Thundermother: o AC/DC vestindo saias

Resenha - Thundermother - Thundermother

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Seelig
Enviar correções  |  Ver Acessos

publicidade

O Thundermother é mais uma banda que vem da Suécia e chama a atenção. Na ativa desde 2010, o quarteto de Estocolmo é muito influenciado pelo AC/DC em todos os aspectos, com riffs que remetem diretamente aos irmãos Young, batidas que bebem no estilo de Phil Rudd e aquele hard rock ganchudo e empolgante. A banda lançou em no final de fevereiro o seu terceiro disco, batizado apenas com o nome do grupo e que completa a trilogia que já contava com "Rock 'n' Roll Disaster" (2014) e "Road Fever" (2015).

Linkin Park: Mike Shinoda fala como Chester se sentiaMotorhead: a gafe nazista de Lemmy em Nuremberg

Uma das figuras centrais do Thundermother é a vocalista Guernica Mancini. Sua voz é pura agressividade, com um belo timbre e um timing perfeito para encaixar momentos mais gritados e outros onde vai mais na manha. A banda é completada por Filippa Nässil na guitarra, Sara Pettersson no baixo e Emlee Johansson na bateria. Por mais que eu esteja me esforçando para não chamar o Thundermother de "AC/DC de saias", confesso que é difícil resistir à tentação.

O novo disco tem 13 músicas espalhadas pelos seus 48 minutos, todas nascidas a partir da guitarra de Filippa. Talentosa e riffeira, Nässil divide os holofotes com Guernica, funcionando com a usina de força do quarteto. Musicalmente, o que chega aos fones de ouvido é rock and roll na melhor acepção da palavra. Não há uma grande preocupação com a originalidade, no entanto isso acaba passando batido com o pique e a energia que a banda entrega.

Uma boa dica pra quem anda procurando apenas e simplesmente um bom disco de rock. Aqui tem um prontinho pra ouvir, e que vem com um bônus importante: a afirmação, pela enésima vez, de que música boa e rock de qualidade não têm nada a ver com o sexo de quem toca. O Thundermother é uma baita banda e que está em pé de igualdade com qualquer dos melhores nomes atuais do estilo. Mostre para as suas amigas e amigos e ajude a divulgar o trabalho das suecas.



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Thundermother"


Mulheres: 5 bandas de Hard Rock atuais com vocais femininosMulheres
5 bandas de Hard Rock atuais com vocais femininos


Linkin Park: Mike Shinoda fala como Chester se sentiaLinkin Park
Mike Shinoda fala como Chester se sentia

Motorhead: a gafe nazista de Lemmy em NurembergMotorhead
A gafe nazista de Lemmy em Nuremberg


Sobre Ricardo Seelig

Ricardo Seelig é editor da Collectors Room - www.collectorsroom.com.br - e colabora com o Whiplash.Net desde 2004.

Mais matérias de Ricardo Seelig no Whiplash.Net.