foi apenas para deixá-los (fãs) sabendo que estou ainda por ai, sabe. Mas meus próprios álbuns, eles sempre foram sucesso, saca. Então se por algum motivo esse cd, "Black Rain", não saisse como o esperado. Eu não posso me queixar porque saiu muito bom - no próximo ano farão 40 anos que tenho feito o que faço.


Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline WhipDin