Chaos Synopsis & Terrordome: happy thrasher for you all, mfckers!

Resenha - Intoxicunts - Terrordome e Chaos Synopsis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Hugo Alves
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9

O texto representa opinião do autor, não do Whiplash.Net ou dos editores.

'Intoxicunts' é um split-CD contando com cinco canções da banda brasileira CHAOS SYNOPSIS e três da banda polonesa TERRORDOME, trazendo o melhor do Thrash Metal que as duas bandas podem oferecer neste ano.

Metallica: ouça "Nothing Else Matters" em escala maiorBon Jovi: Larissa Riquelme dançando com os seios de fora

A TERRORDOME da Polônia se apresenta com cinco canções gravadas por Uappa Terror (voz e guitarra), Paua Siffredi (guitarra), The Kapitzator (baixo e voz) e Murgrabia Mekong (bateria). Das cinco faixas oferecidas pela banda, quatro são dignas de muitos elogios: 'Reflux', introdução de menos de quarenta segundos que chega ditando os rumos e o ritmo da 'brincadeira'; 'Polidics', nome/ trocadilho que já diz do que se trata, fazendo uma dura crítica aos políticos em geral - e as linhas de baixo nessa canção são notáveis e deliciosas de ouvir, apesar de simples; 'The 'Hood', provavelmente a melhor e mais rápida da banda aqui - maiores elogios ao baterista Murgrabia Mekong; 'Beerbong Party', ótima pra moshpits e rodas de pogo, e um puta desempenho do Uappa nos vocais!!! O momento meio que desnecessário fica por conta de 'Nothing Else Fuckers', uma canção de exatamente dois minutos que, como a própria letra diz, rouba diversos riffs do METALLICA, somente pra servir de base pra uma letra que critica qualquer coisa que eles tenham feito após os três primeiros discos. Diminuir uma banda pra tentar ser grande nunca é uma boa pedida - nunca. Mas isso nem de longe compromete o trabalho da banda, sempre excelente!

O CHAOS SYNOPSIS gravou as canções contidas nesse álbum com a seguinte formação: Jairo (voz e baixo), Friggi Mad Beats (bateria), Luiz Ferrari e JP (guitarras) - JP foi recentemente substituído por Diego Santos. Apesar de contar com menos canções no split, CHAOS SYNOPSIS chega cheia de moral com uma história que já soma onze anos, dois discos 'full-length', um disco ao vivo e três singles - além, é claro, do split-CD em questão. Se for pra comparar, devo dizer que o som da banda brazuca agrada bem mais (sem querer 'puxar a sardinha'). O som é mais polido, menos estridente, mais trabalhado e melhor produzido, o que dá uma cara muito mais profissional à banda sem, no entanto, fazê-la perder nada da agressividade e do peso contido nas canções. 'Serpent of the Nile' é uma daquelas canções que dá vontade de ouvir várias vezes em looping, de tão boa e bem trabalhada! Ótimo trabalho do Friggi Mad Beats na bateria a partir dos 3 minutos, alternando com riffs de guitarra que, inclusive, lembram muito 'Eu Quero Ver o Oco' dos Raimundos, mas sem soar como plágio. 'Fire on Babylon' é assustadoramente brutal, e novamente Mad Beats se sobressai nas baquetas. A temática apocalíptica contida na letra ajuda bastante. Fechando a participação do CHAOS SYNOPSIS no disco (e também fechando o disco), coincidentemente ou não, rola um cover de 'Damage, Inc.' do METALLICA, muito agressivo e digno de nota.

Contando com muito Thrash Metal e duas bandas de peso e qualidade, 'Intoxicunts' é um disco não menos que sensacional, pedrada no crânio, e com certeza fará a alegria dos headbangers, do que curte o Metal mais clássico até o mais extremo!

Track-list do split-CD:

01. Reflux [Terrordome]
02. Polidics [Terrordome]
03. Nothing Else Fuckers [Terrordome]
04. The 'Hood [Terrordome]
05. Beerbong Party [Terrordome]
06. Serpent of the Nile [Chaos Synopsis]
07. Fire on Babylon [Chaos Synopsis]
08. Damage, Inc. [Chaos Synopsis]


Outras resenhas de Intoxicunts - Terrordome e Chaos Synopsis

Chaos Synopsis: novo split com banda polonesa TerrordomeTerrordome e Chaos Synopsis: apresentando a sonoridade



GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Terrordome"Todas as matérias sobre "Chaos Synopsis"


MetallicaMetallica
Ouça "Nothing Else Matters" em escala maior

Bon JoviBon Jovi
Larissa Riquelme dança música com os seios de fora

Elvis PresleyElvis Presley
De que ele morreu?

Black Sabbath: Tony Iommi explica como tocar "Paranoid"Tamanho é documento?: os Rock Stars mais altos e baixosIron Maiden: "2 Minutes To Midnight" seria um plágio?Guitarrista: recordista é capaz de tocar 600 notas por minuto

Sobre Hugo Alves

Hugo Alves é formado em Letras (Português and Inglês) pela UNISO - Universidade de Sorocaba e futuro mestrando em Literatura ou Semiótica. Começou a escutar Rock aos 11 anos com "Bring Me to Life" do Evanescence, mas o que o tomou para sempre para o Rock and Roll foi "Fear of the Dark" (versão ao vivo no Rock in Rio), do Iron Maiden, banda que, ao lado de The Beatles, considera como favorita, amando quase que igualmente os sons de Viper, Angra, Shaman, Andre Matos, Rush, Black Sabbath, Metallica, etc. Foi vocalista das bandas Holygator e Bad Trip, iniciantes em Sorocaba/ SP, e também toca guitarra e baixo. Outra de suas paixões é a Literatura, pela qual desenvolveu o gosto pela escrita e comunicação.

Mais matérias de Hugo Alves no Whiplash.Net.