Necromesis: Death metal variado, intenso e de muita qualidade

Resenha - Poet's Paradox - Necromesis

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Junior Frascá
Enviar Correções  

8


Após a demo "The Dark Works of Art" (2009), e os EPs "Evolving to an Underworld" (2011) e "Echoes of a Memory" (2014), finalmente a batalhadora banda NECROMESIS, de Santo André, chega a seu primeiro registro completo, que acaba de ver a luz do dia graças a parceria com a gravadora Shinigami Records.

O som da banda é um death metal bem intenso e brutal, com algumas pitadas de thrash e grindcore, trazendo influências que vão desde a velho escola até algo mais moderno e atual, remetendo a nomes como CARCASS (em especial), OBITUARY, DISMEMBER, KRISIUN e SIX FEET UNDER.

publicidade

O trabalho de guitarras de Daniel é o grande carro chefe do trabalho, com uma avalanche de riffs insanos e potentes, muito bem estruturados e diversificados.

As variações vocais entre Daniel (mais cavernosos) e Mayra (mais rasgados) também dão um toque todo especial ao som da banda, deixando-o ainda mais variado.

Ademais, aqui não há espaços para teclados ou inovações, pois os elementos modernos citados como influências se referem em especial à qualidade de gravação, e os timbres brutais utilizados em cada um dos instrumentos, embora a banda busque em vários momentos fugir do lugar comum do estilo, com variações entre os momentos mais velozes com partes mais cadenciadas, e até a inclusão de temas acústicos em alguns momentos do trabalho.

publicidade

Outro ponto que chama a atenção é a qualidade da maioria das letras de cada das faixas do disco, que também não se limitam aos padrões do death metal, sendo bem introspectivas e inteligentes.

Vale destacar ainda as participações especiais de Fernanda Lima (NERVOSA) em "Self Condemnation", Paolo Bruno (DESDOMINUS - THY LIGHT) em "The Omission of Living", Vitor Rodrigues (VOODOOPRIEST) em "The Last Stage of the Mind", e Marcel Briani (IN SOULITARY) em The Last Stage of the Mind" e "Final Truth".

publicidade

Sem dúvida um trabalho altamente indicado para todos os fãs do death metal em geral! Adquira já o seu...

publicidade

The Poet's Paradox - Necromesis
(Shinigami Records - Nacional - 2015)

Formação:

Mayara Puertas - Vocais
Daniel Curtolo - Guitarras, backing vocals
Gustavo Marabiza - Baixo
Gil Oliveira - Bateria

Músicas:

01. End of the cloistered
02. Desocial Inclusion
03. Self Condemnation
04. Evolving a Paradox
05. The Life is Dead
06. Awake
07. Condemned by Themselves
08. The Omission of Living
09. Indifferent Echoes of Sensitivity
10. Final Truth
11. The Last Stage of a Mind

publicidade


Outras resenhas de Poet's Paradox - Necromesis

Necromesis: Entrando pra história do Metal extremo nacional



Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Blog Sutil Como Uma Granada: Musas do rock/metal nacionalBlog Sutil Como Uma Granada
Musas do rock/metal nacional


De AC/DC a ZZ Top: Origens dos nomes de bandas e artistas de rockDe AC/DC a ZZ Top
Origens dos nomes de bandas e artistas de rock

Filmes sobre rock: A história do gênero no cinemaFilmes sobre rock
A história do gênero no cinema


Sobre Junior Frascá

Junior Frascá, casado, é advogado, e apaixonado por heavy metal em todas as suas vertentes (em especial thrash, stoner, doom e power metal) desde seus 15 anos. Também é fã de filmes de terror e séries americanas, faz parte da equipe da revista digital Hell Divine e do site My Guitar, e é guitarrista da banda de metal tradicional MUD LAKE.

Mais matérias de Junior Frascá no Whiplash.Net.

WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin WhiFin