Betoken: Honrando as tradições italianas

Resenha - Beyond Redemption - Betoken

Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net

Por Vitor Franceschini
Enviar Correções  

publicidade

8


São 15 anos de carreira e este "Beyond Redemption" é o quinto disco do Betoken. E o septeto italiano honra as tradições de seu país investindo em um Prog/Power Metal intricado e com certo nível de variação. Fãs de nomes como Fates Warning e Time Machine irão se deliciar com este trabalho.

Trollagem: quando as bandas decidem zoar com o playbackBlack Sabbath: a passagem de Ian Gillan pela banda

Anunciar bandas e shows de Rock e Heavy Metal

O primeiro adendo fica por conta de "Beyond Redemption" não empolgar na primeira audição, portanto são necessárias várias ouvidas para compreender o disco, além de muita atenção. Apesar de alguns elementos Power Metal, não encontramos velocidade e bumbos duplos a esmo aqui.

Com músicas cadenciadas, porém objetivas, o que se houve é algo mais voltado ao Prog Metal. Não há ‘mirabolâncias’, e o Betoken acaba se destacando pelo conjunto e coesão. Interessante que são três vocalistas, sendo uma mulher. Mas não pense em vocais femininos líricos se contrastando com vocais masculinos agressivos, já que os timbres são semelhantes e versáteis, fugindo do comum.

Primando por quebradas interessantes e boas alternâncias de ritmo, a banda conta também com ótimos arranjos. Tudo aqui soa na medida certa, apesar de faltar um pouco mais de energia. Destaque para as faixas A Thirst for Knowledge, The Man Who Would Be the Devil, Left Hand Choice, Hellward e Point of No Return.

https://www.facebook.com/betoken
https://soundcloud.com/betoken




Compartilhar no FacebookCompartilhar no TwitterCompartilhar no WhatsAppSeguir Whiplash.Net


Trollagem: quando as bandas decidem zoar com o playbackTrollagem
Quando as bandas decidem zoar com o playback

Black Sabbath: a passagem de Ian Gillan pela bandaBlack Sabbath
A passagem de Ian Gillan pela banda


Sobre Vitor Franceschini

Jornalista graduado tem como principal base escrever sobre Rock e Metal, sua grande paixão. Ex-editor do finado Goredeath Zine, atual comandante do blog Arte Metal, além de colaborador de diversos veículos do underground.

Mais matérias de Vitor Franceschini no Whiplash.Net.

Goo336x280 GooAdapHor