After Forever: Qualidade musical e simpatia rumo ao Brasil

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Thiago Sarkis
Enviar correções  |  Ver Acessos




O After Forever já deve estar em território brasileiro exatamente neste momento em que você lê essa entrevista. O grupo holandês vem pela primeira vez a nosso país para um show muito aguardado, celebrando quatro anos de sucesso mundial.

Em entrevista exclusiva ao Whiplash!, realizada pouco mais de uma semana antes da turnê, a simpática Floor Jansen nos falou de toda a expectativa para as apresentações no Brasil e na América do Sul, além de comentar brevemente o próximo álbum de estúdio, "Remagine", que será lançado por aqui em Outubro, através da Hellion Records.

Whiplash! - Vocês estão vindo para o Brasil pouco antes de lançarem um novo álbum, e já algum tempo após o último disco, "Invisible Circles". Não é o que tradicionalmente vemos, digamos que é uma turnê inusitada...

Floor Jansen - (risos) É verdade, já que geralmente saímos para promover um álbum logo após o seu lançamento. Porém, eu diria que é uma turnê especial, mais do que inusitada. Completamos o trabalho em "Remagine", nosso próximo CD, e não poderíamos perder a chance de tocar no Brasil e em outros países da América do Sul. Estamos muito felizes.

Whiplash! - Temos um tempo curto, mas antes de seguirmos com a conversa sobre a turnê, gostaria de saber mais sobre "Remagine". Pode nos adiantar algo?

Floor Jansen - O que posso adiantar é que... bem, será um ótimo disco (risos). Bom, "Remagine" é realmente um passo a frente em nossa carreira. Vejo-o com todas as características do After Forever, contudo trazendo novas idéias à nossa música. Temos melodias bem fortes para nossos fãs, e músicas que marcarão nossa história.

Whiplash! - Por falar nisso, ocorreram várias dificuldades durante a pré-produção de "Remagine", inclusive o câncer do baterista Andre Borgman. Quais meios o After Forever encontrou para trabalhar com isso e superar a situação adversa? Como está Andre?

Floor Jansen - Todos os problemas que enfrentamos fizeram de "Remagine" um álbum ainda mais apaixonado e pleno de intensidade. Vai além de que qualquer outro que já gravamos. Nos assustamos e sofremos com a doença de Andre e vimos quão bom ele é no material que gravou na pré-produção. É incrível como sua bateria soa bem e você concordará comigo ao ouvir o CD. Felizmente ele está curado, passando muito bem agora. Inclusive já voltou a tocar conosco e estará aí no Brasil.

Whiplash! - Isso é ótimo. Quando foi esse retorno?

Floor Jansen - Recentemente, no Fields Of Rock (N. do E.: famoso festival holandês) em Junho. Desde então já fizemos alguns shows, e ele está em perfeita forma.

Whiplash! - Sabia (risos). Acompanhei o Fields Of Rock e a bateria seguia com perfeição o que vocês gravaram nos álbuns...

Floor Jansen - (risos) Era ele mesmo. Você estava aqui então? Que loucura. Esperamos muito pelo momento do retorno de Andre, e foi incrível tê-lo no palco conosco novamente, principalmente por ser um show muito especial.

Whiplash! - Exatamente, eu já me preparava para falar sobre isso. Como vocês se sentiram num festival daquela proporção, com bandas como Black Sabbath, Velvet Revolver, Audioslave, Rammstein, etc?

Floor Jansen - Nossa, é impossível descrever. Tocar no mesmo festival que o Black Sabbath com Ozzy Osbourne é muito especial. E tantas outras bandas enormes em todo o mundo estiveram lá também. Foi incomum, inacreditável, uma honra para todos nós. Melhor ainda por termos a consciência de que fizemos um show muito consistente e que agradou ao público.

Whiplash! - E agora o Brasil, a América do Sul. Quais as suas expectativas para essa turnê?

Floor Jansen - Estou extremamente feliz e curiosa. Recebemos incontáveis mensagens do Brasil, e os fãs são muito carinhosos conosco. Acho que encontraremos um público entusiasmado, e corresponderemos a isso. Nos divertiremos bastante, tenho certeza. Já estivemos próximos à América do Sul, tocando no México por duas vezes, e foi ótimo. Agora finalmente chegamos a Brasil, Argentina, Colômbia e Chile, e só temos boas expectativas.

Whiplash! - E o que esperar no set list? Algum adiantamento quanto a isso?

Floor Jansen - Não com nomes de músicas (risos). Mas, bem, é a nossa primeira vez aí, e escolhemos um repertório abrangente, com material desde "Prison Of Desire" até "Invisible Circles", no mínimo. As pessoas que vêm nos acompanhando gostarão bastante, pois levaremos o melhor que o After Forever tem a apresentar.

Whiplash! - Floor, foi um prazer falar com você. Esperamos pelo After Forever...

Floor Jansen - Muito obrigada. Nós é que aguardamos por todos vocês nos shows. Falta uma semana e meia para chegarmos no Brasil, mas parece uma eternidade. Mal posso esperar por passar em São Paulo, Porto Alegre, Belo Horizonte, Rio de Janeiro. Nos vemos em breve!!!



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção EntrevistasTodas as matérias sobre "After Forever"


Nightwish: Encontros com fãs são luxo, não obrigação, diz FloorNightwish
"Encontros com fãs são luxo, não obrigação", diz Floor

Nightwish: Floor é uma profissional de alto nívelNightwish
"Floor é uma profissional de alto nível"

After Forever: Floor Jansen se sente traída por relançamentosAfter Forever
Floor Jansen se sente traída por relançamentos


Guns N' Roses: Algumas curiosidades sobre o vocalista Axl RoseGuns N' Roses
Algumas curiosidades sobre o vocalista Axl Rose

Exodus: Rick Rubin é uma verdadeira fraude, diz Gary HoltExodus
"Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt

Indústria: atrizes pornô começam a seguir mesmo rumo das bandasIndústria
Atrizes pornô começam a seguir mesmo rumo das bandas

Heavy Metal: nove ótimas músicas suaves do gêneroHeavy Metal
Nove ótimas músicas suaves do gênero

AC/DC: Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vidaAC/DC
"Chuck Berry foi o maior babaca que já vi na vida"

Led Zeppelin: as dez melhores canções blueseiras da bandaLed Zeppelin
As dez melhores canções blueseiras da banda

Jon Bon Jovi: as mudanças no rosto dele de 1983 a 2019 (vídeo)Jon Bon Jovi
As mudanças no rosto dele de 1983 a 2019 (vídeo)


Sobre Thiago Sarkis

Thiago Sarkis: Colaborador do Whiplash!, iniciou sua trajetória no Rock ainda novo, convivendo com a explosão da cena nacional. Partiu então para Van Halen, Metallica, Dire Straits, Megadeth. Começou a redigir no próprio Whiplash! e tornou-se, posteriormente, correspondente internacional das revistas RSJ (Índia - foto ao lado), Popular 1 (Espanha), Spark (República Tcheca), PainKiller (China), Rock Hard (Grécia), Rock Express (ex-Iugoslávia), entre outras. Teve seus textos veiculados em 35 países e, no Brasil, escreveu para Comando Rock, Disconnected, [] Zero, Roadie Crew, Valhalla.

Mais matérias de Thiago Sarkis no Whiplash.Net.