Damn Youth: resenha do álbum Breathing Insanity

Resenha - Breathing Insanity - Damn Youth

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Cunha
Enviar Correções  

publicidade

Formada em meados de 2013 na cidade de Caucaia/CE (vizinha de Fortaleza) e com alguns bons registros sonoros (Skate in Hell (Demo, 2015), Lei do Cão/Damn Youth (Split, 2016), No Mercy to Nazi Sympathy (EP, 2016)) lançados desde ao longo dos anos, a banda Damn Youth, soltou no início deste ano seu primeiro álbum completo.

Quais são os rockstars mais chatos do mundo?Glen Benton e Euronymous: a verdade sobre o encontro

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Breathing Insanity traz 13 petardos sonoros que parafraseiam o som feito por bandas como Suicidal Tendencies, DRI, SOD, MOD,  Violator e Ratos de Porão, entre outros. Musicalmente o grupo faz um som na linha thrash metal/crossover. Aqui cabe uma distinção entre os estilos em questão: o Thrash Metal nasceu quando parte da cena Metal incorporou influências vindas do Hardcore, o Crossover, ao contrário, nasceu quando parte das bandas Hardcore passaram a assimilar influências do Metal. Nesse sentido, em  Breathing Insanity, a banda faz o seu trabalho sem deixar nada a dever aos maiores nomes do gênero, que viveram seu ápice na América do Norte na segunda metade dos anos 90. No geral, o som dos caras é nervoso, cheio de ódio juvenil e representa uma injeção de ânimo na música agressiva feita no Brasil atualmente. O disco que totaliza 30:37 foi lançado no Brasil pelos selos Cospe Fogo e 255 recs.

A formação que gravou o disco conta com Jardel Reis (baixo), Camilo Neto (guitarra), Elton Luiz (vocal) e Ítalo Rodrigo (bateria). Porém, como nem tudo são flores, nos últimos dias uma polêmica envolvendo um dos integrantes da banda espalhou-se pelas redes sociais. Sobre ela não entraremos em detalhes, visto que, não é o mérito do texto em questão. Seja como for, ficamos na torcida para que resolvam suas questões internamente e continuem juntos fazendo a sonzeira f***** do c****** que, tomará o brasil de assalto em pouco tempo.

TRACKLIST:
01-Fear Within
02-Progress?!
03-Education to castrate me
04-Skate Revenge
05-The Audience wants blood
06-Jurisdiction 07-Dynamite is all that we need
08-You saw nothing
09-Reaching Extinction
10-Still Destroying The Paradise
11-Uncertain Days
12-No future
13-Insurrection(Bônus)

Referências: YouTube, Facebook, Whiplash.net, Wikipedia




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Quais são os rockstars mais chatos do mundo?Quais são os rockstars mais chatos do mundo?

Glen Benton e Euronymous: a verdade sobre o encontroGlen Benton e Euronymous
A verdade sobre o encontro


Sobre Ricardo Cunha

Editor no site Esteriltipo - Marketing de Conteúdo.

Mais matérias de Ricardo Cunha no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL