Matérias Mais Lidas

imagemQuando Derico, do Programa do Jô, descobriu que Ian Anderson tocava tudo errado

imagemIron Maiden e o Rock in Rio: em detalhes, o que exatamente a banda pediu para o evento

imagemRob Halford compartilha a foto mais metal da semana; "O Rei e Eu"

imagemO clássico dos Paralamas do Sucesso que Lobão acusou de plágio

imagemPrika Amaral diz que fica feliz com o sucesso alcançado banda Crypta

imagemGordo diz que atualizou termos politicamente incorretos após puxão de orelha de filha

imagemFãs de Stranger Things do Tik Tok querem cancelar o Metallica

imagemDavid Ellefson diz que você conhece seus amigos quando a m*rda bate no ventilador

imagemA opinião de Marcelo Barbosa sobre cancelamento de Metallica e Pantera por racismo

imagemNova Fã que descobriu Metallica por Stranger Things quer cancelar banda e reúne provas

imagemGuitarrista do Skid Row diz que não fala com Sebastian Bach e não pensa em fazer pazes

imagemArtigo na Far Out Magazine aponta James Hetfield como pior letrista da história do metal

imagemFloor Jansen diz que achou que não fosse conseguir cantar nova música do Avantasia

imagemResenha - Max e Iggor Cavalera (Audio, São Paulo, 07/08/2022)

imagemAnthrax cancela mais um show que seria realizado no Texas


Dream Theater 2022

Power Paladin: sexteto põe Islândia no mapa do power metal

Resenha - With the Magic of Windfyre Steel - Power Paladin

Por Victor de Andrade Lopes
Em 25/01/22

Nota: 8

Bora começar 2022 com... mais uma banda de power metal? Cuja estreia vem com título apoteótico (With the Magic of Windfyre Steel) e capa com a combinação infalível dragão + castelo?

Talvez você já esteja revirando os olhos, mas há duas coisas que você deveria saber sobre o sexteto Power Paladin: primeiramente, eles vêm da Islândia. Você conhece algum grupo desta gelada ilha europeia? Eu mal conheço o Skálmöld. "Segundamente", eles até que tentam dar uma variada no som pra não ficar aquela coisa clichê.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Por exemplo, a faixa de abertura "Kraven the Hunter" já trata de romper com expetativas ao flertar abertamente com hard rock e glam metal oitentista. E para deixar a coisa ainda mais inesperada, um solo de... violão?

Essa adoção de elementos hard rock volta em menor grau em "Creatures of the Night" e aproxima o grupo do Edguy, lenda alemã do gênero notória pela incorporação de hard rock em seu som mais recente.

"Righteous Fury" e "Ride the Distant Storm", como os nomes sugerem, vêm com mais "cara" de power metal e formam a dupla mais empolgante, senão clichê do álbum.

"War Kings" quase engana com uma pegada folk, mas desemboca num power metal basicão, como o que se ouve em "Evermore" e "Dark Crystal". E "Into the Forbidden Forest" recupera elementos ouvidos anteriormente, como folk e power aceleradão, e manda ver ao longo de seus 7 minutos e meio de duração (a mais longa).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O encerramento fica com a fartamente sinfônica "There Can Be Only One", com um clima de fim de jornada que quase nos faz sentir tristeza que o disco acabou.

Para quem está buscando algo ao menos um pouquinho fora dos padrões ou para quem quer apenas ampliar seus horizontes geográfico-metálicos, o Power Paladin é um nome que merece atenção, e With the Magic of Windfyre Steel comprovou isso.

Abaixo, o clipe de "Righteous Fury".

FONTE: Sinfonia de Ideias
https://sinfoniadeideias.wordpress.com/2022/01/24/resenha-with-the-magic-of-windfyre-steel-power-paladin/

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Mick Jagger: em cerimônia na escola do filho em São Paulo

Oh, não!: clássicos do Rock Heavy Metal e que foram "estragados" pelo tempo


Sobre Victor de Andrade Lopes

Victor de Andrade Lopes é jornalista (Mtb 77507/SP) formado pela PUC-SP com extensões em Introdução à História da Música e Arte Como Interpretação do Brasil, ambas pela FESPSP, e estudante de Sistemas para Internet na FATEC de Carapicuíba, onde mora. É também membro do Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil e responsável pelo blog Sinfonia de Ideias. Apaixonado por livros, ciências, cultura pop, games, viagens, ufologia, e, é claro, música: rock, metal, pop, dance, folk, erudito e todos os derivados e misturas. Toca piano e teclado nas horas livres.

Mais matérias de Victor de Andrade Lopes.