Dorsal Atlântica: Resenha do novo álbum Canudos

Resenha - Canudos - Dorsal Atlântica

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Ricardo Cunha
Enviar Correções  

publicidade

9

"Canudos: Ideias que me representam!"

Escrevi anteriormente sobre a história da Dorsal, um texto que buscou resgatar os momentos mais marcantes da trajetória desses pioneiros do metal nacional. Pois bem, a história continua sendo escrita através do mais novo disco, Canudos. Uma obra conceitual que traça um paralelo com a insurreição ocorrida em meados 1896. Todavia, a Canudos aqui retratada, adquire contornos idênticos ao do país do qual fazemos parte.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Havendo a banda descartado as regras do mercado musical em função da sua forma de operar, em Canudos a estrutura das canções possui um forte sentimento de inadequação em relação às fórmulas musicais. O resultado é um material complexo composto em função da língua materna e cuja principal preocupação parece ser a de denunciar o estado descivilizatório em que se encontra a nação brasileira.

Contando com uma guitarra especialmente confeccionada para este projeto, Lopes se mostrou intimamente envolvido com os aspectos semióticos do trabalho. Ou seja, com a forma apropriada de engendrar na mente do ouvinte as atmosferas do clima árido do sertão, dos conflitos, dos discursos, etc. A "Matadeira", como chama carinhosamente a guitarra, permite afinações que favoreceram achar os timbres mais adequados ao conceito do álbum.

Para este que vos escreve os destaques do álbum vão para "O Minuto Antes Da Batalha", que recria o clima de "salva de balas" do Livro Os Sertões, de Euclides da Cunha; "A Conselheira", que transfere a figura do líder religioso para a mesma figura emblemática que aparece também em "Não Temos Nada A Temer" e "Cocorobó; "Sonho Acabado", uma das mais ferozes do disco; "Gravata Vermelha", outra referência ao golpe; e "Ordem e Progresso", grindcore no melhor 'anti-estilo' Dorsal.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Para concluir, afirmo que a necessidade de renovação, tanto na música, quanto em qualquer outro tipo de arte, se dê pela observação dos cenários (em mim - como me percebo), na minha comunidade, na minha região, no meu país e no mundo). A Dorsal é das bandas que se impõem esse tipo de exercício. Dessa forma, quando resolvi apoiar o projeto Canudos, não estava apenas pagando pra ter mais músicas da banda ou pra ver meu nome impresso no encarte do CD, estava investindo nas ideias através das quais me vejo representando!

Track List:
01. Canudos
02. Belo Monte
03. Não Temos Nada A Temer
04. O Minuto Antes Da Batalha
05. Carpideiras
06. A Conselheira
07. Sonho Acabado
08. Cocorobó
09. Araçá do Peito Azul de Lear
10. Gravata Vermelha
11. Liberdade
12. Favela
13. Ordem e Progresso


Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline