Corporate Death: em 2008, uma pérola do death nacional brasileiro

Resenha - Terminate Existence - Corporate Death

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

"Terminate Existence", disco de estreia do Corporate Death, foi relançado recentemente pela Cianeto Discos e é uma ótima oportunidade para quem quer ter em sua coleção um dos grandes álbuns do death metal brasileiro. O disco foi lançado originalmente em 2008 e retorna com novo acabamento gráfico.

Ozzy x Sharon: conheça a mulher que supostamente causou a separaçãoIron Maiden: Fã em cadeira de rodas emociona Bruce em Belo Horizonte

Na época a banda era formada por Flávio (vocal), Damien (guitarra e baixo) e Paulo (bateria). O CD traz nove faixas e apresenta um death metal vigoroso com constantes mudanças de dinâmica. A abordagem é técnica e agressiva, aspectos que ficam ainda mais evidentes pela ótima produção. O Corporate Death faz algo que gosto muito em bandas de death que é a alternância de andamentos, com passagens rápidas sendo interrompidas por trechos onde o grupo desacelera o ritmo. Essa característica deixa o som dos caras ainda mais pesado, com o recurso de luz e sombra conduzindo a explosões sonoras ora guiadas pela velocidade, ora pelo peso descomunal. Outro recurso está nos vocais dobrados, que dão ainda mais agressividade e acabaram se tornando uma receita bastante utilizada pelas bandas de metal extremo nos últimos anos.

É preciso evidenciar o quanto o trabalho de composição de "Terminate Existence" é certeiro. Fundada em 2001, a banda levou nove anos para lançar o seu primeiro álbum, e quando fez isso já possuía a casca que só a estrada e a experiência proporcionam. Isso fez com que as canções presentes aqui sejam exemplos de como o death metal pode ser efetivo. Muito bem feito, o trabalho do Corporate Death impressionou na época do lançamento original e segue soando atual mais de dez anos depois.

Entre as músicas destaque para a ótima abertura "Living Funeral", a carismática "Contagious Insanity", a excelente "Inherit", a grooventa "Fading Existence" e "Terminated Horizons".

Se você é fã de death metal, precisa ter esse CD em seu acervo. E se você curte nomes como Krisiun, Deicide, Malevolent Creation e até mesmo Behemoth, eis aqui algo que irá agradar em cheio os seus ouvidos.


Outras resenhas de Terminate Existence - Corporate Death

Corporate Death: música extrema e sem concessões




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Corporate Death"


Ozzy x Sharon: conheça a mulher que supostamente causou a separaçãoOzzy x Sharon
Conheça a mulher que supostamente causou a separação

Iron Maiden: Fã em cadeira de rodas emociona Bruce em Belo HorizonteIron Maiden
Fã em cadeira de rodas emociona Bruce em Belo Horizonte

Iron Maiden: a tragédia pessoal do baterista Clive BurrIron Maiden
A tragédia pessoal do baterista Clive Burr

Iron Maiden: Bruce diz não haver muito diálogo na bandaFotos de Infância: Gene Simmons, do KissOzzy: no topo da lista das músicas mais difíceis de entenderMarilyn Manson: entenda a treta com a Courtney Love

Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.

adClio336|adClio336