Van Canto: Álbum conceitual dá uma nova cara à banda

Resenha - Voices of Fire - Van Canto

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

7

Confesso que, embora reconheça se tratar de um projeto ousado e inovador, sempre achei o VAN CANTO uma das coisas mais bizarras surgidas na música pesada. No começo foi até divertido ouvir alguns covers de bandas consagradas em versões sem guitarra e baixo, substituídas por vozes, mas nada a se levar a sério. Todavia, a banda seguiu firme com sua proposta, e agora lança seu novo material, um Metal Opera conceitual, procurando dar uma nova cara a sua sonoridade.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E o que mais agrada aqui é que a banda procurou diversificar mais as linhas vocais que substituem os instrumentos citados (apenas há aqui bateria e vozes), sem tentar apenas ficar emulando os sons dos riffs de guitarra, o que, convenhamos, já não convence mais.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Por óbvio os solos ainda continuam insuportáveis e ridículos, mas no contesto geral o álbum funciona bem, com um clima denso presente em todo seu interregno, e faixas bem compostas seguindo os padrões do power/symphonic metal.

E isso tudo é potencializado graças à participação dos corais da London Metro Voices e da Chorakademie Dortmund (coral infantil), dando um tom ainda mais épico e instigante às composições, dando aquela impressão que o álbum poderia facilmente se enquadrar como uma peça musical de teatro.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Há ainda de se comentar a participação de John Rhys-Davies nas narrativas do álbum, conhecido por sua participação no filme Senhor dos Anéis (anão Gimli).

Sobre as faixas, todas são interessantes, e seguem uma linha homogêneo de qualidade, se destacando "Time and Time Again", por fugir um pouco das demais, com toques de funk, soul e blues muito bem vindos. A, e desta vez não temos aqui nenhum cover.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Ou seja, trata-se de um trabalho que agradará apenas os iniciados, embora mostre uma banda que tenta buscar se reinventar, mas sem deixar de lado suas origens.

Voices of Fire - Van Canto
(Shinigami - 2016)

Tracklist:
1. Prologue
2. Clashings On Armour Plates
3. Dragonwake
4. Time And Time Again
5. All My Life
6. Battleday's Dawn
7. Firevows (Join The Journey)
8. The Oracle
9. The Betrayal
10. We Are One
11. The Bardcall
12. To Catharsis
13. Epilogue


Outras resenhas de Voices of Fire - Van Canto

Van Canto: Álbum conceitual ajuda banda a se reinventar




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Angra: como fica Carry On nas vozes do Van CantoAngra
Como fica "Carry On" nas vozes do Van Canto

Originalidade: 10 Bandas ou Projetos InusitadosOriginalidade
10 Bandas ou Projetos Inusitados


Drogas e Álcool: protagonistas nos piores shows de grandes astrosDrogas e Álcool
Protagonistas nos piores shows de grandes astros

Guitar World: os 100 melhores guitarristas de hard rockGuitar World
Os 100 melhores guitarristas de hard rock


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

Goo336 Goo336 Cli336 Goo336 GooAdHor