Resenha - Crucificados pelo Sistema - Ratos de Porão

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Daniel Abreu
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 10

Para quem conhece um pouco da história da música, o marco inicial do movimento punk foi na segunda metade dos anos setenta. Já em terras tupiniquins, muito antes da "era das redes antissociais", os primeiros discos de punk começaram a chegar no fim daquela década e no começo dos anos oitenta.

Ratos de Porão: João Gordo conta tudo sobre seu estado de saúdeFotos de Infância: Lemmy Kilmister, do Motorhead

Quando Johnny Rotten estava moldando o som do pós-punk com o PIL (Public Image Ltd.), uma molecada por aqui estava descobrindo a estreia da sua antiga banda, os Sex Pistols.

Existe uma discussão onde o movimento punk começou aqui no Brasil. Alguns dizem em Brasília, outros dizem na periferia de São Paulo. O único consenso é que o primeiro disco de uma banda punk foi lançado em 1984 pelo Ratos de Porão.

Este ano Crucificados pelo Sistema completa nada mais, nada menos do que 35 anos.

Formado em 1981, o Ratos entraria em estúdio na rua Augusta com João Gordo nos vocais, Jão na bateria, Jabá no baixo e Mingau na guitarra para gravar a estreia da banda. Um marco na história do punk mundial.

Com menos do que 20 minutos de pura agressividade juvenil e letras de um alto grau de realidade social brasileira, ele foi lançado pela Punk Rock Discos em uma época em que os engenheiros de som estavam acostumados a gravar MPB. Guitarra distorcida era algo de outro planeta.

Sim, o disco é tosco e mal gravado, porém isso também o faz uma obra de arte da música nacional. É uma marca de uma época.

Composto por 16 músicas, o Ratos já mostrava um dom para gravar músicas de contestação social e que continuam atuais. Como não olhar as ruas do centro de São Paulo e das grandes capitais e não se lembrar de "Pobreza" ("olhe a pobreza desse mundo desumano"). Ou o jeito violento que muitas vezes as forças policiais utilizam contra os cidadãos e não pensar no hino "Agressão/Repressão" ("é preciso mudar o sistema policial porque eles estão matando a pau gente inocente").

O som é claramente influenciado pelas bandas de fora. São quatro moleques tentando ser tão rápidos e agressivos quando o Minor Threat de Ian Mackaye. A guitarra suja é algo lindo de se ouvir!

A formação que gravou o Crucificados iria durar apenas esse disco. Com a saída de Mingau, Jão sairia dos fundos para assumir a guitarra e o Ratos iria seguir uma linha mais metal, crossover, nos próximos anos. Isso iria até gerar um estigma que dura até hoje, na minha opinião injusta, de traidores do movimento. Mas isso é papo para uma outra hora.

O que importa é que Crucificados pelo Sistema continua um disco incrível e que influenciou diversas bandas no Brasil e no mundo. Vale a pena dar uma olhada no DVD lançado em 2014 em que os quatro membros que gravaram essa tosqueira tocaram ele na íntegra no palco do Circo Voador no Rio de Janeiro. Como João Gordo disse: "Não morreu ninguém!"

Faixas:
Lado A
1. "Morrer"
2. "Caos"
3. "Guerra Desumana"
4. "Agressão/Repressão"
5. "Obrigado a Obedecer"
6. "Asas da Vingança"
7. "Que Vergonha!"
8. "Poluição Atômica"
Lado B
1. "Pobreza"
2. "F.M.I."
3. "Só Pensa em Matar"
4. "Sistema de Protesto"
5. "Não Me Importo"
6. "Periferia"
7. "Crucificados pelo Sistema"
8. "Corrupção"




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Os comentários são postados usando scripts e logins do FACEBOOK, não estão hospedados no Whiplash.Net, não refletem a opinião dos editores do site, não são previamente moderados, e são de autoria e responsabilidade dos usuários que os assinam. Caso considere justo que qualquer comentário seja apagado, entre em contato. Respeite usuários e colaboradores, não seja chato, não seja agressivo, não provoque e não responda provocações; Prefira enviar correções pelo link de envio de correções. Denuncie os que quebram estas regras e ajude a manter este espaço limpo.


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Ratos De Porao"


Ratos de Porão: João Gordo conta tudo sobre seu estado de saúdeRatos de Porão
João Gordo conta tudo sobre seu estado de saúde

Panelaço com João Gordo: X-EGG desconstruído com Arcanjo Ras (Chef André Buzo)Ratos de Porão: veja entrevista com Jão no programa Sem PautaPanelaço com João Gordo: Mac N' Cheese Vegano com Sistah Chilli [+18]Panelaço com João Gordo: Moussaka Vegana com Galãs FeiosPanelaço com João Gordo: couve flor & barbecue com Beto LeePorão do Rock: remarcado para outubro, festival anuncia novas atrações para 2019

João Gordo: Vocalista é internado pela terceira vez, mas está bemJoão Gordo
Vocalista é internado pela terceira vez, mas está bem

Panelaço com João Gordo: Wrap crudívero com EkenaUnderground Metal Fest: como foi o show dos Ratos sem Gordo nos vocaisPanelaço com João Gordo: Lasanha de Abobrinha com Eduardo Taddeo

Fernanda Young: João Gordo e Pitty reagem à morte da artistaFernanda Young
João Gordo e Pitty reagem à morte da artista

Ratos de Porão: veja entrevista de João Gordo no Sofá 89Panelaço: Fernando Haddad, Beatles, Purple, Zeppelin e veganismoRatos de Porão: ouça entrevista de Jão no Pegadas de Andreas Kisser

João Gordo: Quem come carne diz que vegetarianismo é coisa de viadoJoão Gordo
"Quem come carne diz que vegetarianismo é coisa de viado"

João Gordo: a quase-morte e a mudança de vidaJoão Gordo
A quase-morte e a mudança de vida

João Gordo: Contando para Marília Gabriela o rolê com Kurt CobainJoão Gordo
Contando para Marília Gabriela o rolê com Kurt Cobain


Fotos de Infância: Lemmy Kilmister, do MotorheadFotos de Infância
Lemmy Kilmister, do Motorhead

Glen Benton e Euronymous: a verdade sobre o encontroGlen Benton e Euronymous
A verdade sobre o encontro

Vícios: As 10 melhores músicas sobre drogasVícios
As 10 melhores músicas sobre drogas

Manowar: A vida real e nada épica dos Reis do Metal?Manowar
A vida real e nada épica dos Reis do Metal?

Black Sabbath: um Tony Iommi que você não conheciaBlack Sabbath
Um Tony Iommi que você não conhecia

Nu Metal: dez discos essenciais do gêneroNu Metal
Dez discos essenciais do gênero

Nirvana: médico revela quanto Kurt Cobain gastava com heroína por diaNirvana
Médico revela quanto Kurt Cobain gastava com heroína por dia


Sobre Daniel Abreu

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, entre em contato enviando sua descrição e link de uma foto.

adGoo336|adClio336