Resenha - Crawling Chaos - Axemaster

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Anderson Pulégio, Fonte: On The Road
ENVIAR CORREÇÕES  

Esta banda americana já é veterana na cena metálica sendo fundada pelo guitarrista Joe Sims em 82, único remanescente da formação original desde a primeira demo onde ele também foi vocalista.

Mustaine: "Aos 15 entrei na magia e conheci o lado negro!"Uruca: Os 9 mais azarados da história do Rock

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Depois de mais de 15 anos longe da cena heavy metal, eles lançaram em 2015 o álbum "Overture To Chaos", mas antes disso o guitarrista esteve presente na cena com as bandas The Awakening (1991-1995) e Inner Terror (2008-2010), os quais eram como outras versões do Axemaster com formações diferentes. Lembrando que o álbum debut "Blessing in the Skies" do Axemaster foi lançado em 87.

Eu particularmente não era familiarizado com o som da banda e felizmente estou tendo a oportunidade de conferir o som dos caras e posso afirmar que a sonoridade do Axemaster é um heavy metal com algo de Doom metal(no caso pelo som soar mais sombrio).

A banda conta com um novo guitarrista Damin Bennett que acrescentou uma sofisticação aos solos de guitarra, diferenciando dos trabalhos anteriores da banda.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O álbum já começa com a totalmente metálica "10,000 Pound Hammer", essa música já diz tudo sobre o estilo da banda, soa como uma martelada nos ouvidos, onde o vocalista Geoff McGraw mostra uma voz que combina demais com o estilo executado aqui.

A faixa título "Crawling Chaos" é mais um destaque com guitarras muito bem executadas, ambos guitarristas mostram força com arranjos brilhantes.

Quando ouvi a música "Axes Of Evil" pude sentir o caos transmitido com a sonoridade e pela artwork da capa do cd, excelente ouvir uma banda soando séria e direta sem frescuras.

Temos também influência de Iron Maiden na faixa ""Aldar Rof", o riff de guitarra do começo lembra a "Flight of the Icarus" para depois soar pesada com riffs galopantes.

Eu acho que este álbum deve ser ouvido do começo até o fim, a banda conseguiu entregar um sólido álbum de heavy metal que para alguns pode soar datado, mas para mim é como novas bandas deveriam soar, nada de modernidades, exageros na produção sonora. Recomendado!

Membros:
Geoff McGraw - Vocals
Joe Sims - Guitar
Damin Bennett - Guitar
Jim Curtis - Bass
Denny Archer - Drums




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Mustaine: Aos 15 entrei na magia e conheci o lado negro!Mustaine
"Aos 15 entrei na magia e conheci o lado negro!"

Uruca: Os 9 mais azarados da história do RockUruca
Os 9 mais azarados da história do Rock


Sobre Anderson Pulégio

Autor sem foto e/ou descrição cadastrados. Caso seja o autor e tenha dez ou mais matérias publicadas no Whiplash.Net, enviando sua descrição e link de uma foto.

Cli336x280 CliIL Cli336x280 CliInline