Eagles: o significado da clássica "Hotel California"

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Maximiliano P., Fonte: Maximiliano P.
Enviar correções  |  Ver Acessos

Publicado originalmente no Itsonlyrocknrollandilikeit

Black Sabbath: O acidente que tirou as pontas dos dedos de IommiHeavy Metal: 25 bandas que fizeram o gênero ser o que é

"Hotel California" é a primeira música do disco homônimo da banda norte-americana EAGLES, gravado e lançado em 1976. O álbum é um dos 15 mais vendidos da história do rock, tendo chegado a 20 milhões de cópias em 2009, segundo fontes extra-oficiais.

São muitas as interpretações do significado da mítica letra. Algumas são difíceis de engolir, como a que alardeia relações com seitas demoníacas e forças ocultas. Outras, um pouco mais plausíveis, mas ainda inconsistentes, trazem que a música diria respeito a um local da Califórnia ligado à recuperação de drogados e perturbados mentais.

Dentro do que parece a interpretação mais racional, a letra de "Hotel California" trata dos excessos e tentações ao alcance de uma banda de rock experimentando o sucesso, como o EAGLES da primeira metade dos anos 70. A fundamentação para essa linha de pensamento vem especialmente das entrevistas dos membros da banda desde 1976.

O conteúdo da música provavelmente seja uma autobiografia do estilo de vida deles. Basicamente a letra trata de materialismo e excesso. Dentro dessa visão, o "Hotel California" não seria um lugar, mas o universo de armadilhas e perdições para o fictício viajante, personagem principal da música. Uma vez dentro desse universo, a letra evidencia a dificuldade do "hóspede" para ir embora. "Você pode pedir a conta quando quiser, mas jamais poderá sair...", salienta o último verso.

Don Henley, o compositor, afirmou em entrevista recente que "a canção é uma alegoria sobre o hedonismo e autodestruição na indústria da música no sul da Califórnia durante a década de 1970. É basicamente uma canção sobre o lado sombrio do sonho americano e sobre o excesso na América, algo que a gente sabia muito a respeito". Glenn Frey, um dos guitarristas da banda, também afirmou que Hotel California "explora as vísceras do sucesso, o lado escuro do Paraíso, como estávamos vivendo em Los Angeles na época".

Ao longo de toda a canção está clara a inquietação deles sobre o preço a pagar pela facilidade de alcançar algumas coisas. Fica evidente o conflito entre o aspecto convidativo das tentações e o caminho sem volta ao qual elas acabam direcionando. A letra fala em banquetes, mulheres, flores, fartura, mas tudo isso andando junto ao questionamento do narrador sobre aquilo tudo ser o paraíso ou o inferno.

Parece sintomático o desconforto do compositor com a "prisão", no caso o "Hotel California", onde as celebridades são encarceradas ao alcançar o topo, em relação a drogas, álcool, mulheres ou ao próprio show business. Talvez tenha sido um momento de reflexão da banda sobre o alto custo, para eles, do lado dourado da fama e do sucesso.

A música, que tem nos vocais o batera Don Henley, ganhou um Grammy de melhor canção do ano, em 1977. Mesmo advinda de um enraizamento country/folk, a banda conseguiu desenvolver em "Hotel California" um rock de primeira qualidade, com evidentes genes da corrente progressiva que dominou os anos 70. A guitarra marcante em riffs e solos by Don Felder e Joe Walsh e o final entusiasmante são duas indeléveis características para transformá-la em um clássico.

Ao longo dos anos, grandes nomes da música mundial regravaram "Hotel California", em versões bastante distintas. Destaques para Gipsy Kings e The Killers. Entretanto, a variante mais polêmica e bem sucedida da música foi gravada pelo próprio EAGLES em 1994, em formato acústico, no bom "Hell Freezes Over".

Para mim, suavizar "Hotel California" foi como retirar o sal das batatas fritas, o queijo da macarronada, a lingüiça da feijoada. Respeito os que gostam da comida de hospital, mas a versão original, plugada, é muito mais roqueira e "temperada", devendo constar no cardápio de todos os rockers de carteirinha.

Por que destacamos matérias antigas?




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção CuriosidadesTodas as matérias sobre "Eagles"


Blend Guitar: os dez álbuns de Rock mais vendidos nos EUABlend Guitar
Os dez álbuns de Rock mais vendidos nos EUA

Mais capas: agora feitas por criançasMais capas
Agora feitas por crianças

Ultimate Guitar: os 100 melhores solos de guitarraUltimate Guitar
Os 100 melhores solos de guitarra


Black Sabbath: O acidente que tirou as pontas dos dedos de IommiBlack Sabbath
O acidente que tirou as pontas dos dedos de Iommi

Heavy Metal: 25 bandas que fizeram o gênero ser o que éHeavy Metal
25 bandas que fizeram o gênero ser o que é

Capas de álbuns com ilusões de óticaCapas de álbuns com ilusões de ótica
Capas de álbuns com ilusões de ótica

Guns N' Roses: funkeiro assassina clássico máximo da bandaDi'Anno: "Harris é como Hitler e o Maiden é entediante!"Angra: erros de gravação dos vídeos da bandaRegis Tadeu: O Angra foi formado em torno do Andre Matos

Sobre Maximiliano P.

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336|adClio336