Skyclad: Experimental e igualmente ótimo

Resenha - Oui Avant Garde à Chance - Skyclad

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Marcondes Pereira
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O sucessor de "Irrational Anthems" (1996) é um álbum mais suave e descontraído. Apesar das guitarras aqui e ali em "Oui Avant- Garde à Chance", às músicas são mais melódicas e voltadas aos arranjos folk.

Separados no nascimento: Eddie e Seu MadrugaSeparados no nascimento: James Hetfield e Mano Menezes

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Com vocais totalmente limpos, o Skyclad torna sua irreverência lírica mais cômica e atrativa. Mesmo sendo um álbum mais acústico e menos metal, às canções despertam diferentes sensações sem cair no perigoso terreno da previsibilidade.

Três exemplos reforçam bem o quanto " Oui Avant- Garde à Chance" (1996) é criativo: A beleza cheia de sutilezas melancólicas de "Constance Eternal"; a sensação de história de ficção científica proporcionada em "Postcard from Planet Earth" e os ecos da sonoridade mais obscura dos dois primeiros álbuns espalhados em "A Badtime Story"

Em linhas gerais, o Skyclad entrega em "Oui Avant- Garde à Chance" (1996) um álbum mais leve e acessível para fãs de metal e de outros estilos musicais, dado que músicas inspiradas e agradáveis são uma constante por aqui.

Skyclad - Oui Avant- Garde a Chance
Massacre Records/1996

Faixas:

1) If I Die Laughing, It'll Be an Act of God
2) Great Blow for a Day Job
3) Constance Eternal
4) Postcard from Planet Earth
5) Jumping My Shadow
6) Bombjour!
7) History Lessens (The Final Examination)
8) A Badtime Story
9) Come on Eileen (Cover Dexys Midnight Runners)
10) Master Race
11) Bombed Out (Instrumental)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Skyclad"


Influências: Folk Metal e Música CeltaInfluências
Folk Metal e Música Celta


Separados no nascimento: Eddie e Seu MadrugaSeparados no nascimento
Eddie e Seu Madruga

Separados no nascimento: James Hetfield e Mano MenezesSeparados no nascimento
James Hetfield e Mano Menezes


Sobre Marcondes Pereira

Marcondes Pereira, paulista, poeta, escritor e tradutor em início de carreira. Gosta de escutar e estudar todos os sub-estilos de Heavy Metal, também faz algumas palestras para difundir o fascinante universo do Metal e tem fascínio pelos discos conceituais.

Mais matérias de Marcondes Pereira no Whiplash.Net.

adGoo336