Grotesco: Não indicado a ouvidos sensíveis

Resenha - Aberration - Grotesco

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8

O Grotesco honra seu nome fazendo um Grindcore direto, sem precedentes e calcado nas raízes do estilo flertando com o Noisecore. As duas composições que compõem o trabalho têm pouco mais de dois minutos e irá levar ao deleite os fãs da podridão, da tosqueira, enfim...

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O projeto é do ex-baterista do Abusive, Rafael Shibata, que aqui gravou tudo e conseguiu um resultado legal para algo despretensioso. As músicas contêm diálogos de filmes trash que logo são seguidos por barulhos de qualidade, se é que isso é possível. Guitarras pesadas e cozinha na velocidade da luz dão o tom aqui.

Rafael berra vocais rasgados se alternando com guturais. As letras abordam temas como misantropia, anti-religião, hipocrisia, morte, pessimismo, etc... Não poderia ser diferente com uma sonoridade tão caótica. Quem aprecia barulho de qualidade irá delirar, já os de ouvidos mais sensíveis podem passar longe.

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Mônica Guedes: seus heróis morreram de overdose, os meus morrem na estrada, trabalhandoMônica Guedes
"seus heróis morreram de overdose, os meus morrem na estrada, trabalhando

Planno D: 10 coisas que irritam metaleiros (vídeo)Planno D
10 coisas que irritam metaleiros (vídeo)


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Cli336 Goo336 Goo336