RECEBA NOVIDADES ROCK E METAL DO WHIPLASH.NET NO WHATSAPP

Matérias Mais Lidas

imagemO rockstar que rejeitou duas vezes a Rainha Elizabeth II

imagemA música do Rush que a própria banda considerava "uma das piores"

imagemA mancada pela qual George Harrison disse que Eric Clapton jamais o perdoou

imagemO rockstar rejeitado pela Rainha Elizabeth II que foi condecorado, mas não por ela

imagemThe Cure: 5 bandas que o vocalista Robert Smith já declarou odiar

imagemA incrível banda obscura, brutal e bela que foi o Black Sabbath dos 90s para Scott Ian

imagemTim Ripper diz que sua era como vocal do Judas Priest foi "varrida para debaixo do tapete"

imagemAnúncio do Parkway Drive como headliner do Summer Breeze causa chiadeira

imagemFãs do Guns N' Roses tretam com Regis Tadeu nas suas redes sociais

imagemDe e-mail a rolê com Mustaine, Kiko Loureiro conta como se tornou integrante do Megadeth

imagemOs motivos que levaram Jairo Guedz a sair do Sepultura na época do "Schizophrenia"

imagemArnaldo explica por que saía do palco quando Titãs tocava hit de "Cabeça Dinossauro"

imagemNovo vocalista do Skid Row já estava na mira da banda há um bom tempo

imagemTodos os rockstars que já recusaram ser condecorados pela rainha Elizabeth II

imagemMonise Sousa: falece ex-vocalista do Retaliatory e Baixo Calão, vítima de leucemia


NFL Steve Harris

Yes: "Yesyears" é chapa branca, mas diverte

Resenha - Yesyears - Yes

Por Roberto Rillo Bíscaro
Em 22/07/17

Em 1991, o Yes já era uma banda "velha". Na verdade, já o eram desde o fatídico 1977, mas, em 91 eram realmente quarentões. E pensar que em 2011, os então sessentões lançaram álbum novo (link para resenha ao final desta matéria) e que um de seus fundadores não mais está entre nós. Descanse em paz, Chris Squite.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

É, um dos grupos progressivos mais queridos/odiados e influentes; os ingleses estão mesmo há muito tempo na estrada e têm muita história para contar. Por isso, vale bastante o documentário Yes Years, que traça a história do conjunto desde seus primórdios sessentistas até o lançamento de Union de 1991, ano desse rockumentary.

Sem narrador, a trajetória do Yes é traçada a partir de entrevistas com quase todos os membros e ex-integrantes. História complicada, porque desavenças e egos inchados ocasionaram saídas, voltas e trocas na formação. Figuras públicas, os músicos são bastante diplomáticos e mantém uma "versão para a imprensa", cheia de clichês como "diferenças criativas", "cansaço", "crescimento em outras direções" etc. Esses programas podem ser meio frustrantes, porque requerem extensa leitura de entrelinhas.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Rick Wakeman fala mais abertamente mal do experimental, megalomaníaco e chato Tales From Topographic Oceans (1974); Bill Bruford chama Robert Fripp, do King Crimson, de pretensioso, complementando com um "Deus o abençoe"; Jon Anderson finge arrepender-se de haver levado a banda a fazer algo que ninguém realmente tinha vontade e até admite o apelido de Napoleão (baixinho e mandão). Mas, na maior parte das mais de duas horas, temos a versão pública dos fatos.

Entretanto, é precioso aprender sobre o processo de composição de obras-primas como Close to the Edge (1972) e se tocar que a canção Yours is No Disgrace tem influência do tema do seriado Bonanza! Bobagem que fã adora. Recheado com trechos de shows e vídeos, que vão desde os anos 60 até os ensaios para Union, Yes Years é um diamante nesse quesito.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Não há quase informação – e nada de imagens – sobre o álbum de estreia. A ênfase é nos anos prog e na fase oitentista, mais para rock de arena, quando o Yes alcançou público inédito em termos de vendas e gritaria feminina em shows (mérito do guitarrista Trevor Rabin, como brinca seriamente Jon Anderson).

A história vai até o álbum Big Generator (1987). O imbróglio subsequente é estrategicamente deixado de lado. Nada sobre a batalha judicial entre Chris Squire (detentor da "marca" Yes) e Jon Anderson, Bill Bruford, Rick Wakeman e Steve Howe, que obrigou esses quatro a gravarem e excursionarem em um grupo cujo nome consistia em seus famosos sobrenomes. Union resultou, em parte, de pressão da gravadora, mas é apresentado como reunião quase espontânea de membros e ex-integrantes (Peter Banks ficou de fora).

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Yesyears é um produto da própria banda, por isso, seria ingênuo esperar revelações bombásticas dos podres internos. A história está lá, como eles escolheram divulgar. As idas e vindas estão lá; a discussão se a história é "verdadeira" ou "falsa", deixo para historiadores. Edulcorada ela é!

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Stamp


publicidade
Ademir Barbosa Silva | Alexandre Faria Abelleira | Andre Sugaroni | André Silva Eleutério | Antonio Fernando Klinke Filho | Bruno Franca Passamani | Caetano Nunes Almeida | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Eduardo Ramos | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cristofer Weber | César Augusto Camazzola | Dalmar Costa V. Soares | Daniel Rodrigo Landmann | Décio Demonti Rosa | Efrem Maranhao Filho | Eric Fernando Rodrigues | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Filipe Matzembacher | Gabriel Fenili | Helênio Prado | Henrique Haag Ribacki | Jesse Silva | José Patrick de Souza | Leonardo Felipe Amorim | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcelo H G Batista | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Reginaldo Tozatti | Ricardo Cunha | Ricardo Dornas Marins | Sergio Luis Anaga | Sergio Ricardo Correa dos Santos | Tales Dors Ciprandi | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Tom Paes | Vinicius Valter de Lemos | Wendel F. da Silva
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp

Rick Wakeman relembra época em que o Yes abria show para o Black Sabbath

Yes: Rick Wakeman relembra como ele conheceu Jon Anderson

XYZ, o supergrupo que (quase) reuniu ex-integrantes do Led Zeppelin e do Yes

Mike Portnoy se diz chocado com a morte de Alan White, baterista do Yes

Morre Alan White, baterista do Yes e que gravou a clássica "Imagine", de John Lennon

Memoráveis como a música: os 25 melhores logos de bandas

Mike Portnoy: os dez melhores discos de rock progressivo

Yes: Jon Anderson revela o grande erro da banda no auge do sucesso, nos anos 80

The Simpsons: 10 melhores aparições de roqueiros no desenho

Fotos de Infância: Red Hot Chili Peppers


Sobre Roberto Rillo Bíscaro

Roberto Rillo Bíscaro é professor universitário e edita o Blog do Albino Incoerente desde 2009.

Mais matérias de Roberto Rillo Bíscaro.