Matérias Mais Lidas

Iron Maiden: debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgiaIron Maiden
Debilitado, Paul Di'Anno depende de vaquinha virtual para fazer cirurgia

Bruce Dickinson: O Iron Maiden é melhor que o MetallicaBruce Dickinson
"O Iron Maiden é melhor que o Metallica"

Rodolfo Abrantes: O sonho da minha mãe era eu voltar aos RaimundosRodolfo Abrantes
"O sonho da minha mãe era eu voltar aos Raimundos"

Snowy Shaw: ex-King Diamond se oferece para substituir Marko Hietala no NightwishSnowy Shaw
Ex-King Diamond se oferece para substituir Marko Hietala no Nightwish

Nirvana: Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.Nirvana
Kurt Cobain cuspiu no piano de Elton John pensando ser de Axl Rose.

Timo Tolkki: Ex-Stratovarius abraça teorias conspiratórias negacionistas sobre Covid19Timo Tolkki
Ex-Stratovarius abraça teorias conspiratórias negacionistas sobre Covid19

Metallica: Uma versão de Battery que todo headbanger sempre quis ouvirMetallica
Uma versão de "Battery" que todo headbanger sempre quis ouvir

Carlinhos Brown: ele diz que provocou garrafadas no Rock in Rio 2001 e explica razãoCarlinhos Brown
Ele diz que provocou garrafadas no Rock in Rio 2001 e explica razão

Guns N' Roses: Bumblefoot revela quais músicas mais gostava de tocar ao vivoGuns N' Roses
Bumblefoot revela quais músicas mais gostava de tocar ao vivo

Metallica: TikToker que calou haters na guitarra agora tem patrocínio da Sully GuitarsMetallica
TikToker que calou haters na guitarra agora tem patrocínio da Sully Guitars

Nirvana: por que, até hoje, Dave Grohl não canta músicas da bandaNirvana
Por que, até hoje, Dave Grohl não canta músicas da banda

Bruce Dickinson: sua coleção de clássicos do MetallicaBruce Dickinson
Sua coleção de clássicos do Metallica

Slayer: as preferências do guitarrista Kerry KingSlayer
As preferências do guitarrista Kerry King

AC/DC: Axl Rose sempre sugeria músicas esquecidas para shows (mas em cima da hora)AC/DC
Axl Rose sempre sugeria músicas esquecidas para shows (mas em cima da hora)

Soul Station: projeto de Paul Stanley com guitarrista brasileiro lança músicaSoul Station
Projeto de Paul Stanley com guitarrista brasileiro lança música


Matérias Recomendadas

Lars Ulrich: Eu era o maior fã do Iron MaidenLars Ulrich
"Eu era o maior fã do Iron Maiden"

Huntress: foto pelada após um caso brutal de infecção alimentarHuntress
Foto pelada após um caso brutal de infecção alimentar

Bruce Dickinson: O Iron Maiden é melhor que o MetallicaBruce Dickinson
"O Iron Maiden é melhor que o Metallica"

Separados no nascimento: Phil Lynott e TiriricaSeparados no nascimento
Phil Lynott e Tiririca

Roqueiros conservadores: a direita do rock na revista VejaRoqueiros conservadores
A direita do rock na revista Veja

Tunecore
Baladas de Sangue

The Damned Things: segundo álbum fica abaixo da expectativa

Resenha - High Crimes - Damned Things

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig
Enviar Correções  

publicidade

O The Damned Things é formado por músicos do Anthrax, Every Time I Die, Alkaline Trio e Fall Out Boy. A banda surgiu em 2009, lançou o seu primeiro álbum – "Ironiclast" - no ano seguinte, e então meio que sumiu dos holofotes. Esse silêncio foi quebrado com "High Crimes", segundo trabalho dos caras.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O quinteto conta com Keith Buckley (vocal), Scott Ian (guitarra), Joe Trohman (guitarra), Dan Andriano (baixo) e Andy Hurley (bateria). Em relação à estreia, dois ajustes na formação: Andriano no lugar de Josh Newton e a saída do guitarrista Rob Caggiano, que deixou o Anthrax e os Estados Unidos em 2013 para integrar o Volbeat.

O som do The Damned Things é uma espécie de união entre pop e elementos agressivos e energéticos de gêneros como o punk e o hard rock. O metal, principalmente o mais agressivo, pouco dá as caras por aqui. "High Crimes" foi lançado pela Nuclear Blast no final de abril e conta com dez músicas. Não há ecos nem de Anthrax e muito menos de Every Time I Die, duas bandas que transitam pelas sonoridades mais pesadas do metal, em suas canções. Na prática, trata-se de uma sonoridade acessível e feita com o objetivo de atingir um público mais abrangente.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Há bons momentos em "High Crimes". "Omen", apesar da semelhança com "The Zoo", do Scorpions, é uma das melhores músicas do disco. A arrastada "Storm Charmer" traz sutis influências de Alice in Chains, enquanto "Le Me Be – Your Girl" é um power pop bem feito. No outro lado da moeda, a grande maioria das faixas soa como um pastiche de rock alternativo com o "punk" de nomes como Blink-182, em uma mistura que talvez possa agradar fãs desse tipo de música. A cereja do bolo é a risível "Something Good", cuja letra causa vergonha alheia em qualquer pessoa com o mínimo de senso crítico.

No final, vale como um esforço louvável de um grupo de músicos em tentar explorar um universo sonoro diferente do que estão inseridos. Porém, o resultado ficou, na melhor das hipóteses, abaixo da média.


Stamp
Receba novidades de Rock e Heavy Metal por Whats App


Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Fotos de Infância: Avril LavigneFotos de Infância
Avril Lavigne

Motorhead: a opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhiceMotorhead
A opinião de Lemmy sobre Viagra, Hendrix e velhice


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.