Heaven Shall Burn: mantendo sua sonoridade forte e agressiva

Resenha - Wanderer - Heaven Shall Burn

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 8

Como um soco no estômago, o HEAVEN SHALL BURN vem com tudo em seu oitavo álbum, "Wanderer", que acaba de ser lançado no mercado nacional via Shinigami Records, sendo um dos trabalhos mais agressivos e brutais da carreira dos caras.

Slipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscaraBandas Iniciantes: 17 maneiras de assassinar sua carreira musical

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Embora o metal moderno dê a tônica por aqui, com uma mescla de death e thrash metal, , aliado a fortes doses de melodia, a banda não deixa o peso de lado em momento algum, e dessa vez traz ainda alguns elementos mais obscuros em sua sonoridade, deixando o clima mais carregado e sujo.

"Prey to God", por exemplo, é uma ode ao caos e à brutalidade, ainda mais por contar com a participação do monstro George 'Corpsegrinder' Fisher, do CANNIBAL CORPSE, com riffs e mais riffs de fazer cair o queixo do ouvinte.

"Corium" é outra faixa brilhante, com um peso avassalador, e linhas de guitarras cheias de melodia, além de vocais que remetem ao black metal.

Outra faixa de destaque é "Passage of the Crane", que tramita entre momentos mais calmos, e outros de puro peso, mostrando toda a versatilidade dos caras.

E o disco segue assim até o seu final, sendo bem diversificado e intenso.

A versão nacional do álbum traz ainda um cover para "The Cry of Mankind", do MY DYING BRIDE, que ficou bem interessante e mais agressivo que a versão original.

Assim, se você é fã da banda ou do metal mais moderno em geral, vá fundo, pois o HEAVEN SHALL BURN continua em sua melhor forma.

Wanderer - Heaven Shall Burn
(2017 - Shinigami Records - Nacional)

1. The Loss of Fury
2. Bring the War Home
3. Passage of the Crane
4. They Shall Not Pass
5. Downshifter
6. Prey to God
7. My Heart is my Compass
8. Save Me
9. Corium
10. Extermination Order
11. A River of Crimson
12. The Cry Of Mankind (My Dying Bride cover)




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Heaven Shall Burn"


Incrível: primeira wall of death gravada com câmera de 360ºIncrível
Primeira wall of death gravada com câmera de 360º

Loudwire: 10 walls-of-death épicas capturadas em vídeoLoudwire
10 walls-of-death épicas capturadas em vídeo


Slipknot: Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscaraSlipknot
Corey Taylor não tem a cara limpa por baixo da máscara

Bandas Iniciantes: 17 maneiras de assassinar sua carreira musicalBandas Iniciantes
17 maneiras de assassinar sua carreira musical


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Cli336x280 CliIL