Matérias Mais Lidas

Kiko Loureiro comenta sobre sua perda de audição e aconselha fãs e músicosKiko Loureiro comenta sobre sua perda de audição e aconselha fãs e músicos

A gritante diferença entre o The Voice Brasil e o gringo, segundo Rodrigo SuricatoA gritante diferença entre o The Voice Brasil e o gringo, segundo Rodrigo Suricato

A opinião de Rafael Bittencourt sobre as cantoras Gloria Groove e LudmilaA opinião de Rafael Bittencourt sobre as cantoras Gloria Groove e Ludmila

Cazuza tinha medo do PT: tenho medo quando PT pegar o poder, que merda que vai darCazuza tinha medo do PT: "tenho medo quando PT pegar o poder, que merda que vai dar"

Professor de canto se impressiona com Belutti cantando Bon Jovi no CaldeirãoProfessor de canto se impressiona com Belutti cantando Bon Jovi no Caldeirão

Por que Freddie Mercury não gostava de se comparar com John LennonPor que Freddie Mercury não gostava de se comparar com John Lennon

O sacrifício que Bill Ward teve que fazer para ajudar a gravar Heaven And HellO sacrifício que Bill Ward teve que fazer para ajudar a gravar "Heaven And Hell"

Choque de Cultura: programa dedicado ao metal faz piadas com Sepultura, Maiden e maisChoque de Cultura: programa dedicado ao metal faz piadas com Sepultura, Maiden e mais

Power metal: 30 músicas para começar a se interessar pelo estiloPower metal: 30 músicas para começar a se interessar pelo estilo

Classic Rock History: Os 10 discos de rock mais pesados já lançados (mas, cuidado...)Classic Rock History: Os 10 discos de rock mais pesados já lançados (mas, cuidado...)

Por que Elize Ryd não passou no teste para o Nightwish, segundo Olof Mörck (Amaranthe)Por que Elize Ryd não passou no teste para o Nightwish, segundo Olof Mörck (Amaranthe)

Milton Leite, narrador do SporTV, encanta internet ao tocar versão de YesterdayMilton Leite, narrador do SporTV, encanta internet ao tocar versão de "Yesterday"

Helloween: a inesperada música que Weikath mais gostou de tocar no United AliveHelloween: a inesperada música que Weikath mais gostou de tocar no "United Alive"

Nightwish: o curioso animal de estimação que Floor Jansen gostaria de terNightwish: o curioso animal de estimação que Floor Jansen gostaria de ter

Megadeth: o que Dave Mustaine faria da vida se não fosse o líder da banda?Megadeth: o que Dave Mustaine faria da vida se não fosse o líder da banda?


Stamp

Allen/Olzon: álbum burocrático fica abaixo do nível da dupla

Resenha - Worlds Apart - Allen/Olzon

Por Victor de Andrade Lopes
Em 27/03/20

Nota: 5

Da mesma gravadora que deu à luz projetos como Allen/Lande, Kiske/Somerville e Lione/Conti, chega mais uma jogada comercial: Allen/Olzon.

Isso mesmo: a italiana Frontiers Records Slr juntou uma dupla bem improvável. De um lado, o estadunidense Russell Allen, mais conhecido pela atuação em sua banda principal, o Symphony X. Considerado um dos vocalistas mais versáteis do metal atual, ele já emprestou seus talentos ao Avantasia, Ayreon, Star One, Genius, Avalon, além de sua segunda casa, o Adrenaline Mob.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Do outro, temos a sueca Anette Olzon, de currículo mais modesto. Foi vocalista do gigante Nightwish por alguns anos, é verdade, mas depois disso teve uma carreira relativamente infrutífera, limitando-se a um ótimo álbum solo e um insosso projeto com o guitarrista Jani Liimatainen (ex-Sonata Arctica), o The Dark Element. Ela até revelou recentemente em entrevista ao Let's Discuss With Lance Hall que trabalha em tempo integral como enfermeira, indicando que realmente a música (o business?) não tem dado o retorno financeiro que o talento dela merece.

O produto do qual falamos aqui era para ser na verdade o quinto (sim, o quinto) disco do Allen/Lande (que une o já mencionado Russell com o vocalista norueguês Jørn Lande), mas este último percebeu a presepada formulaica que estavam lhe preparando e pulou fora, conforme explicou em entrevista ao Metal Symphony. "Em seu lugar", chamaram Anette Olzon, e assim nasceu o Allen/Olzon, uma espécie de sucessor espiritual do projeto anterior.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Pois bem, a combinação dos dois foi "moderada" pelo produtor Magnus Karlsson, o coringa que a Frontiers quase sempre chama para esses discos de duetos. Ele escreveu tudo e ainda tocou todos os instrumentos, exceto pela bateria, que ficou nas mãos de Anders Köllerfors. O resultado superou as expectativas - eu, pelo menos, esperava um trabalho bem comercialesco, na vibe do The Dark Element.

Worlds Apart, estreia do time, não deixa de sê-lo, mas há um esforço real aqui em não ser tão artificial. Abrimos com "Never Die", que seria boa o suficiente não fosse um detalhe: Russell canta sozinho nela. Qual o sentido de se trabalhar em dupla se as metades entram separadas?

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

A faixa título vem logo em seguida, e seu nome ("A mundos de distância" em tradução livre) diz muito sobre o projeto em si, à luz do que foi dito alguns parágrafos acima.

Russel segue voando solo na ótima "Lost Soul" e na esquecível "Who You Really Are". Já Anette ganha espaço exclusivo nas tocantes "I'll Never Leave You", "One More Chance" e "Cold Inside", esta última a melhor de suas aventuras solo.

Os dois aparecem juntos nas insossas "What If I Live", "My Enemy" e "Who's Gonna Stop Me Now"; mas conquistam de vez na ótima "No Sign of Life".

Um fator extra-musical que chamou a atenção foi, ironicamente, a falta de atenção dada ao lançamento por parte da imprensa e dos próprios músicos. Sua rala presença na mídia se deu na forma de comunicados enviados pela Frontiers, basicamente, e não houve grande entusiasmo por parte da dupla nas redes sociais na hora de divulgá-lo.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fica a impressão, inclusive, de que os dois sequer chegaram a se encontrar nas gravações. Se bobear, nem comunicação direta houve entre as partes. Tudo parece extremamente encomendado.

Levando em conta estas últimas considerações - a natureza formulaica das músicas e a divulgação tímida - "burocrático" é o adjetivo mais apropriado para Worlds Apart, que até supera as baixas expectativas, mas não atinge o nível dos dois cantores. Na boa discografia de Russell e Anette, este lançamento se perde facilmente.

Abaixo, o clipe de "Worlds Apart":

Track-list:
1. "Never Die"
2. "Worlds Apart"
3. "I'll Never Leave You"
4. "What If I Live"
5. "Lost Soul"
6. "No Sign of Life"
7. "One More Chance"
8. "My Enemy"
9. "Who You Really Are"
10. "Cold Inside"
11. "Who's Gonna Stop Me Now"

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Fonte: Sinfonia de Ideias
https://bit.ly/allenolzon

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Metallica: por que 9 entre 10 fãs odeiam Load e Reload?Metallica
Por que 9 entre 10 fãs odeiam "Load" e "Reload"?

Out: os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revistaOut
Os 100 álbuns mais gays de todos os tempos segundo a revista


Sobre Victor de Andrade Lopes

Victor de Andrade Lopes é jornalista (Mtb 77507/SP) formado pela PUC-SP com extensões em Introdução à História da Música e Arte Como Interpretação do Brasil, ambas pela FESPSP, e estudante de Sistemas para Internet na FATEC de Carapicuíba, onde mora. É também membro do Grupo de Usuários Wikimedia no Brasil e responsável pelo blog Sinfonia de Ideias. Apaixonado por livros, ciências, cultura pop, games, viagens, ufologia, e, é claro, música: rock, metal, pop, dance, folk, erudito e todos os derivados e misturas. Toca piano e teclado nas horas livres.

Mais matérias de Victor de Andrade Lopes.