Aerosmith: a história do roubo da canção do filme "Armageddon"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcelo Araújo, Fonte: Ogro do Metal
Enviar correções  |  Ver Acessos

Durante o período de preparação de "Armageddon", a banda Aerosmith foi escalada para fazer uma "power ballad" que entraria na trilha sonora do filme, que tinha a filha do vocalista (a sensual Liv Tyler) no papel de protagonista.

Zakk Wylde e Dave Grohl: A treta por causa de canções para OzzyMegadeth: Mustaine fala sobre bandas satânicas

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Era um período em que a banda se encontrava muito ocupada com a turnê do álbum "Nine Lives", e eles chegaram ao estúdio para gravar a faixa sem nenhuma ideia inicial para a canção encomendada.

Com o tempo se esgotando, um executivo da gravadora que estava completamente apaixonado pela canção "I Don't Want to Miss a Thing", escrita por Diane Warren especialmente para a cantora Celine Dion, "roubou" a música e entregou para a banda de Steven Tyler, sobre o pretexto que adoraria ouvir a mesma sendo executada por uma banda de Rock.

A banda gravou uma demo, a gravadora adorou, o estúdio de cinema amou, e então ela foi produzida para a trilha sonora do referido filme. Será que faria tanto sucesso na voz de Celine Dion?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção CuriosidadesTodas as matérias sobre "Aerosmith"


Aerosmith: A depressão quase me matou, diz Joey KramerAerosmith
"A depressão quase me matou", diz Joey Kramer

Aerosmith: Steven Tyler revela por que cancelou o show de CuritibaAerosmith
Steven Tyler revela por que cancelou o show de Curitiba


Zakk Wylde e Dave Grohl: A treta por causa de canções para OzzyZakk Wylde e Dave Grohl
A treta por causa de canções para Ozzy

Megadeth: Mustaine fala sobre bandas satânicasMegadeth
Mustaine fala sobre bandas satânicas


Sobre Marcelo Araújo

Carioca da gema e fanático por música de qualidade, aprendeu a gostar de Rock aos 10 anos de idade por causa de bandas como Scorpions, Led Zeppelin e Guns N' Roses. A maior decepção foi ver uma de suas bandas preferidas, o Bon Jovi, mudar completamente de estilo e se tornar uma coisa bem chatinha de uns tempos pra cá, algo classificado como uma mistura de Sertanejo Universitário com Pop. Das bandas mais recentes, curte bastante Alter Bridge e Unisonic. Adora tudo relacionado com as curiosidades por trás das canções, álbuns e bandas, sempre escrevendo matérias a respeito desses fatos no blog Ogro do Metal.

Mais matérias de Marcelo Araújo no Whiplash.Net.

Goo336x280