Tank: Direto da New Wave Of British Heavy Metal

Resenha - Honour & Blood - Tank

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Sobreira
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 7

O famoso movimento NWOBHM, abriu as portas da inovação para o Metal em geral, nos presenteou com várias bandas clássicas e sonoridades que estariam em constante estado de evolução. O Tank fez parte dessa turma, derramando "sangue" para conquistar a "honra", mesmo que nunca tenha sido tão famoso e lembrado quanto um Iron Maiden (ou mesmo um Tygers of Pan Tang), definitivamente foi uma banda de potencial elevado.

Fotos de Infância: Robert Plant, do Led ZeppelinIron Maiden: Nicko McBrain fala sobre conversão ao cristianismo

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Formado em Londres, bem no início dos anos 80, e, com um nome expressivo, que também serviu para representar sua proposta musical massacrante, o Tank forjou um Metal típico da época, porém, com algumas doses de Rock'n'Roll e Punk Rock. Contudo, neste seu quarto lançamento oficial, a banda lapidou e poliu mais o seu som, mas sem perder o foco principal de fazer música pesada e afiada.

Sintetizadores, alguns momentos mais "leves" e até um inusitado cover da 'diva' Aretha Franklin, devem ter assustado um bocado os fãs mais antigos e radicias. Como descobri a banda (musicalmente) por este disco, não me surpreendi nem um pouco com estes pormenores, e tenho certeza de que você também não vai ligar, tanto, que trago à luz este disco para quem o desconhece, ou mesmo, a esta banda.

A longa 'The War Drags Ever On' abre a "bolacha" de forma impactante e veloz, sendo seguida por 'When All Hell Freezes Over', com ritmo contido e batidas fortes e compassadas. Como as faixas título não podem fazer feio, aqui a tradição foi mantida, e riffs e solos matadores dão a tônica a faixa. Lembra-se do cover? Pois, bem, realmente parece uma composição própria, ficando a cara do Tank, com muito peso inserido e não lembrando em nada a original (totalmente Soul/R&B). Destaque também para 'Too Tired to Wait for Love' que contrasta peso e melodias. Resumindo: Um disco muito bacana!

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

Este é um trabalho do TANK original, pois hoje em dia, devido à conflitos judiciais entre os membros, existem duas bandas com esse mesmo nome (uma comandada por Mick Tucker e Cliff Evans, e outra por Algy Ward).

Então, fica aqui mais uma dica, se quiser conhecer, não perca tempo, e se já conhece, deixe seu comentário.

Faixas:
1. The War Drags Ever On [08:14]
2. When All Hell Freezes Over [05:56]
3. Honour and Blood [06:31]
4. Chain of Fools (Aretha Franklin cover) [04:08]
5. W.M.L.A. (Wasting My Life Away) [05:17]
6. Too Tired to Wait for Love [04:37]
7. Kill [08:00]
Tempo Total - 42:43

Formação:
Algy Ward - Vocals, Bass
Mick Tucker - Guitars
Cliff Evans - Guitars
Graeme "Crash" Crallan (R.I.P. 2008) - Drums

Lançamento: 1984 - Music For Nations




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Tank"


Heavy Metal: os dez melhores álbuns lançados em 1982Heavy Metal
Os dez melhores álbuns lançados em 1982


Fotos de Infância: Robert Plant, do Led ZeppelinFotos de Infância
Robert Plant, do Led Zeppelin

Iron Maiden: Nicko McBrain fala sobre conversão ao cristianismoIron Maiden
Nicko McBrain fala sobre conversão ao cristianismo


Sobre Vitor Sobreira

Moro no interior de Minas Gerais e curto de tudo um pouco dentro do maravilhoso mundo da música pesada, além de não dispensar também uma boa leitura, filmes e algumas séries. Mesmo não sendo um profissional da escrita, tenho como objetivos produzir textos simples e honestos, principalmente na forma de resenhas, apresentando e relembrando aos ouvintes, bandas e discos de várias ramificações do Metal/Heavy Rock, muitos dos quais, esquecidos e obscuros.

Mais matérias de Vitor Sobreira no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor Goo336x280