Vetor: Uma aula de thrash metal moderno

Resenha - Chaos Before End - Vetor

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá, Fonte: Entrou na Sala
Enviar correções  |  Ver Acessos

Nota: 9


Finalmente depois de muitos anos de luta, os santistas do VETOR colocam no mercado seu primeiro disco! E, caro amigo leitor, a espera valeu a pena, pois o que temos aqui é uma verdadeira aula de thrash metal moderno!!!

Gosto é gosto: Quem ouve Heavy Metal ouve apenas Heavy Metal?Ozzy x Sharon: conheça a mulher que supostamente causou a separação

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

E isso tudo graças ao talento irrepreensível de Eduardo Jr - Vocais, Pedro Bueno - Guitarras, Ricardo Lima - Guitarras , Luiz Meles - Baixo, e Afonso Palmieri - Bateria, que conseguiram criar uma obra coesa e cativante, embora brutal e crua na medida certa.

Como fica claro durante todo o interregno do álbum, a banda prova que não é preciso apenas o excesso de velocidade para fazer um som agressivo e brutal, pois tudo aqui é variado, com várias mudanças de andamento, groove e ótimas melodias. E temos aqui influências que vão de TESTAMENT e EXODUS, até os momentos mais pesados de COMMUNIC e NEVERMORE.

Todos os músicos são excelentes, com performances muito acima da média. O trabalho de cordas (baixo e guitarras) é primoroso, criando um peso absurdo, e Afonso é um verdadeiro "animal" na batera, com uma técnica monstruosa (escute "Strike Command", por exemplo, na qual ele inclui até uns blast beats em certas passagens), e tudo isso junto forma um amalgama sonoro intenso e cheio de energia, e da melhor qualidade.

Além disso, Eduardo Jr. também é um excelente vocalista, fugindo do padrão "retão" do thrash, com ótimas variações, indo do brutal ao lírico (sem excessos) com muito facilidade.

Sinceramente é difícil indicar destaques em uma obra tão homogênea, então vou apenas citar a faixa título, que parece que foi feita para deslocar vértebra por vértebra da coluna do ouvinte, pois é de uma brutalidade e técnica de espantar, e mesmo assim consegue cativar facilmente o ouvinte; e "Into the Sound of the Wind", que mostra toda a variação sonora do quinteto, em especial de Eduardo.

O disco foi produzido por Ivan Pelliciotti, e mixado e masterizado na Suécia, pelo renomado Fredrik Nordström, que souberam deixar o som perfeito para o estilo proposto pela banda, com tudo bem na cara, sem muita frescura.

Sem dúvida um dos melhores discos do estilo que escutei esse ano, e que coloca o VETOR ao lado de VIOLATOR e WOSLOM como as melhores bandas do thrash metal brasileiro contemporâneo. Não pense duas vezes, compre já!

Chaos Before End - Vetor
(Shinigami Records - Nacional - 2015)

Músicas:

01. Intro Religious Falsehood
02. Strike Command
03. Chaos Before the End
04. My Torment
05. Limits Within Procreation
06. In the Sound of the Wind
07. Vetor
08. Endangered Species




GosteiNão gostei

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Todas as matérias da seção Resenhas de CDs e DVDsTodas as matérias sobre "Vetor"


Gosto é gosto: Quem ouve Heavy Metal ouve apenas Heavy Metal?Gosto é gosto
Quem ouve Heavy Metal ouve apenas Heavy Metal?

Ozzy x Sharon: conheça a mulher que supostamente causou a separaçãoOzzy x Sharon
Conheça a mulher que supostamente causou a separação


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

adGoo336