Dee Snider: Rock e Power Pop mais contemporâneo em disco solo

Resenha - We Are The Ones - Dee Snider

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Carlos Garcia
ENVIAR CORREÇÕES  

Nota: 8

Dee Snider: O inquieto e carismático vocalista é certamente um dos maiores frontman da história do Rock, construindo um verdadeiro legado à frente do TWISTED SISTER, e tanto Dee como a sua banda são o que podemos chamar de ícones, com seu Hard/Heavy enérgico e cativante, aliado às performances insanas e visual debochado.

Em 10/05/1984: Twisted Sister lançava Stay Hungry, sua obra-primaDonald Trump: os roqueiros que apoiam o presidente eleito

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Durante o hiato do grupo entre 89 e 97, Dee Snider seguiu produzindo trabalhos relevantes em carreira solo e bandas como Desperado e Widowmaker, além do SMF (banda tributo ao Twisted Sister) e se arriscando como diretor de cinema e ator, com o filme "Strangeland" ("Mórbido Silêncio"), que na trilha teve uma composição inédita do Twisted Sister, "Heroes are Hard to Find", que também já serviu de estopim para o grupo voltar a trabalhar junto, destacando a versão revisitada de "Stay Hungry" o "Still Hungry", além de grandes apresentações registradas em vídeo, como no festival alemão Wacken e a histórica apresentação após o atentado nas torres gêmeas.

O Twisted novamente encerra as atividades, e parece que agora em definitivo, fazendo sua última tour neste 2016, ainda sofrendo com o falecimento do baterista original A.J. Pero (1959 – 2015), que foi substituído por Mike Portnoy (ex-Dream Theater ) nas datas restantes, fez o derradeiro show no México em novembro passado, e deixou hits como "We’re Not Gonna Take It", "I Wanna Rock", "The Price", "You Can’t Stop Rock n’ Roll" e outras, cinco grandes álbuns e mais algumas coletâneas, regravações (como o "Still Hungry", em 2004, regravação do multi-platinado "STAY HUNGRY", de 1984, que vendeu mais de 3 milhões de cópias, impulsionado pelo mega-hit "We’re not Gonna Take It"), um álbum natalino, raridades ("Club Daze") álbuns ao vivo, e uma legião de admiradores e fãs que sabem que um show do grupo valia cada centavo!

Mas Dee não para, se a cabeleira já não é tão vasta como outrora, a inquietude não diminuiu um pouco sequer, e já saiu lançando e divulgando o novo solo, "We are the Ones", com 10 músicas (sendo dois covers) lançado aqui no Brasil pela parceria earMusic/Shinigami Records (acesse o site www.shinigamirecords.com), e conforme o próprio explica, ele nunca foi de viver do passado, que é algo que com certeza se orgulha e pode desfrutar, mas está aí para mostrar este novo trabalho, que traz o vocalista e suas marcas registradas, como a sua inconfundível voz e sua capacidade de construir melodias e refrãos cativantes, porém "We are the Ones" soa mais contemporâneo, com nuances mais modernas e atuais, do Alternative/Pop Rock, Power Pop e Modern Hard Rock, com similaridades com grupos como Foo Fighters, Imagine Dragons e até Faith no More, e essa virada de página também se deve a mão do produtor e co-compositor do álbum, o vencedor do Grammy Damon Ranger.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Falando sobre algumas das músicas, a que dá título ao álbum, "We are the Ones", tem um início em que imediatamente remete ao passado, principalmente pela linha vocal e alguns trechos mais Hard Rock, mas já entrega que a sonoridade é mais voltada à essas nuances mais contemporâneas, e obstante algum susto inicial, caso você estivesse esperando algo na linha da sua antiga banda, Dee entrega mais uma música vibrante e com refrão pra lá de cativante; "Over Again", "Rule the World" e "Superhero" são Pop Rocks de melodias agradáveis e de vocação radiofônica.

"Close to You" soa bem alternativa, um clima dark, com alguns efeitos de orquestração, bem anos 90, lembrando algo de Grunge; destaco também a versão emocional de "We're Not GonnaTake It" , o maior Hit radiofônico do Twisted Sister, aqui executada com piano e voz, um elo com o passado que me passou um ar de saudosismo, de transição... imaginei até um final de filme, o momento em que as luzes se apagam e vão passando os créditos; o outro cover é para "Head like a Hole", uma dos maiores hits do Nine Inch Nails (um dos precursores do Metal Industrial), em uma versão bem fiel à original.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

"Crazy for Nothing" é simples e direta e de melodias fáceis e o mesmo posso dizer da semi-balada "Believe", agradável e de clima positivo, e por último, uma "balada" com letra no melhor estilo Dee Snider, "So What", com orquestrações e guitarras acústicas ao fundo, Dee manda sua mensagem: "E daí! com seus dedos do meio no ar, cantando 'não estamos nem aí!'...", a voz áspera e anasalada de Dee, sua marca registrada, a "rebeldia inteligente", o cara de opinião forte, engajado em causas sociais e políticas, que manda seu recado e te convida a contestar e não ficar calado quando você acredita na sua opinião e em o que você quer! Impossível não lembrar aquele episódio de Dee confrontando o PMRC contra a censura, com um discurso épico no tribunal.

Dee Snider sempre foi sinônimo de vida inteligente no Rock, e "We are the Ones" é um álbum que não deve ser ouvido com a expectativa de encontrar algo semelhante à sua icônica banda, ou algo que tenha pretensão de marcar época, aí então você poderá apreciar um trabalho muito bem feito, de um Rock e Power Pop mais contemporâneo, e constatar que Dee continua com sua incrível capacidade de construir grandes refrãos e músicas cativantes, e claro, seu timbre vocal inconfundível.

Track-List
We Are The Ones
Over Again
Close To You
Rule The World
We’re Not Gonna Take It (2016, versão acústica)
Crazy For Nothing
Believe
Head Like A Hole
Superhero
So What


Outras resenhas de We Are The Ones - Dee Snider

Resenha - We Are the Ones - Dee Snider



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Em 10/05/1984: Twisted Sister lançava Stay Hungry, sua obra-prima

Dee Snider: CD e DVD ao vivo serão lançados este ano, afirma o vocalistaDee Snider
CD e DVD ao vivo serão lançados este ano, afirma o vocalista

Por dentro com Paulo Baron: Entrevista com Dee Snider sobre o novo coronavírus (vídeo)Por dentro com Paulo Baron
Entrevista com Dee Snider sobre o novo coronavírus (vídeo)


Top 5: discos solo que foram lançados sob o nome de bandasTop 5
Discos solo que foram lançados sob o nome de bandas

Judas Priest: virou banda cover, diz Jay Jay French, do Twisted SisterJudas Priest
"virou banda cover", diz Jay Jay French, do Twisted Sister


Donald Trump: os roqueiros que apoiam o presidente eleitoDonald Trump
Os roqueiros que apoiam o presidente eleito

Frases de bandas: o que eles realmente querem dizer?Frases de bandas
O que eles realmente querem dizer?


Sobre Carlos Garcia

Antes de tudo sou um colecionador, que começou a cair de cabeça no Metal e Classic Rock quando o Kiss esteve no Brasil em 1983, a partir daí não parei mais. Criei fanzines, como o Zine Barulho, além de colaborar com outros zines e depois web zines e sites, como os saudosos Metal Attack e All the Bangers. Atualmente sou um dos editores e redator do Road to Metal. O melhor de tudo são as amizades que fazemos, além do contato e até amizade com alguns de nossos heróis.

Mais matérias de Carlos Garcia no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280 Cli336x280