[an error occurred while processing this directive]

Matérias Mais Lidas


Summer Breeze 2024

Hagbard: Os guerreiros do Folk/Viking do Brasil estão de volta

Resenha - Vortex to An Iron Age - Hagbard

Por Marcos Garcia
Postado em 26 de abril de 2016

Nota: 10

Sim, mesmo depois de apenas um ano desde "Tales of Frost and Flames", o quinteto HAGBARD, de Juiz de Fora (MG) está de volta, desta vez com seu segundo álbum, "Vortex to An Iron Age", que não deixa nada a desejar aos seus antecessores.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 1

Mais uma vez, a banda caprichou, mantendo a personalidade que vemos em seus trabalhos anteriores. Mas há algumas diferenças interessantes: as harmonias, que já era ótimas, ganharam mais corpo e elegância, ao mesmo tempo em que as linhas melódicas estão bem mais trabalhadas e envolventes. Óbvio que o lado mais brutal do grupo continua ali, mas a banda parece ter reforçado o lado mais Folk/Viking de sua música, ficando um pouco mais melodioso. Óbvio que os vocais continuam guturais, mas existem muitas vozes limpas também, as guitarras estão ainda melhores, baixo e bateria caprichando na base rítmica pesada e bem coesa, e os teclados dão aquela atmosfera Pagan da qual tanto gostamos, mas o alinhavo melodioso e certa preocupação com os arranjos estão evidentes. Tanto que existem partes de violinos, vocais femininos bem melodiosos, corais com vozes masculinas limpas, e alguns deliciosos detalhes que poderão ouvir com calma.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 2

Mais uma vez tendo mixagem e masterização de Jerry Torstensson, do Dead Dog Farm Studio, em Säffle, Suécia. Para quem não lembra, é o mesmo que fez os mesmos trabalhos em termos de sonorização de "Rise of the Sea King", logo, a gravação do disco ficou muito boa, com cada instrumento em seu devido lugar, e timbres bem escolhidos (embora fiquem bem próximos do que eles podem apresentar ao vivo), fora um peso avassalador.

Já a parte visual, mais uma vez vemos uma obra de muito bom gosto das mãos de Marcelo Vasco, da PR2DESIGN (que já trabalhou com SLAYER, BORKNAGAR, MYSTERIIS, entre outros), e ficou muito boa, antenada com a proposta musical/lírica do grupo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 3

Em 9 canções, mais uma vez o HAGBARD atinge um nível musical que não cabe mais no Brasil. Arranjos bem feitos, o som polido e agressivo nas devidas proporções. E isso sem falar nas presenças de Vinicius Faza Paiva nos violinos, Lívia Kodato nas vozes femininas, Luqui di Falco (da banda de Hard Rock GLITTER MAGIC, de Juiz de Fora) no violão, e Maurício Fernandes nos backing vocals, presenças que deram um brilho adicional às músicas.

Não é fácil observar as músicas de "Vortex to An Iron Age" e escolher uma melhor. O disco é nivelado por cima. Mas podem começar a audição pela épica e brutal "Never Call the Sage to Drink in Your Home" (cheia de belos arranjos de teclados, mas vocais de primeira), a mais cheia de detalhes e arranjos bem feitos "Bridge to a New Era" (com a base baixo-bateria aparecendo bastante, fora vocais limpos contrastando muito bem com violinos e vozes guturais); a mais cadenciada e azeda "Iron Fleet Commander" e seus belos toques de violinos; a introspectiva e limpa "Last Blazing Ashes" (sim, uma canção Folk, com bateria, vocais limpos e teclados apenas, dando um toque de bom gosto ao disco), a pesada e climática "Inner Inquisition" (bem trabalhada nos arranjos de guitarras, mas adornada com belíssimas vozes femininas), e a mais bruta "Shield Wall" (embora carregada de uma atmosfera melancólica típica do Folk Metal).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 4

Rebuscando os valores de outrora, como orgulho e honra, sentimentos primordiais que há muito andam sendo esquecidos, "Vortex to An Iron Age" é um disco maduro, e que como foi mencionado acima, mostra que o grupo já deve pensar em viagens para fora do continente, pois a música do HAGBARD está grande demais para o Brasil.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 5

HAGBARD - Vortex to An Iron Age
(2016 - Heavy Metal Rock - Nacional)

Músicas:
1. Intro
2. Never Call the Sage to Drink in Your Home
3. Bridge to a New Era
4. Iron Fleet Commander
5. Last Blazing Ashes
6. Death Dealer
7. Relic of the Damned
8. Inner Inquisition
9. Deviant Heathen
10. Shield Wall
11. Outro

Banda:
Igor Rhein - Vocais
Danilo "Marreta" Souza - Guitarras
Rômulo "Sancho" Piovezana - Baixo
Gabriel Soares - Teclado, vocais limpos, backing vocals
Everton "Tonton" Moreira - Bateria

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE - TAB 6

Contatos:
http://www.hagbardofficial.com/

Compartilhar no FacebookCompartilhar no WhatsAppCompartilhar no Twitter

Siga e receba novidades do Whiplash.Net:

Novidades por WhatsAppTelegramFacebookInstagramTwitterYouTubeGoogle NewsE-MailApps


Stamp

Stratosphere Project: O eco estrondoso da Via-Láctea fundindo-se nas dimensões ocultas

Perc3ption: A arte em situações extremas

"Here Comes The Rain", último registro do Magnum com Tony Clarkin, é mais um bom registro

Resenha - Nebro - Vesperaseth

Sepultura: Em plena forma e com mais um disco brilhante

Deep Purple: Who Do We Think We Are é um álbum injustiçado?

Deep Purple: Stormbringer é um álbum injustiçado?

Megadeth: recuperando a fúria que faltava


publicidadeAdriano Lourenço Barbosa | Airton Lopes | Alexandre Faria Abelleira | Alexandre Sampaio | André Frederico | Ary César Coelho Luz Silva | Assuires Vieira da Silva Junior | Bergrock Ferreira | Bruno Franca Passamani | Caio Livio de Lacerda Augusto | Carlos Alexandre da Silva Neto | Carlos Gomes Cabral | Cesar Tadeu Lopes | Cláudia Falci | Danilo Melo | Dymm Productions and Management | Efrem Maranhao Filho | Eudes Limeira | Fabiano Forte Martins Cordeiro | Fabio Henrique Lopes Collet e Silva | Filipe Matzembacker | Flávio dos Santos Cardoso | Frederico Holanda | Gabriel Fenili | George Morcerf | Henrique Haag Ribacki | Jesse Alves da Silva | João Alexandre Dantas | João Orlando Arantes Santana | Jorge Alexandre Nogueira Santos | José Patrick de Souza | Juvenal G. Junior | Leonardo Felipe Amorim | Luan Lima | Marcello da Silva Azevedo | Marcelo Franklin da Silva | Marcio Augusto Von Kriiger Santos | Marcus Vieira | Maurício Gioachini | Mauricio Nuno Santos | Odair de Abreu Lima | Pedro Fortunato | Rafael Wambier Dos Santos | Regina Laura Pinheiro | Ricardo Cunha | Richard Malheiros | Sergio Luis Anaga | Silvia Gomes de Lima | Thiago Cardim | Tiago Andrade | Victor Adriel | Victor Jose Camara | Vinicius Valter de Lemos | Walter Armellei Junior | Williams Ricardo Almeida de Oliveira | Yria Freitas Tandel |
Siga Whiplash.Net pelo WhatsApp
Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Sobre Marcos Garcia

Marcos Garcia é Mestrando em Geofísica na área de Clima Espacial, Bacharel e Licenciado em Física, professor, escritor e apreciador de todas as subdivisões de Metal, tendo sempre carinho pelas bandas mais jovens e desconhecidas do público, e acredita no Underground como forma de cultura e educação alternativas. Ainda possui seu próprio blog, o Metal Samsara, e encara a vida pela máxima de Buda "esqueça o passado, não pense no futuro, concentre-se apenas no presente".
Mais matérias de Marcos Garcia.

 
 
 
 

RECEBA NOVIDADES SOBRE
ROCK E HEAVY METAL
NO WHATSAPP
ANUNCIAR NESTE SITE COM
MAIS DE 4 MILHÕES DE
VIEWS POR MÊS