RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas


Van Canto: banda funciona melhor do que nunca como "octeto"

Resenha - To the Power of Eight - Van Canto

Por Victor de Andrade Lopes
Postado em 06 de julho de 2021

Nota: 8 starstarstarstarstarstarstarstar

Há algum tempo eu venho defendendo a tese de que o septeto alemão de metal a cappella van Canto "se esconde" atrás do ineditismo da sua formação e do seu estilo para produzir discos que têm soado mais do mesmo. Sustento também que os dois discos anteriores tinham "cartas na manga" para mascarar a zona de conforto (Voices of Fire foi uma metal opera e seu sucessor Trust in Rust marcou a estreia do vocalista principal masculino Hagen Hirschmann no lugar de Dennis "Sly" Schunke).

Van Canto - Mais Novidades

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Em seu oitavo álbum - sim, eles chegaram a oito títulos a despeito dos haters -, intitulado To the Power of Eight, o grupo tem uma nova carta na manga: a volta de Sly, ainda que como membro "convidado" - um convidado que estranhamente participa de todas as faixas mesmo não desempenhando um papel exclusivo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E sabem o que aconteceu? O van Canto se encontrou como nunca havia se encontrado antes. Este disco é o momento em que eles estabeleceram a melhor combinação possível de vozes. Porque além de dois vocais limpos, um de cada sexo biológico, temos agora um terceiro vocal, segundo masculino, que cuida das partes mais agressivas.

A diferença nem sempre se faz tão evidente. A abertura autointitulada, por mais empolgante que seja, não denuncia a presença de tantos músicos. Na abertura "de fato", "Dead By the Night", a banda já começa a mostrar suas garras, e as três vozes se distinguem mais notadamente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - GOO
Anunciar no Whiplash.Net Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É verdade que nem toda faixa precisava de três vocais principais para funcionar bem, mas há momentos em que apenas duas vozes (convencionais) talvez não dessem conta do recado. Exemplos: os covers "Raise Your Horns" (do Amon Amarth) e "Thunderstruck" (do AC/DC), em que a voz gutural e rasgada de Hagen é insubstituível.

Outros destaques incluem o poderoso single "Faith Focus Finish", a "folk" "Turn Back Time" (relíquia dos anos 1990 que o "guitarrista solo" Stefan Schmidt e o baterista Bastian Emig mantiveram na gaveta até que a letra, saudosista, fizesse sentido para eles); a oitentista "Hardrock Padlock" e a curiosa "From the End" (com cantos que imitam flautas).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - CLI
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Os covers, como sempre, ganham nossos corações menos pela qualidade em si do que pela diversão e ineditismo que os caracterizam. São versões que fazem jus às originais, mas que nunca perdem aquele leve toque de sátira.

Antes tarde do que nunca, o van Canto inaugura uma nova fase de fato em sua surpreendentemente prolífica carreira e os mares por onde o grupo navegará daqui pra frente parecem mais convidativos que as águas frias e poluídas da capa desta obra.

Abaixo, o clipe de "Faith Focus Finish":

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - WHIP
Divulgue sua banda de Rock ou Heavy Metal

FONTE: Sinfonia de Ideias
https://sinfoniadeideias.wordpress.com/2021/07/03/resenha-to-the-power-of-eight-van-canto/

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps




publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | Alex Juarez Muller | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Geraldo Fonseca | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Victor de Andrade Lopes

Victor de Andrade Lopes é jornalista (Mtb 77507/SP) formado pela PUC-SP com extensões em Introdução à História da Música e Arte Como Interpretação do Brasil, ambas pela FESPSP, e estudante de Sistemas para Internet na FATEC de Carapicuíba, onde mora. É também membro do Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil e responsável pelo blog Sinfonia de Ideias. Apaixonado por livros, ciências, cultura pop, games, viagens, ufologia, e, é claro, música: rock, metal, pop, dance, folk, erudito e todos os derivados e misturas. Toca piano e teclado nas horas livres.
Mais matérias de Victor de Andrade Lopes.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS