Barril de Pólvora: Perfeito para os amantes do bom e velho Rock

Resenha - Barril de Pólvora - Barril de Pólvora

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Cunha
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

Nota: 8

O Rock e Metal são estilos que estão em constante transformação, temas líricos e musicais associados a diversos comportamentos e atitudes, formam cenas ao redor do mundo influenciadas pela vanguarda e conduzidas pela modernidade. A Barril De Pólvora encontrou espaço nesse meio e segue triunfante.

Metallica: foto rara de formação original do grupoGuitar World: melhores solos de guitarra de todos os tempos

Formada em 2005, em Belo Horizonte/MG, por músicos experientes e inspirados na magia setentista e oitentista, a Barril De Pólvora é uma fonte inesgotável de riffs, solos e pegadas que tem origem no Blues, Rock e Metal, dando sequência à história da música pesada no Brasil.

Atualmente formada por Flávio Drager (vocais), Emerson Martins (guitarras), Saulo Santos (baixo) e Alexis Bomfim (bateria), a banda focou sua direção na cena brasileira e seguiu caminho, aperfeiçoando e agrupando ideias para o primeiro álbum que saiu em março de 2018, o autointitulado "Barril de Pólvora".

Além de registrar a estreia oficial da banda em estúdio, o CD contou com grandes nomes da "mesa de botões", como André Cabelo (Chakal) nas mixagens e masterização e o conceituado maestro Rodrigo Garcia na produção. O álbum "Barril de Pólvora" é o encontro do tradicional com o moderno graças à formação musical dos membros, que é baseada na velha escola e à qualidade técnica dos profissionais de estúdio, que salvou o grupo da comparação a nomes da crescente cena retrô.

Para promover o disco, a canção título se tornou videoclipe oficial dirigido por Sandro Guimarães, que deu vida à mensagem da música com roteiro de Vinícius de Souza. A seleção de imagens e dramatização representam um quadro de conflito, caos e revolta social de um país.

Não demorou até a banda se apresentar em programas de TV, rádios e web radios, dentro e fora de Belo Horizonte. A expressão fez o quarteto subir em palcos de muitos festivais, onde os fãs passaram a exigir novidades que vieram na forma do lyric video de "Muito Papel pra Pouca Solução", que contou novamente com Vinícius na edição e direção. Com letra satírica e de protesto, a canção denuncia a burocracia das repartições no Brasil.

No dia de lançamento do lyric video, chegou às bancas de jornais do país a Revista Roadie Crew ED # 237 com uma entrevista da Barril De Pólvora que, a essa altura, já conquistara o Brasil. Seu CD, que um mês antes foi resenhado na mesma revista, recebeu elogios que somaram a recomendações de outros veículos, como Roadie Metal, Heavy Metal Thunder, Metal na Lata, Whiplash etc. Ao final de 2018, listas de melhores do ano, desses e de demais apoiadores da cena como Cangaço Rádio Rock, Rock Vibrations e Rock on Stage, relacionaram o seu debut em suas indicações.

Com talento musical, carisma de palco e um álbum de Rock/Metal cantado em português, como há tempos não se fazia no Brasil, era evidente a perpetuação do som do "Barril" pelo país, até que seus riffs e melodias atravessaram fronteiras e chegaram a países vizinhos, onde suas músicas são tocadas por rádios sul-americanas. Os músicos passaram a ceder entrevistas a veículos do exterior, como o blog argentino El Aguante Al Metal: La Lucha Continua. Com força total, o grupo encara a cena metálica mostrando a todos que vale a pena fazer Rock e Metal tradicionais, numa era de avanços tecnológicos na música, onde o Rock'n'Roll se torna cada vez mais clássico e o Heavy Metal cada vez mais moderno.

O álbum auto intitulado traduz-se por um conjunto de canções que contempla todos os gostos dos adeptos aos estilo rock n' roll. Blues, Rock, Heavy Metal e Hard Rock são exemplos de como a banda transita bem por esses domínios fazendo uma música elementar, mas muito cativante. Em suas letras a banda fala de todos os temas aos quais o bom e velho roqueiro está familiarizado. E, pra completar, os caras têm muito carisma. Para este que vos escreve, os destaques do disco são - em ordem de importância: O som do Trovão (faixa de abertura), Loucura, sonhos e delírios e Barril de Pólvora.


Outras resenhas de Barril de Pólvora - Barril de Pólvora

Barril De Pólvora: seguindo o legado do Metal nacional




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Barril De Pólvora"


Metallica: foto rara de formação original do grupoMetallica
Foto rara de formação original do grupo

Guitar World: melhores solos de guitarra de todos os temposGuitar World
Melhores solos de guitarra de todos os tempos

Tradução - Dark Side Of The Moon - Pink FloydTradução - Dark Side Of The Moon - Pink Floyd

Rede Globo: em 1985, explicando o que são os metaleirosRede Globo
Em 1985, explicando o que são os metaleiros

Hit Parader: Os maiores vocais do Heavy Metal segundo a revistaHit Parader
Os maiores vocais do Heavy Metal segundo a revista

Jared Dines: coisas que os guitarristas pretensiosos dizemJared Dines
Coisas que os guitarristas pretensiosos dizem

Audioslave: Morello conta como foi a primeira reunião com Chris CornellAudioslave
Morello conta como foi a primeira reunião com Chris Cornell


Sobre Ricardo Cunha

Apaixonado por música e estudante de Filosofia, juntou os interesses para escrever principalmente sobre rock e metal.

Mais matérias de Ricardo Cunha no Whiplash.Net.

adClioIL