Jimi Hendrix: as últimas palavras do guitarrista

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Por Felipe Mota, Fonte: Drifter Rock
Enviar correções  |  Comentários  | 

Jimi Hendrix é a versão final de Johnny Allen Hendrix, nascido em 27 de novembro de 1942 em Seattle. Em 1945 o pai de Hendrix voltou da guerra e mudou seu nome para James Marshall Hendrix. E assim ficou.

1234 acessosCharlie Brown Jr: ouça Chorão & Cia tocando Jimi Hendrix5000 acessosButcher Babies: Conheça o Porn Metal de ex-coelhinhas da Playboy

Reza a lenda que Hendrix não teve instrução musical e aprendeu tudo sozinho. Jimmy queria ser músico, mas foi recrutado pelo exército em 1960 e tornou-se paraquedista de um esquadrão de elite chamado Screaming Eagles em Fort Campbell, Kentucky. Certa noite, cansados de ouvir a guitarra de Hendrix, que praticava todos os dias, seus colegas de alojamento da 101ª Divisão Aerotransportada resolveram descer porrada no praça Hendrix. Jimmy não se defendeu: abraçou a guitarra, protegeu-a com o corpo e apanhou até que um amigo, Raymond Ross ex-lutador de boxe ajudou-o.

Após 26 saltos Hendrix fraturou o tornozelo e foi dispensado. Foi tocar com Little Richard e trabalhar como músico de estúdio. Recebeu conselhos de Albert King e Muddy Waters. Muddy lhe disse: “Conheci Robert Johnson. Você é parecido com ele.” E Jimmy continuou sua peregrinação por bandas e bandas, Isley Brothers, Curtis Knight, até que formou sua própria banda: Jimmy James and The Flames. E foi essa banda que os Stones viram tocando no Cafe Wha. Linda Keith (isso mesmo, a namorada de Keith Richards) fez a conexão entre Jimmy e Chas Chandler, baixista do Animals que queria passar de músico a empresário.

Chas Chandler levou Jimmy Hendrix para Londres em 1966 e surgiu Jimi Hendrix. Ele subiu ao palco com o Cream deEeric Clapton para uma canja que virou jam, e logo seu nome estava pelos muros e paredes de Londres ao lado do de Clapton: “Clapton é o deus da guitarra, mas Hendrix é o melhor.” Jimi precisava de uma banda, e não demorou para que isso acontecesse: com a Jimi Hendrix Experience lançou três de seus quatro álbuns oficiais, “Are You Experienced?”1967, “Axis:Bold As Love”1967 e “Eletric Ladyland”1968. O quarto álbum, de 1970 e ao vivo, foi com a Band Of Gypsys e levou o próprio nome da banda. Uma curiosidade para ilustrar o quanto Jimi Hendrix era capaz de impressionar com seu talento a todos os que o viam: foi indicado para participar no Monterey Pop Festival por Paul McCartney.

Jimi morreu em Londres, em 18 de setembro de 1970, em circunstâncias misteriosas. Sua morte nunca foi explicada. Passou a compor o grupo dos “27″ com Jim Morrison, Janis Joplin e outros. Cada autor tem uma teoria sobre sua morte, mas todos concordam que a grande quantidade de vinho tinto encontrada em seu estômago sem ter sido absorvida pelo organismo foi o que causou sua asfixia. Havia mais de um ano que Hendrix não bebia vinho, já não gostava mais disso. Então por que o vinho? Ele havia consumido drogas sim, e comprimidos de Vesperax. Mas vinho não fazia mais parte de seu repertório. Estudiosos do assunto acreditam que quando a bebida desceu pela garganta de Hendrix, ele estava inconsciente.

Pouco antes de morrer, Hendrix escreveu um longo poema. Sua caligrafia elegante e impecável encerrou aquele poema com as seguintes palavras:

"A história da vida é mais rápida que um piscar de olhos. A história do amor é OI e TCHAU, até nos encontrarmos de novo".

Por que destacamos matérias antigas no Whiplash.Net?

GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no G+

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato.

Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Trolls e chatos que quebram estas regras podem ser banidos. Denuncie e ajude a manter este espaço limpo.

Mais comentários na Fanpage do site, nos links abaixo:

Post de 29 de outubro de 2012
Post de 21 de novembro de 2012
Post de 19 de março de 2014
Post de 20 de março de 2014
Post de 29 de março de 2014
Post de 13 de julho de 2017

Charlie Brown JrCharlie Brown Jr
Ouça Chorão & Cia tocando Jimi Hendrix

171 acessosJimi Hendrix: O Som da Guitarra no Are You Experienced Pt.4254 acessosJimi Hendrix: parque em sua homenagem em Seattle abre este sábado128 acessosJimi Hendrix: O Som da Guitarra no "Are You Experienced" Pt.30 acessosTodas as matérias e notícias sobre "Jimi Hendrix"

Judas PriestJudas Priest
Os 10 discos que mudaram a vida de Rob Halford

Astros do RockAstros do Rock
Como seriam suas versões tatuadas

BandasBandas
Audiófilos elegem as maiores da história do rock

0 acessosTodas as matérias da seção Curiosidades0 acessosTodas as matérias sobre "Jimi Hendrix"

Butcher BabiesButcher Babies
Conheça o Porn Metal de ex-coelhinhas da Playboy

LobãoLobão
Show mais curto da história do Rock não pertence a ele

OrtografiaOrtografia
Como deveriam realmente se chamar as bandas?

5000 acessosMonsters of Rock: a feijoada que quase derrubou King Diamond5000 acessosPreços: quanto custa para contratar a sua banda favorita5000 acessosDeath On Two Legs: a declaração de ódio de Freddie Mercury5000 acessosThe James Gang - A gangue encrenqueira do rock5000 acessosJanaína Paschoal: "Prefiro Pink Floyd e Dire Straits a Iron Maiden"4607 acessosPunk: três exemplos de como tocar na batera também é difícil

Sobre Felipe Mota

Freelance em desenvolvimento web. Música, Séries de TV e Internet são os seus hobbies. Sempre interessado em conhecer bandas novas e a história do Rock e Heavy Metal. Faz piadas nas suas horas vagas, mas ninguém ri delas. Interesse? Siga no twitter: @femotamaster.

Mais matérias de Felipe Mota no Whiplash.Net.

Whiplash.Net é um site colaborativo. Todo o conteúdo é de responsabilidade de colaboradores voluntários citados em cada matéria, e não representam a opinião dos editores ou responsáveis pela manutenção do site, mas apenas dos autores e colaboradores citados. Em caso de quebra de copyright ou por qualquer motivo que julgue conveniente denuncie material impróprio e este será removido. Conheça a nossa Política de Privacidade.

Em fevereiro: 1.218.643 visitantes, 2.740.135 visitas, 6.216.850 pageviews.

Usuários online