Matérias Mais Lidas

imagemA bizarra exigência de Ace Frehley para participar da última turnê do Kiss

imagemVital, o ex-Paralamas que virou nome de música e depois foi pro Heavy Metal

imagemEngenheiros do Hawaii e as tretas com Titãs, Lulu Santos, Lobão e outros

imagemRegis Tadeu explica porque Ximbinha é um dos melhores guitarristas do Brasil

imagemMax Cavalera revela como "selou a paz" com Tom Araya, vocalista do Slayer

imagem"Stranger Things" traz cena com "Master of Puppets", do Metallica

imagemO álbum do The Who que Roger Daltrey achou "uma m*rda completa

imagemLobão explica porquê todo sertanejo gostaria, no fundo, de ser roqueiro

imagemO grave problema do refrão de "Eagle Fly Free", segundo Fabio Lione

imagemEdu Falaschi descobriu que seu primo famoso tem mais seguidores que ele no Instagram

imagemAndreas Kisser conta quais os dez álbuns que mudaram a sua vida

imagemAlice Cooper diz que em sua equipe "todo mundo é tratado como a banda"

imagemPink Floyd: Gilmour nega alegação de Waters sobre "A Momentary Lapse of Reason"

imagemProdutor de "Temple of Shadows" conta problemas que teve com voz de Edu Falaschi

imagemGregório Duvivier: "Perto de Chico Buarque, Bob Dylan é uma espécie de Renato Russo!"


Stamp

Mattilha: A dura missão de percorrer caminhos já trilhados

Resenha - Ninguém é Santo - Mattilha

Por Ricardo Dezerto
Em 23/05/18

O que acontece quando uma banda se aventura por um gênero já tão explorado quanto o Hard Rock? Ou ela se abre para misturas e incorpora influências de diferentes gêneros ou opta pelo purismo e faz o chamado "basicão bem feito".

Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva

No primeiro caso, a banda busca um ar de novidade e pode transitar por lugares distintos e ir ampliando sua gama de possibilidades. No segundo, mais perigoso, entra em franca competição com bandas clássicas e já totalmente estabelecidas.

E como entrar em um clube onde estão AC/DC, Guns n’Roses, Bad Company, Free, Dr. Sin, Golpe de Estado e outros monstros e se fazer notar? A resposta é: com composições acima da média e é justamente neste ponto crucial que a Mattilha deixa a desejar em seu primeiro álbum "Ninguém é Santo".

Lançado em 2014, o álbum traz uma banda cheia de potencial e vontade, com muitas boas ideias bem executadas, porém prejudicadas, talvez, pela falta de experiência dos músicos e principalmente dos compositores.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

As letras, (em português, louve-se), se perdem em clichês misóginos e de boemia heroica, por vezes atravessando a métrica e chegando a soar pueris a ouvidos mais, digamos, calejados. A pretensa malandragem das letras, não resiste a análises mais atentas. Onde sobram bravatas, transparecem a falta de malícia e vivência, fator talvez realçado pelo vocal exageradamente sleaze de Gabriel Martins.

Por outro lado, é possível ouvir em meio a produção crua riffs encorpados, passagens bem sacadas, baixo esperto, (bem alto na mixagem), e bateria bem encaixada. Tudo tocado com garra e vigor como é de se esperar em uma boa banda de Hard Rock.

Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

É de se imaginar que a presença de um produtor experiente e com possibilidade de interferir no processo de criação e gravação da banda traria resultados bem mais interessantes. Aparadas as arestas típicas de músicos iniciantes, as boas ideias sobressairiam elevando a qualidade do registro.

Mas é disso que se faz o rock, das tentativas e erros, tropeços e insistência. Nos tempos áureos do Hard Rock, quando lançar um álbum era uma tarefa quase impossível para uma banda iniciante, talvez um registro como este se tornasse apenas aquela primeira demo que os fãs gostariam de ter, mas que a banda talvez deixasse para trás.

Como consegui viver de Rock e Heavy Metal

Os lançamentos posteriores da banda, em especial o EP "A Carne é Fraca" já demonstram grande evolução, o que cria ótimas expectativas para o próximo álbum, já em processo de gravação.

No fim das contas, "Ninguém é Santo" é o registro de uma banda em seus primeiros passos, mostrando que tem vontade e disposição para aprender com os erros e evoluir sempre. Isso é rock and roll.


Outras resenhas de Ninguém é Santo - Mattilha

Resenha - Ninguém é Santo - Mattilha

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Airbourne 2022
publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Exodus: "Rick Rubin é uma verdadeira fraude", diz Gary Holt