Immortal ensaiando faixas de novo CD de estúdio

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Uamoti, Fonte: imhotep, Tradução
Enviar correções  |  Ver Acessos

O guitarrista do IMMORTAL, Demonaz, conversou com Andreas Aubert, do Imhotep.fi/Eternal Terror, um dia após o show deles no Inferno Festival deste ano (6 de abril). Eles discutiram sobre as forças propulsoras por trás do IMMORTAL, a escrita das letras e o papel de Demonaz na banda. Foi a primeira apresentação do grupo em quase quatro anos. Houve alguns problemas técnicos, que de acordo com Demonaz foram causados pelo técnico de guitarra não desempenhar seu trabalho adequadamente, mas apesar disso foi um bom show. Demonaz concorda:

Slayer: Kerry King acha que Black Metal norueguês é uma merdaFama: 5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no Brasil

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Demonaz: "Foi um show clássico. Sinto que estamos de volta com a formação certa e foi uma boa atmosfera, as pessoas estavam preparadas pra isso. Foi um bom show apesar de algumas dificuldades técnicas."

Imhotep.fi: Serão sete shows este ano?

Demonaz: "Sim". [Vejam no www.immortalofficial.com as datas. Na época em que foi publicada esta matéria, o número havia aumentado para oito].

Imhotep.fi: Depois disso, o que virá?

Demonaz: "Um disco de estúdio. Abbath (vocal/baixo/guitarra) e eu estamos trabalhando com o material. Abbath também começou a ensaiar as músicas com Horth (bateria)."

Imhotep.fi: Appolyon (baixo), ele será substituído?

Demonaz: "Não, ele é um merecido integrante da banda. Um novo disco de estúdio será a próxima coisa depois desses shows."

Imhotep.fi: Você é o filósofo na banda? Você escreve todas as letras...

Demonaz: "Abbath e eu começamos o Immortal, e somos a plataforma da banda. Nós encontramos em Horgh um ótimo baterista após os três primeiros discos. Ele é parte da irmandade e nós não poderíamos seguir sem ele. Eu escrevo todas as letras e tenho sido parte disso o tempo todo, apesar de não tocar mais ao vivo. Tem a ver com espírito; Immortal é mais que uma banda. É tudo para nós".

Imhotep.fi: Diz-se que o todo é mais que a soma das partes. É esse o caso com o Immortal?

Demonaz: "Para Abbath e eu o elemento mais importante é ter o espírito para que possamos criar o Immortal. Nós o temos. Nós não poderíamos ter voltado se o espírito não estivesse lá. O mais importante para nós é o sentimento. Nós não fazemos isso para os outros, fazemos pra nós. Claro que fazemos pros fãs também, mas o espírito é a força propulsora".




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "Immortal"


Metal Injection: os cinco bateristas mais insanos do Black MetalMetal Injection
Os cinco bateristas mais insanos do Black Metal

Immortal: a melhor maneira de melhorar qualquer fotoImmortal
A melhor maneira de melhorar qualquer foto


Slayer: Kerry King acha que Black Metal norueguês é uma merdaSlayer
Kerry King acha que Black Metal norueguês é uma merda

Fama: 5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no BrasilFama
5 bandas que são grandes no exterior e nem tanto no Brasil


Sobre Uamoti

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

Mais matérias de Uamoti no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336